Q

Previsão do tempo

9° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 13° C
9° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 13° C
8° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 13° C

Empresários vão abrir discoteca nos Silos para recuperar diversão noturna dos anos 90

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Os Silos nas Caldas da Rainha vão ser transformados numa megadiscoteca em dois andares. Um grupo de investidores quer apostar na antiga Ceres como local de diversão noturna. O JORNAL DAS CALDAS falou com um dos quatro promotores que quer devolver às Caldas da Rainha as noites áureas dos anos 90.
Os Silos nas Caldas da Rainha vão acolher uma megadiscoteca em dois andares

“Apesar de o espaço já estar ativo em várias áreas, achámos que era o local ideal para mais um projeto novo, com grande potencial”, disse o empresário, adiantando que vão “ocupar dois andares”. Um será uma discoteca de música eletrónica alternativa com Dj’s e o outro é para a geração mais velha com música dos anos 80 e 90. “O intuito é ter oferta musical inovadora na noite no Oeste e rapidamente transformar este projeto num nome incontornável, tal como foi a Green Hill na Foz do Arelho”, revelou.

E sem alterações à traça do edifício, as obras de requalificação dos dois andares estará a cargo de uma equipa de designers caldenses. “É um projeto adaptado aos novos tempos”, garantiu o investidor, que nesta fase quer manter o anonimato. O valor do investimento também não foi divulgado.

O promotor acredita que este projeto poderá ser um sucesso. “Os Silos têm um grande potencial para uma discoteca com todas as condições”, disse.

“O objetivo é fazer as obras certas com o isolamento necessário para não incomodar ninguém”, adiantou, revelando que querem com o projeto “captar pessoas de toda a região Oeste”.

A Ceres tem neste momento cerca de vinte inquilinos, sendo um dos maiores arrendatários o projeto Silos Contentor Criativo, liderado desde 2010 por Nicola Henriques.

Até o fecho desta edição não foi possível ao JORNAL DAS CALDAS apurar mais pormenores junto da autarquia e da família Paiva e Sousa, proprietária do espaço. Mais informação sobre este projeto inédito nas Caldas da Rainha será publicada na próxima edição.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Traficante procurado pela Interpol detido em Peniche

Um brasileiro de 37 anos, procurado pela Interpol (polícia internacional) desde agosto de 2022 para cumprimento de uma pena de sete anos de prisão, pela prática do crime de tráfico de estupefacientes no Brasil, vai ficar em prisão preventiva depois de ter sido detido, em Peniche, por uma equipa conjunta do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e da Polícia Judiciária (PJ).

interpol

PSP combate criminalidade em bares e ruas no centro das Caldas

Uma operação desenvolvida pela PSP das Caldas da Rainha na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado, tendo como alvo bares no centro da cidade e ruas nas proximidades, com o objetivo de “prevenir a criminalidade violenta e grave ou organizada e aumentar o sentimento de segurança na população”, originou a detenção de quatro homens, com idades entre 21 e 28 anos, pelos crimes de tráfico de droga, posse de arma proibida e condução em estado de embriaguez.

psp1

Massagem de flores da mata Rainha D. Leonor

Termas abrem época com novidades A época termal na vertente terapêutica da ala sul do Hospital Termal das Caldas da Rainha vai reabrir a 1 de fevereiro com muitas novidades a nível do bem-estar. O lançamento de banhos de rituais de cacau e menta, a massagem de...

termas 1