Q

Previsão do tempo

22° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 28° C
22° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 30° C
23° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 34° C

23ª edição do Caldas Late Night mostrou criatividade artística

Diana Dias / Gabriel Salvador / João Monserrate

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Caldas Late Night (CLN) é um evento artístico sem fins lucrativos. A sua 1ª edição aconteceu em 1996 quando um grupo de alunos da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR) decidiu abrir as portas das suas casas para mostrar os seus trabalhos fora do recinto escolar. Agora já vai na 23ª edição e assim se mantém a tradição.
Slide na descida da Rua do Bar Ilha

Durante três dias as Caldas da Rainha encheram-se de pessoas com um mapa na mão à procura de casas e ruas onde havia de tudo, desde exposições, performances, concertos, instalações e festas.

O evento começou na passada quinta-feira, com a procissão. Esta consistia num desfile pela cidade onde cada um levava um ou mais objetos que permitissem a emissão de algum som para acompanhar cânticos da celebração em honra do CLN. Com começo agendado às dez da noite junto ao coreto do Parque D. Carlos I e apesar de apenas estarem presentes cerca de trinta pessoas, esta procissão ficou marcada por muita diversão e boa disposição.

Abrir a casa a desconhecidos

Na casa 12, na Rua Francisco Sá Carneiro nº1, 3º Dto, intitulada “5entidos”, foi possível apreciar exposições, performances (teatro e body painting), música ao vivo, curtas-metragens, magic food, artesanato e um turbilhão de sensações.

“Adorei o CLN e toda a experiência devo admitir que superou as minhas expectativas. Abrir a casa foi uma experiência que vou repetir, foi ótimo deu para conhecer pessoas com várias perspectivas artísticas, o que para nós é ótimo enquanto novos artistas termos um feedback e uma opinião mais experiente acerca dos nossos trabalhos e da arte no seu geral”, referiu Erica Pimentel, aluna da ESAD.CR.

No ponto 14, Casa Aberta, nos Silos, houve a oportunidade das pessoas fazerem uma flash tattoo com Karusemfoco, Creating Daisy, Cabeça de Martelo e Pakistan, assim como body piercing. Para além disso houve uma feira de autor, exposições de diferentes artistas, bem como outras atividades, um bar, local para descansar e vários concertos.

O evento não é só feito dos caldenses, são muitas as pessoas que vêm de outras cidades para visitar as Caldas da Rainha durante estes três dias. Entre elas encontrava-se João Mauricio, residente em Pinhel, na Guarda.”Foi o primeiro ano que vim ao CLN e superou por completo as minhas expectativas, com toda a cidade unida para se comemorar a arte e a cultura. Foi possível visitar o interior de casas e outros espaços da cidade, onde estava todo o tipo de arte, desde escultura, pintura, fotografia, música, entre muito mais! Um ambiente espetacular, é certamente uma experiência a repetir e a qual eu recomendo vivamente para quem é um amante das artes“, declarou.

Largo do Hospital termal invadido por almofadas

No sábado, por volta das 17h, juntou-se um grupo de pessoas no Largo do Hospital Termal, para mais uma edição da Pillow Fight (Guerra de Almofadas). O objetivo é todos os anos juntar pessoas para interagirem umas com as outras e, principalmente, se divertirem.

A Pillow Fight já existe há mais de dez anos, quando a Vodafone teve uma campanha com anúncios televisivos que mostravam guerras de almofadas, então o CLN optou pela mesma ideia e até hoje é um dos eventos mais conhecidos do programa de atividades.

A festa final decorreu na Avenida Dobrynine e não escapou à variedade artística. Com três palcos, um deles com hip hop e drum n bass com os artistas Benny Broker, Uno, Pilha aka Urso Pardrado, Plunda Phonikz e o Konnect Showcase que juntava três artistas, Solar, Fragz e Striker. O segundo palco recebeu Afro, Dub Reggae e Techno com os artistas Lima Estrela, Raspect SunRoots SoulJah, Enkõ b2b intmprl e VIL. O último palco apresentava World Music e Rock com os artistas Pardal, Wakadelics, In-The-Cisos e o Triplo Dj Set com os artistas Straycat, New Illustractor e Strange.

O público aproveitou toda a variedade e com boa disposição a festa durou da meia noite até às seis da manhã.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido com faca de mato após zaragata no Parque

Um indivíduo de 26 anos foi detido pela PSP das Caldas da Rainha no Parque D. Carlos I quando tinha abandonado uma faca de mato, com uma lâmina com comprimento superior ao legalmente permitido, após ter estado envolvido numa zaragata com outro homem.

“Barcos com História” em exposição em Alfeizerão

“Barcos com História” é como se designa a exposição de modelismo estático de Aníbal Figueiredo que está patente até 31 de julho no espaço Baú das Memórias, em Alfeizerão.Trata-se de uma mostra de 17 miniaturas em madeira que representam barcos que de uma forma ou outra marcaram a história.

Barcos 1

Líder do PCP diz que a construção do novo hospital do Oeste é uma opção do Governo 

O secretário-geral do PCP, Paulo Raimundo, esteve na Festa de Verão do PCP, junto ao Penedo Furado, na Foz do Arelho, no passado dia 14, e disse que a construção do novo hospital do Oeste nesta legislatura é “uma questão de opção do Governo”. “Não me venham dizer que não há dinheiro, é mentira. São precisas opções”, afirmou.

PCP 1