Q

Previsão do tempo

12° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
12° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
13° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C

Escritor condenado à morte por governo iraniano vem ao Festival Literário Internacional de Óbidos

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O escritor britânico Salman Rushdie, um dos autores mais premiados da Literatura contemporânea, confirmou a sua presença no Festival Literário Internacional de Óbidos, de 22 de Setembro a 2 de Outubro deste ano, onde vai apresentar a sua mais recente obra “Dois anos, oito meses e vinte e oito noites”.
Salman Rushdie escreveu Versículos Satânicos, que causou controvérsia

Mais de 25 anos depois da publicação de “Versículos Satânicos”, a obra polémica que lhe valeu o Whitbread Prize, o britânico de 68 anos, faz parte do leque de escritores que este ano está presente em Óbidos no Folio.

Os Versículos Satânicos, livro que condenava o Islão por perseguição contra várias religiões cristãs e hindus), causou controvérsia no mundo islâmico, que considerou a obra ofensiva ao profeta Maomé. Aiatolá Khomeini, líder do Irão, chamou o seu livro de “blasfémia contra o Islão” e condenou Rushdie pelo crime de “apostasia” – fomentar o abandono da fé islâmica – punível com a morte. Khomeini ordenou a todos os “muçulmanos zelosos” o dever de tentar assassinar o escritor, forçado a viver no anonimato por muitos anos.

Há muito radicado no Reino Unido, mas nascido na Índia e descendente de uma família muçulmana, o romancista, de 68 anos, viveu escondido e sob proteção policial do governo britânico, e teve ainda assim melhor sorte do que os seus tradutores japonês e italiano: Hitoshi Igarashi foi mortalmente apunhalado e Ettore Capriolo, também esfaqueado, acabaria por sobreviver. E julga-se que o atentado de 1993 contra o editor norueguês de Rushdie, William Nygaard, baleado com três tiros nas costas, esteja igualmente relacionado.

O gesto de Khomeini levou o Reino Unido a quebrar as suas relações diplomáticas com o Irão, e foi justamente para conseguir reatá-las que, em 1998, o governo iraniano, então liderado por Mohammad Khatami, assegurou publicamente que não promoveria ou apoiaria operações destinadas a assassinar Salman Rushdie.

Mas ainda este ano voltaram a ser revelados montantes que acrescentam 550 mil euros à recompensa já existente de 3,5 milhões de euros a quem executar o escritor. Em entrevistas, tem dito que não se importa com a ameaça e que tem vivido normalmente nos últimos anos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeitos de pesca ilegal fogem à GNR

O Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré da GNR apreendeu seis quilos de meixão naquele concelho, no passado dia 24, no âmbito de uma ação de fiscalização levada a cabo com o objetivo de combater a captura ilegal de enguia europeia, vulgarmente conhecida...

meixao 1

Infantis de Óbidos em bom plano

A equipa de infantis do clube Óbidos Criativa competiu, no passado dia 21 na XXX Taça Vale do Tejo, nas piscinas municipais de Alcobaça. Mara Cotrim, Leonor Martins, Leonor Silva, Justin Borges, Tiago Correia e Pedro Capinha foram os jovens que nadaram com as cores...

infantis 2

Óbidos Cycling Team quer ser referência em sub-23

Nasceu a Óbidos Cycling Team sob a égide do Município de Óbidos, concretizando o sonho do diretor e manager da equipa, Micael Isidoro, ex-ciclista profissional licenciado em treino desportivo com especialização na área do ciclismo, pós-graduação e mestrado em alto...

cycling