Q

Previsão do tempo

14° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 22° C
15° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 23° C
15° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 25° C
“Turismo Criativo e Sustentável – O Futuro do Oeste”

“Eco Sea Hostel” vence Concurso de Ideias promovido pela Óbidos.com

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O projeto “Eco Sea Hostel”, executado por três alunos do curso Técnico de Turismo da Escola Técnica e Empresarial do Oeste – ETEO, que se baseia na reutilização de contentores marítimos abandonados nos portos da região em “alojamentos turísticos na segunda linha costeira do mar no Baleal”, foi o vencedor do Concurso de Ideias na área do Turismo Criativo e Sustentável desenvolvido pela Óbidos.Com - Associação Empresarial do Concelho de Óbidos.
O projeto “Eco Sea Hostel” de alunos da ETEO, vencedor do Concurso de Ideias da Obidos.Com

Elaborado por Maria Oliveira Campanhã, Tatiana Pereira e Diogo Vieira, com o professor orientador Almerindo Almeida, apresenta uma solução de alojamento temporário turístico criativo e sustentável, para turistas, perto do mar (localizado no Baleal, Peniche). “Com esta ideia iremos inovar então o conceito dos contentores marítimos ecológicos que já não têm utilidade, criando um hostel com esta nova tipologia de alojamento criada a pensar especificamente nos praticantes de desportos aquáticos mas também para casais jovens”, explicou Maria Oliveira Campanhã, porta-voz do grupo. O investimento é de cerca de 253 mil euros para a remodelação de 25 contentores (imobiliário, sanitários, kitchenette, isolamento térmico, decoração, painéis fotovoltaicos, solares e térmicos e bomba para reutilização e filtragem das águas). As atividades que pretendem criar para dar apoio ao “Eco Sea Hostel” são aulas de surf, recolha de lixo das praias e aulas de yoga.

A divulgação das três propostas vencedoras do Concurso de Ideias para escolas da região decorreu no passado dia 2, no Espaço Ó, em Óbidos, no final do seminário “Novos Modelos de Negócio no Turismo”, que teve como principal orador Tim Vieira, que participou no programa da SIC Shark Tank e ficou conhecido como o “padrinho” dos empreendedores.

Em declarações à imprensa, Tim Vieira achou o projeto vencedor “interessante” e prometeu aos alunos que se vai reunir com eles “para fazer um brainstorming e dar algumas dicas e verificar se existe algum network que podia ajudar a implementar o “Eco Sea Hostel”.

A porta-voz do grupo que venceu revelou que vão “trabalhar para que o projeto seja uma realidade e um negócio de sucesso”. Logo que conseguirem o investimento pensam iniciar o “Eco Sea Hostel”.

Em segundo lugar ficou o projeto “Fish Me”, dos alunos Inês Margarida Gouveia, José Pereira, Rui Felizardo e Maria de Fátima Joaquim, do curso de Gestão de Turismo da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste. Este projeto procura criar a Rota da Sardinha, apresentando diversos itinerários, nos quais é dada a possibilidade de interagir diretamente com a comunidade e as gentes de Peniche ligadas ao mar e à sardinha. Os itinerários passam desde a participação na pesca, visita às fábricas de conserva, apoio na reparação dos barcos tradicionais, fazer a renda de bilros e terminar com a degustação de pratos típicos da região de peixe fresco e marisco.

“Glamping com os dinossauros” foi a ideia de negócio que ficou em terceiro lugar. Com a inauguração do Dino Parque na Lourinhã, e tendo por base o acréscimo de turistas que o mesmo irá promover na região, Cheila Norte e Sabrina Antunes, alunas da ETEO tiveram a ideia de disponibilizarem “alojamentos ambientados com o espírito de aventura que é oferecido pelo parque”.

O Glamping com os Dinossauros é uma forma de alojamento destinado a turistas que em ambiente familiar e de conforto, possam pernoitar junto ao parque. Paralelamente, a oferta não se resumirá apenas a alojamento, mas serão oferecidos programas diversificados que envolvem parcerias com o Dino Parque, e outras empresas de aventura e lazer que possam disponibilizar atividades relacionadas com a floresta e o mar, nomeadamente caminhadas, btt, canoagem e passeios de barco.

