Q

Previsão do tempo

13° C
  • Monday 11° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
13° C
  • Monday 10° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
13° C
  • Monday 10° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C

Confessa ter assassinado mulher com golpe de faca no pescoço

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O homem suspeito de ter morto a mulher à facada no Chão da Parada, nas Caldas da Rainha, a 20 de novembro do ano passado, confessou na passada quinta-feira, no Tribunal de Leiria, que foi o autor do crime, usando uma faca de cozinha após uma discussão onde casa onde viviam.

Segundo a agência Lusa, Claude Inácio, de 38 anos, acusado da prática de um crime de homicídio qualificado, contou que ao chegar a casa de madrugada, entre as 01h45 e as 02h30, após ter encerrado o café que era proprietário na Cidade Nova, encontrou a mulher, Sandrina Inácio, de 37 anos, deitada no sofá com o filho mais novo e questionou-a se não eram horas da criança já estar deitada.

Ao coletivo de juízes, o arguido contou que “isso já era motivo de discussão há algum tempo, porque eu entendia que o meu filho devia estar a descansar e ela costumava estar com ele no sofá”.

A discussão, segundo revelou ao tribunal, prosseguiu e a vítima tê-lo-á acusado de “não ter ambição nenhuma” e “de ser um fraco”.

“Fui buscar uma faca à cozinha [com vinte centímetros de lâmina], ela começou a chamar-me nomes e eu disse: qualquer dia corto-te o pescoço. Ela respondeu: queres cortar, corta”, relatou. Ele acabou por desferir-lhe um golpe na zona do pescoço, tendo dessa forma provocado a sua morte

O arguido admitiu que matou a mulher quando esta se encontrava sentada no sofá e com os três filhos, de 2, 9 e 13 anos, a dormir noutra divisão da casa.

Admitiu que “senti culpa. Agi de momento. No fundo, até gostava dela”. Após o crime, escreveu uma carta dirigida ao irmão, a quem telefonou a contar o que se tinha passado, e tentou suicidar-se, cortando o pescoço e espetando uma faca no peito. Foi internado no hospital de Coimbra em estado grave e em coma induzido. Mas ficou livre de perigo.

Segundo o testemunho da mãe da vítima, “eram um casal amigo e nunca houve maus tratos. Ele era uma pessoa impecável, não tenho nada a dizer dele. Não consigo perceber. Ele adorava a mulher e adorava os filhos. Era um excelente pai e ela era uma excelente mãe”.

O julgamento prossegue no dia 2 de julho.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Procissão das chouriças

Decorreram entre 20 e 22 de janeiro, em Valado dos Frades, na Nazaré, as Festas em Honra de São Sebastião, tendo o ponto alto sido a procissão, em que participaram dezenas de grupos com os seus andores de oferendas e devoção religiosa, e o famoso leilão das...

chouricas

Óbidos no Congresso Nacional de Desporto

No passado dia 23 de janeiro realizou-se em Barcelos o Congresso Nacional de Municípios Amigos do Desporto, com a participação de 167 autarquias, entre as quais a de Óbidos, tendo sido partilhadas algumas práticas de programas desenvolvidos em diferentes...

congresso

7.ª Entrega de “Kits Recém-Nascido”

Decorreu no passado dia 16, no Auditório dos Paços do Concelho do Cadaval, a sétima entrega de Kits Recém-Nascido, no âmbito do projeto "Oeste +Grávida". A cerimônia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, José Bernardo Nunes, e de Carla Serrenho...

kit