Q

Previsão do tempo

15° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 20° C
  • Monday 19° C
15° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 19° C
16° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 20° C

Telecomunicações sempre no topo das reclamações

DECO
2 de Junho, 2019
As telecomunicações ocupam o primeiro lugar há mais de 12 anos, no ranking das reclamações que chegam à DECO.

Em 2018, os diversos canais de atendimento desta associação de defesa do consumidor, receberam cerca de 35.000 contactos entre pedidos de informação e reclamações sobre o setor das telecomunicações. De 1 de janeiro a 30 abril deste ano, perto de 12.000 consumidores contactaram estes serviços, devido a problemas com o seu operador de telecomunicações. Prometendo desta forma, afirmar o seu posicionamento no ranking das reclamações em 2019.

Os principais motivos relacionados com este setor e que levam os consumidores a recorrer aos serviços da defesa do consumidor, passam essencialmente pela fidelização e custos associados, a falta de transparência das alterações contratuais e a qualidade dos serviços.

No mês que se assinala, o dia mundial das telecomunicações e da sociedade de informação, maio, a DECO disponibiliza no seu site, algumas dicas para escolher o melhor tarifário e cuidados a ter na contratação do serviço, ajudando os consumidores através desta informação a evitar alguns problemas.

O futuro passa obrigatoriamente pelo digital e os consumidores querem acessos e soluções cada vez mais rápidas e eficazes. Por isso, novas funcionalidades foram implementadas em www.deco.proteste.pt/reclamar, um novo sistema, mais fácil e rápido, permitindo apresentar reclamações de forma simples e intuitiva.

Mais informações em: DECO – Delegação Regional do Ribatejo e Oeste, sita na Rua Engº José Souto Barreiros Mota, nº6 L, 2000-014 Santarém, deco.ribatejoeoeste@deco.pt 243 329 950.

Reclamar? Nunca foi tão fácil!

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Mobiliário hospitalar renovado

Com o intuito de prestar melhores cuidados aos utentes e de proporcionar melhores condições aos profissionais, o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) adquiriu 40 camas elétricas e 130 mesas de cabeceira e leito, traduzindo-se num investimento de 106.177,04 euros.

mobiliario