Q

Previsão do tempo

5° C
  • Monday 9° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
6° C
  • Monday 9° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
5° C
  • Monday 8° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
18ª Jornada do Campeonato Nacional 1ª Divisão

Caldas Rugby Clube 5 – C.R. Santarém 39

Huw Robbins

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Alinharam pelo Caldas: Filipe Nobre, Dorin Plameadala, Rui Santos, Luis Gaspar, Bruno Martins, Pedro Santos, Filipe Gil, Giorgi Turabelidze, Salvador Cambournac, Jonathan Nolan (Cap.), David Esteves, Diogo Vasconcelos, Gonçalo Silva, Daniel Fernandes, Tomas Melo, João Vicente, Antonio Mil-Homens, Sebastião Vasconcelos, Gustavo Moura, João Leitão, António Vidigal. Treinador: Patricio Lamboglia, Treinador-Adjunto: Guilherme Neves Fisioterapeuta: Rodrigo Santos Auxiliares: Pedro Esteves, Ricardo Marques
Jogo nas Caldas da Rainha

Com o tempo a ameaçar chuva, vento forte e inconstante na direção, prejudicando ambas as equipas, pitch em bom estado, e com o público em número apreciável, em maioria afeto aos ribatejanos, fruto da excelente época que têm vindo a protagonizar, assistiu-se a uma boa partida.

Os pelicanos, com a sorte já traçada, relegados à 2ª divisão, procuravam despedir-se desta época com um jogo empenhado.

Os primeiros minutos foram um pouco desconexos, ainda que com alguns bons apontamentos. O Santarém iniciou a tentar construir fases de ataque, mas estragou o bom trabalho coletivo por mergulho no ruck, respondendo o Caldas com um excelente pontapé tático profundo no território adversário.

Aos dez minutos o Santarém construiu uma sucessão de fases e, através de rápidas trocas entre os seus 3/4 resultou um ensaio não convertido.

Nos dez minutos seguintes, os cavaleiros tiveram muitas oportunidades para aumentar a vantagem, mas muitos dos seus movimentos promissores foram abortados por erros de passe ou placagens no limite por parte dos

Depois de um período de jogo a meio-campo, Santarém conseguiu marcar um ensaio convertido, rompendo uma frágil defesa caldense num dia com falta de crença na placagem.

Outro movimento de ataque, em profundidade e rápido, sem contestação na placagem, resultou em mais um ensaio não convertido aos 36 minutos.

Os pelicanos reagiram positivamente e, aos 38 minutos, optaram por jogar à mão uma penalidade torneira perto de linha de ensaio do Santarém, mas a movimentação dos avançados não teve a coesão necessária e o ataque gorou-se no contacto, por um toque para a frente.

No final da primeira parte o Santarém demonstrou uma falta de auto-disciplina, vendo dois dos seus jogadores amarelados (dez minutos no “sin bin”) no espaço de dois minutos, por contestação de decisões do árbitro.

Ao intervalo: Caldas 0 – 17 Santarém. O Santarém entrou na 2ª parte ao ataque, colocando o jogo no meio campo do Caldas, que não soube reagir adequadamente.

O Santarém consegue várias penalidades a seu favor nos 22 metros adversários e, após algumas opções erradas, produz uma boa jogada à mão e obtém, ao 46º minuto, um ensaio na ponta direita, não convertido.

Os dez minutos seguintes foram pobres em termos técnicos, com ambas as equipas a cometerem muitos erros. O jogo recupera algum entusiasmo, novamente no minuto 55, quando o Santarém consegue uma excelente jogada à mão que termina com um pontapé a seguir, um ruck bem limpo e um toque de meta, não convertido. Quatro minutos depois, de novo um excelente pontapé tático resulta em novo ensaio, não convertido, para os

cavaleiros.

O Caldas tentou sempre ser competitivo, mas o desânimo natural de fim de época pouco positiva bloqueou a capacidade de placagem, o que resultou em grandes dificuldades para conter os rápidos movimentos do Santarém. Com a entrada nos últimos quinze minutos, ambas as equipas procederam a várias substituições.

No minuto 69, o Caldas formou um maul, bem conduzido, empurrando o pack escalabitano até perto da sua linha de ensaio. Contudo, acabou finalizar com a saída pela lateral. O Santarém respondeu com um movimento rápido, mas frustrado por uma boa defesa pelicana.

O Caldas pressionou nos últimos cinco minutos e, finalmente, marcou um ensaio, não convertido, no minuto 77, pelo centro Gonçalo Silva, recompensa justa pelo esforço e determinação que tentou demonstrar. O jogo não terminou sem o Santarém confirmar a sua superioridade com mais um ensaio, este convertido, nos últimos minutos do jogo.

Resultado final: Caldas 5-39 Santarém.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Procissão das chouriças

Decorreram entre 20 e 22 de janeiro, em Valado dos Frades, na Nazaré, as Festas em Honra de São Sebastião, tendo o ponto alto sido a procissão, em que participaram dezenas de grupos com os seus andores de oferendas e devoção religiosa, e o famoso leilão das...

chouricas

Óbidos no Congresso Nacional de Desporto

No passado dia 23 de janeiro realizou-se em Barcelos o Congresso Nacional de Municípios Amigos do Desporto, com a participação de 167 autarquias, entre as quais a de Óbidos, tendo sido partilhadas algumas práticas de programas desenvolvidos em diferentes...

congresso

7.ª Entrega de “Kits Recém-Nascido”

Decorreu no passado dia 16, no Auditório dos Paços do Concelho do Cadaval, a sétima entrega de Kits Recém-Nascido, no âmbito do projeto "Oeste +Grávida". A cerimônia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, José Bernardo Nunes, e de Carla Serrenho...

kit