Q

Previsão do tempo

16° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 25° C
  • Wednesday 21° C
16° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 26° C
  • Wednesday 21° C
17° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 22° C

Angariação de fundos para melhorar casa de criança deficiente

Francisco Gomes
6 de Dezembro, 2016
David tem dez anos e é portador de paralisia cerebral. Não anda, não fala e também não vê. Tem epilepsia. São complicações surgidas após um AVC aos seis meses de gestação. A criança nasceu com sequelas devido a um acidente de viação sofrido pela mãe, que lhe provocaram hemorragias cerebrais.
David tem dez anos e é portador de paralisia cerebral

Têm sido muitas as despesas com consultas, tratamentos e deslocações para as especialidades de oftalmologia, neurologia, neurocirurgia e cardiologia, além de várias terapias. Apesar de alguma recuperação, o desenvolvimento de David ficou irremediavelmente comprometido e o que resta é proporcionar-lhe alguma qualidade de vida, mas isso também não tem sido fácil.

Os pais de David, Conceição e Carlos Lourenço, vivem numa casa que precisa de obras no Arelho, em Óbidos. “Começou a chover no nosso quarto, na cozinha e o teto da casa de banho começou a desfazer-se. O madeiramento do telhado ficou podre e o forro de madeira também se começou a deteriorar. A parte tardoz da casa ficou em risco de ceder e o frio circulava livremente pela casa através das janelas de madeira deterioradas, o que fazia com que o David todos os dias chorasse de sofrimento porque não tem a mesma capacidade que nós em aquecer, muito sobretudo por não andar”, recordou a mãe.

O facto de David estar a crescer e a casa, por ser um imóvel antigo e de divisões pequenas, não fornecer a mobilidade necessária para a nova cadeira de rodas circular pelas divisões, é outra contrariedade. Além da recuperação da casa por causa dos problemas de humidade e estruturais, tornou-se necessário também alargar as divisões para a zona tardoz de currais, adega e casa do forno, para que o David possa circular pela sua própria casa.

Este ano deram início à obra com uma verba de 4.449,81 euros disponibilizada pela Associação Salvador mas ainda é necessário mais material para que a odisseia chegue ao final, pelo que decidiram abrir este projeto à comunidade, divulgando a lista de artigos que são precisos, no valor de 5.800 euros: 770 telhas sol super 10, 640 tijoleiras 40, 36 vigas 4m, 46 telhões, 60 tamancos, 20 varas ferro 12, 30 varas ferro 10, 24 varas ferro 6, 200 sacos de cimento 25kg, 8 m3 mistura caboco, 4 m3 mistura reboco, 4 m3 areia fina, um rolo malha sol, 4 latas de tinta de 20l, 195 m2 de ladrilho, 7 aros de portas e 3 portas de alumínio de 90 cm.

Também é possível ajudar fazendo donativos através de conta corrente aberta para aquisição de materiais nas lojas Manuel Rodrigues Ferreira e Lealmat em nome de Carlos Filipe dos Santos Lourenço ou do nib 0007 0233 00295854803 67 conta Novo Banco. A mãe de David pode ser contatada pelo tlm. 934010878.

Francisco Gomes

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Deco Ribatejo e Oeste já é um centro Eusoudigital

A Deco (associação de defesa do consumidor) aceitou o convite do programa Eusoudigital e promove a capacitação dos consumidores da região Ribatejo e Oeste para a transição digital.

deco

VASP desrespeita decisão do tribunal e continua a cobrar taxas aos seus agentes

A Associação Nacional de Vendedores de Imprensa (ANVI) vem divulgar o desrespeito total da VASP - Distribuidora de Publicações, SA, ao cumprimento das ordens do tribunal, providência cautelar de 9 de julho de 2021 e despacho do dia 9 de setembro de 2021, que suspendeu a taxa diária de distribuição.