Q

Previsão do tempo

9° C
  • Sunday 11° C
  • Monday 15° C
  • Tuesday 16° C
9° C
  • Sunday 11° C
  • Monday 15° C
  • Tuesday 17° C
9° C
  • Sunday 11° C
  • Monday 15° C
  • Tuesday 17° C

O termalismo e as terapêuticas integrativas e complementares

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Jorge Mangorrinha foi um dos convidados do Simposium Health & Life 2019, cuja edição foi subordinada ao tema “Terapêuticas Integrativas e Complementares” e realizada pela Universidade do Porto, nos dias 4 e 5 de abril.
Jorge Mangorrinha reconhece que o termalismo se deve abrir às terapêuticas integrativas e complementares

Pela primeira vez, foi integrada a temática do termalismo, no sentido de se avaliarem os benefícios das águas minerais naturais, da crenoterapia e do espaço termal com as complementaridades terapêuticas, designadamente, a medicina tradicional chinesa, medicina ayurvédica, fitoterapia, haloterapia, homeopatia e osteopatia.

A plateia assistiu a uma apresentação de Jorge Mangorrinha intitulada “Termalismo: a diferença não está apenas na água”.

Em declarações ao Jornal das Caldas, o especialista caldense afirmou que, “mesmo não sendo médico”, reconhece que o termalismo “se deve abrir às terapêuticas integrativas e complementares, sem preconceitos, pois desde logo há uma visão holística de saúde nas caraterísticas de uma estância termal”. Isto para além de que o futuro do termalismo deve corresponder a “uma realidade dinâmica, que tem vindo a ajustá-lo a novos desafios, procurando renovadas formas de reinventar as noções de saúde, por exemplo através da introdução dos programas de bem-estar, acompanhadas de um desdobramento das hipóteses de uso, ocupação, lazer e distração e fazendo com que os espaços termais sejam perspetivados numa vertente plurifuncional”.

E disse que a diferença do termalismo em relação a outras terapias está na água, “mas também para além dela”.

Ao Jornal das Caldas, Jorge Mangorrinha referiu, ainda, que o projeto de relançamento termal das Caldas da Rainha tem condições para se distinguir, desde que haja um programa ambicioso e faseado de intervenções e não passe “por cumprir os mínimos eleitoralistas”.

Estas ideias debatidas no Porto podem ser “mais um fator de enriquecimento do encargo que a autarquia tem para cumprir e para disponibilizar aos caldenses e aos mercados nacional e internacional”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

“RBmoda”, nova loja de moda masculina na Rua das Montras

Abriu no passado sábado mais um espaço dedicado à moda masculina em Caldas da Rainha, a RBmoda, que pertence aogrupo Rebelequation Lda, que já detém a loja de marca portuguesa de moda feminina Ferrache. A nova loja de moda masculina situada em plena Rua das...

ferrache1

Vereadora almoça de surpresa na cantina da escola para avaliar refeição  

Várias manifestações de desagrado com as refeições escolares servidas aos alunos nas escolas do concelho das Caldas levaram a vereadora responsável pelo pelouro da educação, Conceição Henriques, a fazer uma visita surpresa a uma das cantinas com o intuito de avaliar o serviço. 

cantina escola