Q

Previsão do tempo

16° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 22° C

DAR pretende instalação definitiva de um Fab Lab nas Caldas

Francisco Gomes
13 de Dezembro, 2016
A DAR, associação sem fins lucrativos, pretende constituir de forma definitiva nas Caldas da Rainha um Fab Lab, um espaço onde é mantido um conjunto de maquinaria de qualidade industrial, operada por meio de software open source que permite que ficheiros e informação digital se transforme em matéria. Por exemplo, “que os planos de uma cadeira sirvam para que a madeira seja cortada automaticamente e posteriormente se assemble essa mesma cadeira com facilidade”.
Avental de serviço (experimentado em cafés) por Rita Olivença, um protótipo de produto saído do Fab Lab em instalação (foto André Rocha)

O conceito nasceu no MIT – Massachussets Institute of Technology. Hoje, a sua rede é vasta e global, havendo Fab Labs a operar das mais diversas formas em quase todos os países do mundo. Embora respeitem alguns denominadores comuns, muitas são as formas como se adaptam de modo mais ou menos institucional às necessidades da sua comunidade.

O Fab Lab Caldas da Rainha nasceu na DAR nas suas anteriores instalações, na antiga moagem Ceres. A atividade que aqui desenvolveu fez-lhe merecer o reconhecimento enquanto Fab Lab em instalação.

“No entanto, as restrições financeiras da atividade 100% independente que a DAR leva a cabo e a ausência de modelo sustentável levaram-nos a repensar o projeto para que este possa evoluir de modo mais consolidado”, avança a associação.

A DAR pretende obter junto da comunidade, experts e outros agentes opiniões, contributos e manifestações de apoio, facilitação de acesso a meios, disponibilidade para parcerias, entre outras hipóteses. Este Fab Lab pretende ser baseado na partilha de recursos e admite ser elegível para aceder a financiamento público elementar que permita manter instalações e cumprir com a missão, e estabelecer acordos de parceria com o setor privado, para além de se procurar incrementar a participação associativa, e consequentemente o formato de quotizações.

“Pretendemos continuar com o projeto da loja online da DAR, mantendo aqui as receitas geradas pela distribuição de marcas internacionais de Open Hardware, que conseguimos e mantemos ao longo dos últimos anos, bem como acordos de comercialização de peças, dispositivos e outros artefactos que derivem de trabalhos no Fab Lab Caldas da Rainha, e pretendemos comercializar serviços de prototipagem baseados nos equipamentos existentes no Fab Lab, trabalho a efetuar fora do horário dos Open Days”, revela.

“Manter e incrementar a lógica das residências, agregando um espaço de cowork fundamentalmente vocacionado para postos de trabalho que se relacionem com as atividades a desenvolver no Laboratório”, é outro objetivo.

“O Fab Lab Caldas da Rainha é fundamentalmente um espaço vocacionado para a comunidade maker, para designers interessados em novos paradigmas produtivos e de disseminação do seu trabalho”, descreve a DAR, que tenciona criar uma zona/oficina e respetivos equipamentos de apoio às tecnologias cerâmicas, à agricultura, ao turismo e indústrias culturais.

Estão previstos open days à comunidade, a estudantes e estágios curriculares.

A associação pode ser contada pelo e-mail dar@d21s.org.

Francisco Gomes

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido na Foz do Arelho por tráfico de droga

Um homem de 27 anos foi detido na Foz do Arelho na passada quarta-feira por tráfico de estupefacientes. No decorrer de uma ação de patrulhamento da GNR das Caldas da Rainha, com o reforço dos postos de São Martinho do Porto e do Bombarral, os militares depararam-se...

246347459 2428007130663237 4279653524251237677 n

Dupla fez roubo em supermercado e foi apanhada a assaltar restaurante

Dois jovens foram imobilizados por clientes quando tentavam assaltar um restaurante em Casais do Baleal, no concelho de Peniche, na noite de passada quinta-feira, depois de terem levado 290 euros de um supermercado na Foz do Arelho, sob ameaça de arma de fogo. Presentes a tribunal, foram deixados em liberdade com apresentações semanais às autoridades policiais, enquanto decorre o processo judicial.

assalto