Q

Previsão do tempo

16° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 21° C
16° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 21° C
16° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 22° C

Discoteca na Foz do Arelho contestada por moradores

Francisco Gomes
2 de Março, 2016
“Há doze anos que estou a ser torturada por privação de sono. Não está devidamente insonorizado e todo o som passa para a rua, onde vivo em frente. Fiz dezenas de diligências junto da Câmara para que o problema fosse resolvido, mas há um défice democrático muito grande. A lei de bases do ambiente e a constituição da república não estão a ser defendidas e venho aqui exigir que seja defendido o meu direito ao sossego e a uma coisa tão simples como é o dormir”. A indignação de Teresa Rodrigues foi manifestada na Assembleia Municipal das Caldas da Rainha por causa do ruído do estabelecimento de diversão noturna Chik Club, antigo Sítio da Várzea, na Foz do Arelho.
Teresa Rodrigues foi uma das moradoras que reclamou na Assembleia Municipal

A moradora declarou que “há muitas casas naquela zona. Eu tenho uma casa licenciada pela Câmara e não posso viver nela. Segundo a Câmara, pode ter o horário que quiser, até pode trabalhar 24 horas ininterruptamente, e quero saber como alguém pode viver nestas condições. Pretendo que mandem insonorizar e interditem o acesso à esplanada”.

Sérgio Oliveira, outro morador, disse que tem de usar “tampões para dormir”. Queixou-se também de clientes do estabelecimento a “cambalear na rua às sete da manhã e urinarem nos portões”.

“Temos direito ao descanso e não estamos a ter. O meu filho acorda a meio da noite a chorar compulsivamente”, sublinhou João Rodrigues, que também fez uma intervenção no período aberto ao público.

Os deputados mostraram-se solidários com os moradores. Jaime Neto, do PS, considerou tratar-se de “uma questão de saúde pública. “Tem sido política da Câmara dar tempo aos agentes económicos para resolverem as situações, mas é tempo demais. A Câmara tem de rapidamente atuar e cumprir a lei”, frisou.

“É tempo da Camara tomar medidas”, afirmou Vítor Fernandes, do PCP. “Aplique-se o regulamento municipal do ruído”, comentou Edgar Ximenes, do MVC. “Não se pode esperar outra coisa senão cumprir a lei”, referiu António Cipriano, do PSD.

Segundo o presidente da Câmara, Tinta Ferreira, “a nova legislação permite liberdade de horário, mas a Câmara pode decretar restrição. Dei ordem aos serviços camarários para fundamentarem a restrição, para ser apreciada pelos vereadores”.

O autarca lembrou que foi aprovado o regulamento municipal do ruído, indicando que “as medidas que estamos a tomar têm como objetivo garantir o equilíbrio necessário entre o funcionamento de um estabelecimento de diversão noturna e a vivência das populações”.

Apontando que “Caldas tem muito poucos estabelecimentos de diversão noturna e muitas famílias queixam-se de que os filhos têm de fazer muitos quilómetros para fora do concelho, porque não existem”, sustentou que “temos de ter em consideração a necessidade do descanso”

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido na Foz do Arelho por tráfico de droga

Um homem de 27 anos foi detido na Foz do Arelho na passada quarta-feira por tráfico de estupefacientes. No decorrer de uma ação de patrulhamento da GNR das Caldas da Rainha, com o reforço dos postos de São Martinho do Porto e do Bombarral, os militares depararam-se...

246347459 2428007130663237 4279653524251237677 n

Dupla fez roubo em supermercado e foi apanhada a assaltar restaurante

Dois jovens foram imobilizados por clientes quando tentavam assaltar um restaurante em Casais do Baleal, no concelho de Peniche, na noite de passada quinta-feira, depois de terem levado 290 euros de um supermercado na Foz do Arelho, sob ameaça de arma de fogo. Presentes a tribunal, foram deixados em liberdade com apresentações semanais às autoridades policiais, enquanto decorre o processo judicial.

assalto