Q

Previsão do tempo

22° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 28° C
22° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 30° C
23° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 34° C

Carnaval das Caldas com o tema da “Hortofruticultura”

Marlene Sousa/ Mariana Martinho

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Carnaval é sinónimo de alegria e o espírito de festa mantém-se vivo nas Caldas da Rainha. Trapalhão, satírico e muito divertido. Pode definir-se assim o Carnaval das Caldas da Rainha que regressa à Avenida 1º de maio com um corso composto por 18 carros, cinco grupos de dança e mais de 1000 figurantes.
Uma verdadeira salada de fruta no Arneirense

“Hortofruticultura” é o tema forte deste ano, numa clara alusão à reedição da “Frutos”, o emblemático certame ligado à agricultura nacional que durante muitos anos caracterizou Caldas da Rainha. O Município já está a trabalhar na preparação desta Feira, cuja realização está prevista para as últimas semanas de agosto.

Como é habitual são os seniores do concelho a darem o pontapé de saída no programa das iniciativas Carnalescas, dia 4 de fevereiro, com o “Baile de Fantasias”, que se realiza na Expoeste.

No dia seguinte, é a vez dos mais pequenos, com o desfile infantil, na Avenida 1º de maio, a partir das 10h00.

Os reis da folia, Zé Povinho e Maria da Paciência, chegam na manhã de sábado, pelas 11h00, à Praça da República.

Os desfiles principais realizam-se em três dias: Sábado à noite (21h30); Domingo e Terça-feira de Carnaval (15h00). Participam no desfile São Portugal (Guisado), Centro de Apoio Social do Nadadouro, Sporting Clube das Caldas, ACR “Os Vilanovenses”, Grupo Desportivo do Peso, ACRD Santa Helena, Centro Social Paroquial Nª Srª das Mercês (Carvalhal), Andar, Rancho Folclórico “Flores da primavera” (Guisado), Sociedade de Instrução e Recreio “Os Pimpões”, Grupo Desportivo do Landal, ACDR Arneirense, Areco (Coto), ACDR Santo Onofre, Paróquia Santa Catarina, ADSF Alvorninha, Rancho Folclórico e Etnográfico “As Ceifeiras da Fanadia”, Grupos de Dança Bombos “Ritmos do Oeste” Monte Olivett, Superflash, Traquinas e 3D, Banda Comércio e Indústria e os Gaiteiros do Rancho da Fanadia.

São vários os bailes que vão dar cor e fantasia ao concelho. Sábado e segunda voltam a realizar-se o “Baile do Casino” no Céu de Vidro, na entrada do Parque D. Carlos I, pelas 23h00.

Associações preparam carros e fatos

Todos os anos, as salas das diferentes coletividades enchem-se de metros de tecido, máquinas de costura e de muita gente disposta a ajudar nos preparativos para a folia. Nos últimos dias o trabalho aumenta com os últimos retoques nos carros alegóricos e fatos de carnaval, utilizando a criatividade com o propósito de engrandecer a iniciativa.

Um carro alegórico com sátira política e uma verdadeira salada de frutas conta com o empenho de várias dezenas de pessoas da Associação Cultural Desportiva e Recreativa Arneirense, que esperam surpreender com a originalidade dos fatos e carros.

Atendendo ao número de pessoas envolvidas na preparação do Carnaval, o Arneirense espera pela saída de dois carros. Um deles irá transportar o rei e a rainha, que este ano vão sentados em pêras rochas da região Oeste, porém, não descartam a possibilidade dos visitantes serem confrontados com mais surpresas. Esta associação irá levar para o desfile na Avenida 1º de maio perto de duas centenas de figurantes.

“É uma iniciativa de grande importância para o Arneirense”, referiu Cláudia Estevão, vice-presidente da coletividade, valorizando sobretudo o espírito de união que é visível entre as pessoas que se juntam todas as noites para preparar o carnaval. A confeção dos fatos teve início na primeira semana de janeiro pela costureira, Lurdes Roque, e a ajuda de pessoas que se disponibilizam para “a criação de acessórios e a criação, arranjo e pintura do carro alegórico”. “Nós trabalhamos bastante para que as coisas corram bem e para que cada ano seja melhor”, disse a responsável.

Cláudia Estevão está satisfeita com o fato do Carnaval voltar à avenida 1º de maio e também de regressar à rua na terça-feira, mantendo a antiga tradição.

O Arneirense tem uma verdadeira indústria de fatos de carnaval que ficam de ano para ano. Na sala de costura estão pendurados cerca de 1500 fatos que por vezes são reutilizados para eventos que decorrem durante o ano.

