Q

Previsão do tempo

20° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 24° C
20° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
24° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
Futebol Feminino - Seniores

UR Cadima 1 – Gdc A-dos-Francos/Neovale 4

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Jornada: 14ª Local: Parque Desportivo do Fujanco Data: 23/01/2016 A-dos-Francos: Joana Silva, Tatiana Costa, Sofia Silva, Matilde Figueiras, Telma Fernandes, Luciana Garcia, Carolina Ferreira, Mariana Ubaldo, Catarina Sousa, Ana Rita Batista e Cláudia Tecedeiro Suplentes: Bárbara Santos, Catarina Lopes, Marisa Marques, Milene Ramos, Daniela Sobreiro, Rafaela Gonçalves e Patrícia Domingos Golos: Ana Rita Batista (24’ e 82’); Catarina Sousa (32’ e 51’) Disciplina: nada a assinalar
A-dos-Francos foi superior ao Cadima

Num bonito dia de sol e num campo sintético com excelentes condições, o A-dos-Francos conseguia uma importante vitória contra uma formação cuja classificação não espelha a qualidade da sua equipa.

O jogo começou equilibrado, com as duas equipas a disporem de situações para fazer golo, ainda assim, a equipa da casa foi-se mostrando mais organizada e a chegar com mais perigo à baliza de Joana Silva, fruto também de alguma falta de agressividade no meio campo de A-dos-Francos. Aos 12 minutos, a equipa da casa faria o golo, que já vinha ameaçando, num remate de cabeça algo fortuito da atleta do Cadima, que fez com que a bola caprichosamente fizesse um “chapéu” à guarda-redes forasteira.

Nos minutos seguintes A-dos-Francos tentou libertar-se mais para o processo ofensivo mas só esporadicamente o fazia. A partir dos 20 minutos as coisas mudaram, com as atletas do concelho das Caldas da Rainha a serem mais inteligentes na forma como saíam para o ataque e a privilegiarem as saídas rápidas pelos corredores laterais, criando assim muitas complicações à defensiva contrária. Não foi de estranhar que as situações de golo fossem surgindo. Aos 24 minutos Batista faria o 1-1 num remate violentíssimo e à passagem da meia hora seria Catarina Sousa que colocaria a sua equipa na frente. Até ao intervalo estas duas atletas e Cláudia Tecedeiro poderiam ter feito o terceiro mas tal não foi possível.

O jogo na segunda parte começou tal como na primeira, com as equipas a equivalerem-se nos seus esforços mas com Cadima a cometer menos erros de organização e a jogar de forma mais agressiva, no entanto, na sequência de um canto, a suspeita do costume, Catarina Sousa, faria o 1-3, o que daria mais tranquilidade à sua equipa. Mas nada disso aconteceu, pois a equipa teve algumas dificuldades em ter a posse de bola e só em esporádicos contra-ataques conseguia criar perigo.

De qualquer forma a defensiva de A-dos-Francos não deixava que a equipa da casa criasse perigo, defendendo de forma organizada e concentrada. Valeram neste jogo as boas prestações de Batista, Catarina Sousa e Cláudia Tecedeiro que com qualidade técnica e velocidade criaram muito perigo no último reduto da equipa da casa. A primeira faria ainda o seu segundo golo no jogo aos 82 minutos num bom remate à entrada da área. A equipa do Cadima só nos últimos 5 minutos, e aproveitando alguma passividade da equipa forasteira, conseguiu mais duas oportunidades de golo, uma delas com um remate à barra da baliza defendida por Joana Silva.

Na próxima jornada o A-dos-Francos receberá a Fundação Laura Santos no campo Luís Duarte.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

“O Mar no Museu José Malhoa” é tema de visita com Dóris Santos

As férias no Museu José Malhoa e no Museu da Cerâmica continuam esta semana. Desta vez, as atividades chegam ao público adulto, com a visita temática “Depois, Malhoa”. A iniciativa busca, afirma Nicole Costa, diretora dos Museus José Malhoa, da Cerâmica e Dr. Joaquim Manso, na Nazaré, “proporcionar momentos de conhecimento sobre os nossos acervos, através do olhar de especialistas convidados – porém, por meio de um percurso pelas obras em exposição, de modo a tornar os saberes sobre arte mais acessíveis e próximos das pessoas”.

mar

Mulher com joelho deslocado na praia do Baleal

Uma mulher de 34 anos, que tinha um joelho deslocado, foi assistida no Baleal, em Peniche, ao final da tarde de 13 de julho, pelos elementos do Projeto “SeaWatch”, INEM, Bombeiros Voluntários de Peniche e pelos nadadores-salvadores da praia.

baleal