Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
  • Sunday 15° C
15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
  • Sunday 15° C
15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
  • Sunday 16° C

Barco em dificuldades com seis pescadores a bordo

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Foi um grande susto mas está tudo bem e agora é voltar outra vez ao mar. É a luta da faina”, desabafou Vasco Lourenço, mestre do “Avô Rita”, à chegada ao porto de Peniche, depois da embarcação ter estado em dificuldade com a entrada de água a bordo, o que levou a um pedido de socorro quando se encontrava a quatro milhas da costa, ao largo de Santa Cruz, em Torres Vedras, ao final da tarde do passado sábado.
A embarcação de pesca “Avô Rita”, à esquerda, foi rebocada para terra por outro barco

O barco, matriculado no porto de Peniche e com quinze metros de comprimento, transportava seis pescadores, com idades entre 40 e 55 anos, e regressava a terra depois de um dia de faina, quando uma anomalia fez com que começasse a entrar água a bordo. “Vínhamos a navegar e apareceu água dentro da casa das máquinas”, relatou o mestre.

O alerta foi dado pelas 18h41 tendo, de imediato, sido ativada a lancha semirrígida da Estação Salva-vidas de Peniche, a lancha de fiscalização rápida “Hidra” e a corveta “António Enes” da Marinha. Foi ainda solicitado o apoio à Força Aérea para a intervenção do helicóptero EH-101. Contudo, pelas 19h15 a tripulação da embarcação comunicou que a entrada de água tinha sido controlada, necessitando de apoio para reboque.

A corveta e o helicóptero acabaram assim por não serem precisos, tendo os meios da Marinha apoiado a operação de auxílio, que foi concretizada a doze milhas de Peniche, pela embarcação de pesca “Mãe Puríssima”, que realizou o reboque com o apoio do barco “Paz no Mundo”.

O “Avô Rita” chegaria a Peniche cerca das onze da noite de sábado. Os seis pescadores não sofreram nada e tudo não passou de um grande susto. O mestre estava visivelmente abalado.

Esta não é a primeira vez que o “Avô Rita” sofre percalços. Em 2016 o barco ficou encalhado num banco de areia ao largo de Sagres e a tripulação na altura, igualmente seis homens, teve de ser resgatada.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Proteção Civil com simulacros durante uma semana

Ao longo de mais de uma semana, entre 4 e 14 de março, o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) das Caldas da Rainha realiza o Caldex’24, um programa que inclui exposição de meios e simulacros de incêndios, resgate no mar, roubo de automóvel e acidente de viação.

protecao1

Suspeito de homicídio terá sido ajudado

Luís Lopes, o homem acusado pelo Ministério Público (MP) de homicídio qualificado e profanação de cadáver do seu companheiro, em abril do ano passado, em Adão Lobo, no concelho do Cadaval, não será o único arguido a sentar-se no banco dos réus, no início do julgamento, a 18 de março, às 14h00, no Tribunal de Loures, sede da Comarca de Lisboa Norte.

crime

Ciclista da Ribafria venceu a primeira etapa da Taça de Portugal de Masters

Um ciclista do CRP Ribafria | Grupo Parapedra – Dinazoo – Riomagic venceu a primeira etapa da Taça de Portugal de Masters em Taveiro – Coimbra, no dia 25 de fevereiro. É uma corrida em que os atletas competem pela liderança entre escalões, sendo esta prova composta por cinco etapas.

ciclista