Também a Sociedade de Instrução e Recreio “Os Pimpões” está a ultimar os preparativos para mais uma edição dos festejos carnavalescos. Irá participar no desfile com um carro alegórico e será também uma verdadeira salada de fruta, com morangos, laranjas e pêras a dançarem pela avenida 1º de maio. Os fatos estão quase concluídos e agora começa o ensaio para a coreografia, que promete “surpreender o público”.

Teresa Marques, presidente dos Pimpões, gosta do tema da hortofruticultura, no entanto, considera que os fatos das diferentes associações poderão tornar-se um pouco repetitivos.

Todos os dias desde o início de janeiro, à noite, há serão nos Pimpões, nos preparativos para o Carnaval 2016. Os fatos estão quase concluídos e agora falta terminar o carro, que irá ser transformado num cesto de fruta.

Esta instituição irá levar para o desfile 65 adultos e 20 crianças.

Teresa Marques disse que nos Pimpões cada figurante paga o seu fato e o subsídio da Autarquia das Caldas reverte a favor da associação e é isso que “move as pessoas a nos ajudarem e a participarem”.

A garagem do Centro de Apoio Social do Nadadouro está convertida num atelier de costura até ao Carnaval. Máquinas de costura, mesa de corte, agulhas e linhas, são utilizadas por dez costureiras, para dar forma aos trajes carnavalescos, que serão utilizados durante o desfile, que se realiza nos três dias de Carnaval (sábado à noite, domingo e terça-feira de Carnaval), na Avenida 1º de maio. Além dos trajes, os voluntários também preparam o carro alegórico.

Alice Gesteiro, presidente da direção do centro, disse ao JORNAL DAS CALDAS, que as “fantasias confecionadas vão exibir dentro do tema escolhido, as maçãs, as pêras, as laranjas, os nabos, as couves-flores, as abóboras, e ainda alguns agricultores e espantalhos. Para isso, usamos vários materiais como cartão e tecidos reciclados”. Como é habitual, existe “um elevado capricho na confeção das fantasias, recorrendo à fértil imaginação, de forma que a indumentária espalhe o encanto colorido, enquanto desfila pela avenida”. Assim num ambiente de alegria e boa disposição, as costureiras começaram a confecionar e pintar os acessórios, na primeira semana de janeiro, “quase todos os dias”, para dar forma ao Carnaval.

“O desfile será composto por cerca de 50 pessoas, que vão representar o Nadadouro e a instituição. Há cinco anos que participamos, sendo que este ano vamos desfilar com um grupo muito animado, colorido e interessante”, afirmou a responsável do centro.

Já a Areco – Associação Recreativa e Cultural do Coto, decidiu optar por dar vida a 80 disfarces de abelhas para o desfile.

“Este ano optamos dentro do tema central, Hortofruticultura, pelas abelhas, o mel e as flores”, afirmou Rute Pancada, presidente da associação. Recorrendo à imaginação, a associação decidiu reciclar os fatos usados noutro desfile, “dando-lhes um toque de imaginação, permitindo, entre miúdos e graúdos, entrar no maravilhoso mundo da fantasia”.

Ainda vão ter uma figura dedicada ao primeiro-ministro, António Costa. “ Numa época de diversão e onde são permitidas brincadeiras, como diz o provérbio popular “no Carnaval ninguém leva mal”, decidimos colocar o “António Costa”, a entrar num frasco de mel. Pois todos os políticos querem o mesmo, mel”, esclareceu a responsável, que recorre à tradição de crítica social, misturada com o sentido de humor para satirizar o estado do país.

A confeção dos fatos e do carro alegórico terá um custo total de três mil euros. Para este ano, a associação deseja que “o tempo esteja melhor do que no ano passado”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido com faca de mato após zaragata no Parque

Um indivíduo de 26 anos foi detido pela PSP das Caldas da Rainha no Parque D. Carlos I quando tinha abandonado uma faca de mato, com uma lâmina com comprimento superior ao legalmente permitido, após ter estado envolvido numa zaragata com outro homem.

“Barcos com História” em exposição em Alfeizerão

“Barcos com História” é como se designa a exposição de modelismo estático de Aníbal Figueiredo que está patente até 31 de julho no espaço Baú das Memórias, em Alfeizerão.Trata-se de uma mostra de 17 miniaturas em madeira que representam barcos que de uma forma ou outra marcaram a história.

Barcos 1

Líder do PCP diz que a construção do novo hospital do Oeste é uma opção do Governo 

O secretário-geral do PCP, Paulo Raimundo, esteve na Festa de Verão do PCP, junto ao Penedo Furado, na Foz do Arelho, no passado dia 14, e disse que a construção do novo hospital do Oeste nesta legislatura é “uma questão de opção do Governo”. “Não me venham dizer que não há dinheiro, é mentira. São precisas opções”, afirmou.

PCP 1