Q

Previsão do tempo

18° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 21° C
18° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 22° C
19° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 23° C

“Os Verdes” vão questionar o Ministério do Ambiente sobre poluição das Caldas enviada para a Lagoa

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Uma delegação do Partido Ecologista “Os Verdes”, juntamente com eleitos locais da CDU, esteve na Lagoa de Óbidos na tarde de 11 de abril e revelou à imprensa que vai questionar o Ministério de Ambiente na Assembleia da República sobre “avançar para a segunda fase de intervenção na Lagoa de Óbidos sem que se vejam resolvidos os problemas antigos da poluição”.
Delegação de “Os Verdes” e eleitos locais da CDU na Lagoa de Óbidos

Isto depois de ter ouvido as queixas de Vítor Diniz e António Peralta, daComissãoCívica deProteçãodasLinhas de Águae Ambiente das Caldas da Rainha, que ameaçaram ir à “União Europeia boicotar os fundos comunitários que possibilitarão a segunda fase das obras na lagoa” se a autarquia das Caldas “não resolver a questão do saneamento (40%) que não está a ser tratado pela ETAR e está a ser remetido para a Lagoa sem tratamento”.

Apesar de achar importante questionar o ministério de ambiente sobre a sua “articulação com a autarquia local a nível de saneamento para preservação da diminuição da poluição”, Sónia Colaço, de “Os Verdes”, reconhece que “não se pode esbanjar a oportunidade da verba dos fundos comunitários para intervir na lagoa”. No entanto, salientou que o trabalho “tem que ser articulado entre as várias entidades e bem feito, sob pena de daqui por uma década estar tudo na mesma”.

Sónia Colaço destacou que a conversa que teve com os elementos da comissão e eleitos locais da CDU permitiu perceber que é preciso também questionar o ministério sobre as dragagens que foram recentemente concluídas. “Efetivamente os trabalhos são visíveis, mas precisamos de saber o que ficou por concluir”, disse a dirigente.

A delegação do Partido Ecologista “Os Verdes” também visitou a lagoa do lado de Óbidos e solicitou a presença de elementos do grupo Plataforma Defender o Bom Sucesso, para que “se possam também inteirar de todos os impactos que estão a ser causados”. “O fato dos dragados estarem sem proteção de vegetação também fará que arraste areia para o interior da lagoa”, disse Sónia Colaço.

“Consoante toda a informação que a plataforma nos puder disponibilizar, iremos avançar com trabalho na Assembleia da República no sentido de dar respostas concretas que sirvam concretamente os interesses da salvaguarda da lagoa”, adiantou a dirigente.

Vítor Diniz disse que solicitou ao presidente da Câmara que averiguasse juntos dos técnicos qual a quantidade de saneamento das Caldas da Rainha que não é tratado pela ETAR e que está a ser remetido para a Lagoa sem tratamento. Revelou que o autarca irá reunir-se com ele no dia 20 de Abril, para lhe dar as respostas pedidas.

Presidente da Junta da Foz duvida da primeira fase das dragagens

Os autarcas das Caldas e Óbidos e os presidentes de Junta das freguesias que têm ligação com a lagoa estiveram reunidos no passado dia 7 com o presidente e técnicos da Agência Portuguesa do Ambiente, num encontro à porta fechada.

O presidente da Junta da Foz do Arelho, Fernando Sousa, porta voz das quatro freguesias com ligação à lagoa, disse que fez várias reclamações na reunião e que a explicação dos técnicos não fez mudar a sua opinião em relação ao fim dos trabalhos da primeira fase da lagoa. “Nos últimos quinze dias da intervenção houve alguma coisa que falhou”, disse o autarca, que espera agora “o relatório da fiscalização das obras para poder averiguar e discutir na próxima reunião pública, que terá lugar no Inatel no final deste mês ou princípio de maio.

Quanto à segunda fase da intervenção na Lagoa, Fernando Sousa afirmou que lhe foi comunicado que o “projeto está adiantado e tudo aponta que pode iniciar brevemente”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Bar com horário reduzido na praça 5 de Outubro

A Câmara das Caldas da Rainha deliberou reduzir o horário de funcionamento do estabelecimento “Hello Juice”, na Praça 5 de Outubro, depois de uma série de queixas por causa de ruído e de situações de violência na esplanada.

r27b Hello juice coffee and whiskey bar interior

“Casa da Rainha” assaltada no feriado de madrugada

A concept store “Casa da Rainha”, na rua Dr. Manuel Figueira Freire da Câmara, junto ao largo da estátua da Rainha D. Leonor, nas Caldas da Rainha, foi assaltada por desconhecidos durante a madrugada de 10 de junho.

AssaltoQuiosque2

Novo espaço de lazer na Quinta dos Moinhos

Foi inaugurado no dia 8 de junho o Espaço Verde Bairro do Areeiro, situado na urbanização Quinta dos Moinhos (junto à estrada que liga Caldas da Rainha ao Coto).

parqueareeiro1