Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 27° C
15° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 27° C
16° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 30° C

Salvamento na Praia do Norte mereceu distinção

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Os leitores do jornal Correio da Manhã e telespetadores da CMTV escolheram os atos heróicos de maior registo ao longo dos últimos doze meses e consideraram que um salvamento protagonizado por um piloto de resgates com motos de água na Praia do Norte, na Nazaré, merecia uma distinção, colocando-o em segundo lugar na lista dos heróis civis, só batido por outro salvamento no mar, numa praia não vigiada em Esposende, em que um rapaz e uma rapariga foram retirados da água por um nadador.
Ramon Laureano, piloto de resgates com moto de água, com o filho, Tony

No caso da Nazaré, a 6 de fevereiro deste ano, o piloto brasileiro profissional de resgates com mota de água Ramon Laureano, na altura com 46 anos, enfrentou as ondas gigantes da Nazaré e evitou que o seu amigo Salvador Villas-Boas, de 51 anos, não só fosse engolido pela ondulação como também projetado contra as rochas, impedindo dessa forma uma morte horrenda.

O sangue-frio, a capacidade de decisão e a rapidez de ação perante a adversidade, sem hesitação face ao perigo, foram recompensados por um salvamento que ninguém julgava ser possível, por estar em risco a própria vida do salvador.

“Foi um resgate de vida ou morte, porque eu ia parar às rochas”, admitiu o surfista Salvador Villas-Boas, que ousou desafiar as ondas grandes da Praia do Norte mas que caiu e foi enrolado pela ondulação, quando decorria um dia normal de treino.

Ramon Laureano conseguiu tirá-lo da zona de impacto, e apesar de outra onda que os perseguia ter feito virar a mota de água, chegaram ao areal em segurança, num ato heróico que foi gravado pelo videógrafo Pedro Miranda, cujas imagens se tornaram virais na internet.

“Foi um ato decidido, tinha mesmo de tirá-lo daí o mais rápido possível porque podia não haver uma segunda hipótese. Na hora não pensei no meu risco, mas sim no perigo em que ele estava”, comentou Ramon Laureano, responsável pelo Jet Resgate Portugal, projeto dedicado à formação, treino e desenvolvimento de surfistas de ondas grandes e profissionais operadores de resgate com mota de água.

O piloto rejeita ter protagonizado “um ato heróico”, mas a verdade é que foi imprescindível para inverter uma situação que se poderia tornar fatal. Salvador Villas-Boas já voltou a surfar ondas gigantes e Ramon Laureano continua a dar formação para salvar vidas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Incêndio consome artigos para famílias carenciadas

Um incêndio em instalações da Paróquia de Peniche, que serviam de espaço de armazenamento de artigos para ajudar famílias carenciadas, consumiu parte dos produtos, entre roupas e alimentos, na tarde desta terça-feira, 4 de outubro.

stella

Requalificação do Museu José Malhoa vai avançar

A cerimónia protocolar de assinatura do auto de consignação da empreitada de requalificação do Museu José Malhoa, da responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Centro, tem lugar no dia 6 de outubro, às 15h, no museu caldense.

malhoa

“Outubro Rosa” sensibiliza para o cancro da mama

A Associação Cadaval Solidário e a Comunidade Francesa no Cadaval, com o apoio da Câmara, realizam a 16 de outubro, a partir das 10h, no Parque dos Lápis, a iniciativa “Outubro Rosa”, um dia de sensibilização ao cancro da mama.

lapis