Q

Previsão do tempo

12° C
  • Monday 11° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
12° C
  • Monday 10° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
13° C
  • Monday 10° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
Toiros e toiradas

Receção aos emigrantes

Luciano Silva (texto) Marlene Sousa (fotos)

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Realizou-se no passado sábado uma corrida de toiros de boas-vindas para os emigrantes. Noite cálida, praça cheia (exceção para o setor da sombra), grande ambiente com muitos turistas de várias nacionalidades a marcar presença. Correu-se um curro de toiros bravos e duríssimos para os forcados da ganadaria de Fernandes de Castro e atuaram seis cavaleiros pela seguinte ordem: Luís Rouxinol, a quem calhou em sorte o melhor toiro da noite, dando azo a um enorme triunfo do cavaleiro de Pegões, com grande emoção nas artísticas bregas ladeadas à volta do redondel, ferros curtos espetaculares, onde não faltou uma rosa de palmo e o indispensável par de bandarilhas a culminar enorme atuação.
Luís Rouxinol

Bem ao contrário, a Ana Batista saiu a fava, pois calhou-lhe o único manco da noite, toiro parado no meio da arena, não saindo dali por mais que citado e desafiado pela exímia cavaleira, que só com esforço e muito a custo conseguiu deixar a ferragem da ordem.

De seguida para tourear veio António Brito Paes e paradoxo dos paradoxos, este terceiro toiro da noite corre-corre atrás da montada, ataca o cavalo de qualquer sítio da arena, não se parando para assim Brito Paes poder citar, partir e executar a sorte. Teve de ser em curto e ataque mútuo, a cravagem dos primeiros ferros, para só no final o toiro se entregar, com o cavaleiro a dominar e a ficar por cima. Foi uma lide de menos a mais de grande mérito até.O cavaleiro decidiu mal, recusando no final a volta à arena pois merecia esse prémio sem qualquer dúvida.

Cumprido o intervalo entra na arena Manuel Telles Bastos, para logo surpreender com uma sorte de gaiola a esperar o toiro frente a frente na saída do curro de forma espetacular. O que há a dizer do resto da lide é que foi mais um toiro bravo. Excelente atuação de toureio reto frontal e clássico, como tão bem os Telles sabem fazer.

O quinto toiro da noite foi mais um bravo que não nos pareceu totalmente aproveitado pelo cavaleiro Jacobo Botero que tanto agrado deixou nas Caldas em anos transatos. Quis o jovem cavaleiro colombiano voltar a agradar e a triunfar nesta praça, mas pareceu-nos algo precipitado fazendo as coisas muito à pressa sem um sentido certo a dar à arena. Ainda assim a lide foi movimentada e aplaudida, com destaque para uma sorte de gaiola e um ferro de violino.

Para completar o cartaz de cavaleiros atuou outro jovem cavaleiro, Luís Rouxinol, júnior, com alternativa tirada recentemente e que aparece na festa brava a provar que vai honrar a figura de seu pai.

Este Rouxinol júnior, sendo filho de peixe não só sabe nadar como sabe lindamente cantar tauromaquicamente falando. Voltou aqui nas Caldas a confirmar a sua alternativa, apresentando-se com a lição bem estudada num recital de bem tourear. O futuro passa por ele, assim como a festa brava nunca deixará de ter futuro.

Noite negra para os forcados

Isso mesmo, foi uma noite negra para os grupos de forcados – os amadores de Vila Franca e das Caldas da Rainha. Só duas pegas foram consumadas na primeira tentativa, resultando espetacular a terceira da noite, sendo as restantes autêntico pandemónio na arena.

Os toiros, para além de bravos para os cavalos, foram simplesmente demoníacos para os forcados – partiam com velocidade incrível, entravam pelo grupo dentro com uma força brutal, destroçando tudo em seu redor. Resultado, muita gente maltratada, muitas baixas na enfermaria. O público em geral, quer seja aficionado ou não e principalmente os forcados, têm que saber que há toiros impossíveis de pegar. Insistir só por uma questão de brio pondo em risco a própria integridade física é uma estupidez.

O toiro é a besta bruta e fera selvagem, o homem tem tudo para saber definir, renunciar numa situação destas não é cobardia mas sim sinal de elevada inteligência.

Todo este aparte serve para relembrar aos bravos forcados das Caldas que não vão faltar oportunidades para voltar a afirmar o seu reconhecido valor.

Corrida de 15 de agosto

No dia 15 de agosto, pelas 18 horas, vai decorrer um concurso de ganadarias, com os cavaleiros António Telles, Filipe Gonçalves e Francisco Palha, para além dos forcados amadores de Santarém e de Caldas da Rainha.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Procissão das chouriças

Decorreram entre 20 e 22 de janeiro, em Valado dos Frades, na Nazaré, as Festas em Honra de São Sebastião, tendo o ponto alto sido a procissão, em que participaram dezenas de grupos com os seus andores de oferendas e devoção religiosa, e o famoso leilão das...

chouricas

Óbidos no Congresso Nacional de Desporto

No passado dia 23 de janeiro realizou-se em Barcelos o Congresso Nacional de Municípios Amigos do Desporto, com a participação de 167 autarquias, entre as quais a de Óbidos, tendo sido partilhadas algumas práticas de programas desenvolvidos em diferentes...

congresso

7.ª Entrega de “Kits Recém-Nascido”

Decorreu no passado dia 16, no Auditório dos Paços do Concelho do Cadaval, a sétima entrega de Kits Recém-Nascido, no âmbito do projeto "Oeste +Grávida". A cerimônia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, José Bernardo Nunes, e de Carla Serrenho...

kit