Q

Previsão do tempo

11° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 16° C
10° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 17° C
10° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 17° C

Alunos da ESRBP participaram no “Ocean Open Day”

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche (ESTM) do IPL Leiria proporcionou no passado mês aos alunos da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro (ESRBP) uma visita recheada de atividades, com o objetivo de dar a conhecer um pouco melhor o mar e as áreas da ciência que se dedicam ao seu estudo e preservação.
Estudantes da Rafael Bordalo Pinheiro foram convidados a participar no evento “Ocean Open Day” na ESTM em Peniche

A visita de estudo envolveu 60 alunos do 10.º ano, turmas CT1 e CT2, no âmbito das disciplinas de Biologia e Geologia e Física e Química A. Teve como principal objetivo proporcionar aos alunos o desenvolvimento de atividades experimentais de Biologia e Química

Posteriormente, na disciplina de português, os alunos da turma 10.º CT2 redigiram uma reportagem sobre a visita, na modalidade de trabalho de grupo.

Segundo a professora de português, Teresa Belo, “além do objetivo de levar os alunos a refletir sobre as aprendizagens adquiridas, procurou-se, igualmente, sensibilizá-los para a importância dos meios de comunicação, com enfoque na imprensa escrita”.

Por esse motivo, pediu aos alunos que, nos seus trabalhos, procurassem respeitar as características deste género jornalístico, incluindo o grafismo mais “tradicional”.

No decorrer do dia, realizaram-se várias atividades nos laboratórios daquela instituição do ensino superior. Os alunos foram divididos em grupos para que todas as experiências pudessem ser realizadas dentro do tempo previsto e de modo organizado.

Na ESTM os alunos da ESRBP participaram em diversas atividades centradas nas áreas da bioquímica e da microbiologia marinha.

Extração de antocianinas da beterraba

Numa das atividades os alunos tiveram a oportunidade de extrair antocianinas da beterraba com recurso a 4 tubos de ensaio onde colocaram 4 substâncias diferentes juntamente com um palito de beterraba. Segundo o comunicado de um dos grupos de alunos, “esta atividade laboratorial coordenada pela Doutora Teresa Mouga teve o objetivo de extrair os pigmentos naturais que dão a característica cor rosa à beterraba e observar a sua variação na presença de diferentes substâncias. Os tubos foram numerados respetivamente com a sua ordem de preparação. Onde a pigmentação foi maior foi na presença de água fervida com beterraba isto significa que o melhor método para extrair as antocianinas é a temperatura.”.

Além de outras atividades laboratoriais, os estudantes visitaram a exposição “Plastic Free Ocean” da associação MarMeu. Tratou-se de uma mostra preenchida por diversas esculturas obtidas de plásticos recolhidos nas praias da região com o objetivo de alertar e sensibilizar os alunos para a quantidade de resíduos que acaba nelas e no mar.

“O uso de plásticos e falta de cuidados na reciclagem é abundante e esta exposição remete exatamente para isso com a demonstração de materiais utilizados diariamente como cotonetes, copos de plástico e rolhas”, relataram os alunos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

La Vie prepara chegada do natal

No âmbito da campanha de natal que decorrerá até dia 23 de dezembro, o La Vie Caldas da Rainha tem um vasto programapreparado. No dia 8 de dezembro pelas 15h00, o Pai Natal vai chegar ao La Vie com o Grupo Motard São Rafael. Traz consigo váriosamigos, entre eles o...

Gaeiras reúne setenta artistas e mil presépios

De 8 a 25 de dezembro vai decorrer, no Convento de São Miguel, nas Gaeiras, a 15a Grande Exposição de Presépios. Duranteestes dias, de quinta a domingo, entre as 14 e as 19 horas, poderão ser vistos cerca de mil presépios de 70 artistas de váriospontos do país....

Venda de presépios com fins solidários

No âmbito do tema aglutinador do Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas D. João II “Ser solidário”, e de forma a desenvolver nos alunos o espírito de solidariedade, a interajuda e a cooperação, a reflexão sobre valores e a sensibilidade de olhar para os outros respeitando-os e poder contribuir para melhorar a comunidade, surgiu o projeto “Ser Solidário é DÊ.MAIS”, a envolver as turmas B e F, do 5.ºano de escolaridade, da Escola Básica D. João II das Caldas da Rainha

venda