Q

Previsão do tempo

13° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
12° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
13° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C

PSD garante que eletrificação prevista da Linha do Oeste até às Caldas vai avançar

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O presidente  da Comissão Política Distrital de Leiria do PSD, Rui Rocha,  disse que teve recentemente uma reunião com o presidente da Infraestruturas de Portugal (IP) e que lhe foi comunicado a intenção de continuar com o projeto de modernização da linha do Oeste que prevê a eletrificação do troço entre Meleças (Sintra) e Caldas da Rainha até 2019.
Margarida Balseiro Lopes, Feliciano Barreiras Duarte, Teresa Morais, Rui Rocha, Pedro Pimpão e Tinta Ferreira

A modernização da linha do Oeste implica a sua eletrificação e a melhoria do material circulante. “A obra será realizada dentro do panorama que estava previsto, e o que pretendemos é acompanhar para verificar que terá efeitos práticos em termos de execução até 2019”, referiu o presidente da Comissão Política Distrital, que irá averiguar se há condições para antecipar a obra.

Rui Rocha falou com a comunicação social na passada segunda-feira na estação rodoviária das Caldas da Rainha, no âmbito da primeira jornada do roteiro por Leiria que foi promovida pela distrital de Leiria do PSD e que juntou os deputados eleitos pelo círculo de Leiria, autarcas e dirigentes locais. A comitiva apanhou o comboio até Óbidos, no sentido de se assinalar a necessária intervenção na requalificação da Linha do Oeste, tal como foi garantido pelo anterior Governo. “Vamos estar atentos a tudo o que se passa e queremos fazê-lo com o melhor conhecimento possível e é isso que queremos vivenciar com este trajeto até Óbidos”, adiantou o dirigente.

A deputada Teresa Morais recordou que a Linha do Oeste esteve sempre nas suas “preocupações”. “Na anterior legislatura houve um avanço muito importante que foi a inclusão da requalificação da Linha nas obras consideradas prioritárias no plano das infraestruturas rodoviárias”, acrescentou a ex-ministra. Como o “nosso segundo Governo não durou mais de um mês e tinha naturalmente o projeto de continuação”, agora, de acordo com Teresa Morais “a nossa obrigação é exigir do novo poder constituído que se cumpra a prioridade que estava programada”.

A agora deputada adiantou que “pela informação que temos do presidente da IP, não há por agora nenhuma razão para duvidar que a obra não se fará dentro do previsto”, sublinhando que a função “enquanto deputados, é mantermos atenção sobre este tema que sempre demos importância, e não abrandar a nossa fiscalização sobre o poder político, que neste momento está em funções no sentido de cumprir esta prioridade”.

O presidente da Câmara, Tinta Ferreira, que esteve presente na visita às Caldas, que iniciou na Lagoa de Óbidos e terminou na estação da CP, revelou que tem a indicação que “de Lisboa pelo menos até às Caldas da Rainha os estudos para a sua eletrificação estão avançar e o objetivo é concretizar e temos que nos bater para isso seja uma realidade”. O autarca revelou ainda que têm que “fazer os possíveis para que a eletrificação não fique pelas Caldas, que suba para o norte e numa outra fase que não fique em Cacém e siga mais para sul, mais perto de Lisboa”. Tinta Ferreira adiantou que como a obra como está prevista, no caso das Caldas será uma hora e um quarto de comboio para Lisboa. “Se fosse possível chegar mais perto de Lisboa, a viagem das Caldas seria de uma hora e tornaria a linha muito mais competitiva, com mais pessoas a virem viver para as Caldas da Rainha”, acrescentou, o presidente da autarquia.

Quanto à visita à Lagoa de Óbidos, opresidente da Comissão Distrital de Leiria disse que registaram com “satisfação a aprovação da segunda fase com o orçamento de cerca de 16 milhões de euros” e vai estar atento que a obra da primeira fase rapidamente se conclua para que “se dê execução à segunda”.

Tinta Ferreira revelou que a obra da primeira fase está a decorrer e que considera que “não conseguirão terminar até abril”. Estão a aguardar que a Agência Portuguesa do Ambientemarque nova reunião.

Eleitos do PSD iniciaram roteiro pelo distrito de Leiria

A distrital de Leiria do PSD, que foi eleita no passado mês de outubro, iniciou no dia 15 de fevereiro um roteiro pelo distrito de Leiria, junto de empresas, coletividades e instituições da região, no sentido de “manter e aprofundar a relação de proximidade e confiança entre os eleitos do PSD e as forças vivas da região de Leiria”.

Esta iniciativa juntou os deputados do PSD eleitos pelo círculo eleitoral de Leiria, Teresa Morais, Feliciano Barreiras Duarte, Pedro Pimpão e Margarida Balseiro Lopes, que iniciaram a iniciativa com a visita à empresa Centro de Produção e Comercialização Hortofrutícola, no Bombarral, tendo como principal função realçar o contributo do setor agroalimentar para o desenvolvimento da região. Seguiu-se uma visita à empresa “Fatum Surfboards”, em Peniche, onde puderam constatar as “novas oportunidades de negócio que se criam no âmbito da economia do mar”.

Depois da visita a estas unidades relacionadas com a atividade económica da região, a comitiva juntou-se aos autarcas da região num almoço de trabalho que se realizou no restaurante “O Paraíso” no Coto, nas Caldas.

O período da tarde começou com uma deslocação à Lagoa de Óbidos, onde foi aproveitada a oportunidade para avaliar os trabalhos desenvolvidos até ao momento, realçando-se ainda a importância do trabalho desenvolvido pelo “XIX Governo Constitucional que, pela primeira vez, encontrou uma solução para este crónico problema ambiental na nossa região”, afirmaram.

No período da tarde, a comitiva reuniu-se ainda com a Federação de Bombeiros do Distrito de Leiria, no quartel dos Bombeiros Voluntários de Óbidos, seguido de uma visita ao Parque Tecnológico de Óbidos. O dia terminou com um jantar de trabalho no restaurante Capelinha do Monte, nas Caldas com dirigentes do PSD dos concelhos do Bombarral, Caldas da Rainha, Peniche e Óbidos.

Quanto ao 1º Congresso Distrital de Autarcas do PSD, que irá realizar-se nas Caldas da Rainha (grande auditório do CCC), a 20 de fevereiro, Rui Rocha disse que irá ter “um programa que tem a ver com um novo momento que as autarquias vivem, com temáticas mais viradas para o futuro, como a questão do ambiente, do ordenamento e da captação do investimento para os territórios”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeitos de pesca ilegal fogem à GNR

O Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré da GNR apreendeu seis quilos de meixão naquele concelho, no passado dia 24, no âmbito de uma ação de fiscalização levada a cabo com o objetivo de combater a captura ilegal de enguia europeia, vulgarmente conhecida...

meixao 1

Infantis de Óbidos em bom plano

A equipa de infantis do clube Óbidos Criativa competiu, no passado dia 21 na XXX Taça Vale do Tejo, nas piscinas municipais de Alcobaça. Mara Cotrim, Leonor Martins, Leonor Silva, Justin Borges, Tiago Correia e Pedro Capinha foram os jovens que nadaram com as cores...

infantis 2

Óbidos Cycling Team quer ser referência em sub-23

Nasceu a Óbidos Cycling Team sob a égide do Município de Óbidos, concretizando o sonho do diretor e manager da equipa, Micael Isidoro, ex-ciclista profissional licenciado em treino desportivo com especialização na área do ciclismo, pós-graduação e mestrado em alto...

cycling