Q

Previsão do tempo

7° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 12° C
7° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 13° C
7° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 13° C

Estudantes e diplomados da ESAD.CR na Bienal de Arte de Cerveira

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Estudantes e diplomados da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha (ESAD.CR) participam na exposição “O Fator Cavalo” na Bienal Internacional de Arte de Cerveira. A exposição integra escultura, objetos, bordado, imagem projetada, documentos visuais e sonoros, e palavra, e elege a solidão como problema central do fazer artístico, propondo repensar o peso das influências, da consciência histórica e autoral, e da distância crítica. Estudantes e diplomados da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha (ESAD.CR) participam na exposição “O Fator Cavalo” na Bienal Internacional de Arte de Cerveira. A exposição integra escultura, objetos, bordado, imagem projetada, documentos visuais e sonoros, e palavra, e elege a solidão como problema central do fazer artístico, propondo repensar o peso das influências, da consciência histórica e autoral, e da distância crítica.
Exposição “O Fator Cavalo”

João dos Santos, diretor da ESAD.CR, destaca “a já tradicional exposição com trabalhos de estudantes da escola na Bienal, na secção de Escolas de Arte, que tem vindo a crescer, e a que este ano se acrescenta a participação nesta exposição, com estudantes e diplomados da ESAD.CR, selecionados pela qualidade do seu trabalho para esta mostra internacional, na secção Curatorial”.

Com a curadoria de Nuno Faria, docente da ESAD.CR, a exposição “O Fator Cavalo” conta com a participação de Pedro Koch e Nuno Braumann, com trabalhos conjuntos e individuais realizados no âmbito da licenciatura em Som e Imagem, Rogério Abreu, estudante do mestrado em Artes Plásticas e, de Antónia Labaredas, diplomada da ESAD.CR, acompanhados dos artistas João Fragoso e Francisco Luzio, ambos com ligação às Caldas da Rainha.

“A exposição “O Fator Cavalo – Emergências e fulgurações vernaculares na prática artística contemporânea“ reúne um conjunto de artistas contemporâneos cuja prática problematiza e dialoga com o vernáculo, o ingénuo e o marginal, retomando um interesse que em Portugal conheceu o seu expoente no final da década de 1950, entendendo-se até ao final dos anos 1970”, lê-se no texto que acompanha a exposição, da autoria de Nuno Faria.

A Bienal Internacional de Arte de Cerveira 2017 decorre até 16 de setembro.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Peão Cavalgante/Arneirense no Torneio de Xadrez Centenário

Realizou-se no Sport Operário Marinhense, na Marinha Grande, no passado dia 29, o Torneio de Xadrez Centenário, onde António Policarpo foi o único representante da Associação Peão Cavalgante/Arneirense, das Caldas da Rainha. Participaram 80 jogadores com o ritmo de...

xadrez

Festival das Sopas

O Sport Clube Escolar Bombarralense vai organizar na sua sede a sexta edição do Festival das Sopas, nos dias 11 de fevereiro, das 18h às 23h, e 12 de fevereiro, das 12h às 16h. Haverá variadas sopas para degustar. As crianças dos 5 aos 10 anos pagam quatro euros e...

Exposição sobre José Saramago no CCC

O STAL - Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins associou-se ao centenário de nascimento do Prémio Nobel da Literatura José Saramago, através de uma exposição com a chancela da Fundação José...

saramago