Foram entregues 40 projetos no âmbito do Concurso de Ideias para as escolas, onde 15 candidaturas foram selecionadas da ETEO, Escola Superior de Artes e Design, Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste e Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar, que foram apresentadas no dia 28 de fevereiro e avaliadas pelo júri, composto por várias entidades, entre os quais o administrador do grupo Medioeste, António Salvador, proprietário do JORNAL DAS CALDAS.

O Grupo Medioeste ofereceu 42 perfumes Vintage aos participantes cujos projetos foram selecionados.

Tim Vieira – “Os portugueses são autênticos”

“Ser empreendedor é ter coragem e trabalhar para melhorar como se fazem as coisas”, disse Tim Vieira, que ficou conhecido com o programa da SIC, Shark Tank, onde tem ajudado a criar novos projetos. Para este empresário, que tem negócios na área da agricultura, energia e moda, “Portugal está numa onda de vários sucessos e tem que aproveitar a vinda dos turistas para melhorar a indústria de exportação”. “Um estrangeiro chega cá e fica muito admirado, porque somos autênticos”, adiantou Tim Vieira, revelando que “temos que valorizar o que é nosso”. “Os estrangeiros ficam espantados como conseguimos adaptarmo-nos à língua deles e quando falam de Portugal já falam de nós de maneira diferente”, apontou.

Disse que quer conhecer melhor o Oeste, referindo que “experiências só são feitas se houver pessoas que querem fazer diferente na região”, revelando que vai voltar para ir ao Festival de Chocolate de Óbidos.

No seminário participaram vários empreendedores e representantes de instituições e empresas, entre eles, José Coutinho, coordenador do Leader Oeste, e Paulo Simão, secretário da Oestecim.

Carlos Martinho, presidente da Óbidos.com, partilhou com o público presente a sua experiência com a requalificação da Josefa D’Óbidos – Hotel, revelando que em 2017 aumentou a taxa de ocupação de 60% para 73%, o que é “excelente”. Destacou ainda a pontuação de 8,8 do Booking.com e que mais de 63% das reservas são feitas através desta plataforma.

Miguel Silvestre, diretor executivo do Parque Tecnológico de Óbidos, falou do funcionamento do Parque e das 40 empresas (200 pessoas trabalham diariamente) que lá estão sedeadas. Destacou os eventos orientados para a valorização de competências e a promoção do networking interno e externo, tendo sempre em vista o crescimento das empresas instaladas e o desenvolvimento de novas interações comerciais.

O empreendedor caldense Leonardo Lino explicou como iniciou com Pedro Esteves a startup “Porter”, que está a desenvolver uma aplicação para abrir portas por telemóvel. Trata-se da criação de uma aplicação informática de smartphones para acesso a espaços, substituindo as chaves, que já suscitou interesse no Reino Unido e que está a atrair a China.

Leonardo Lino destacou a ajuda do Parque Tecnológico de Óbidos, onde a startup está sedeada e que os levou ao Web Summit. Para este empreendedor, para iniciar um negócio é necessário “validar a ideia, executá-la e depois vendê-la”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Ministra da Modernização veio acompanhar criação de região inteligente

A Comunidade Intermunicipal do Oeste recebeu na sua sede, nas Caldas da Rainha, no passado dia 20, a ministra da Juventude e Modernização, Margarida Balseiro Lopes. No centro das atenções esteve o Projeto Oeste Smart Region, num encontro que assinala mais um passo na jornada da região Oeste rumo à transição digital.

ministra

Licenciatura de biotecnologia em Peniche sem desemprego

O curso de licenciatura de biotecnologia, da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche está entre os 45 cursos superiores em Portugal com uma taxa de desemprego de zero por cento, segundo dados divulgados pelo Portal InfoCursos, do Ministério da Educação, Ciência e Inovação (MECI), sendo a única formação em biotecnologia na lista.