Q

Previsão do tempo

22° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 23° C
22° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 23° C
23° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C

Caldas Rugby Clube derrotado no Nacional da 1ª Divisão

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Caldas Rugby Clube: João Vicente, Pedro Santos, Rui Santos, Luis Gaspar, Bruno Martins, David Esteves, Gonçalo Sampaio, Giorgi Turabelidze, Salvador Cambournac, Jonathan Nolan (cap.), António Vidigal, Diogo Vasconcelos, Gonçalo Silva, Daniel Gomes, Tomas Melo, Dorin Plameadela, Filipe Nobre, Diogo Batista. Treinador: Patricio Lamboglia; Fisioterapeuta: Rodrigo Santos; Diretor de Equipa: António F. Marques

Mais uma tarde de chuva no sintético dos Canaviais com muito público, num programa que também incluía jogos dos escalões mais jovens. Foi uma vitória clara do CRE, que se apresentou muito bem e muito competitivo.

Logo na bola de saída os pelicanos foram forçados a uma primeira substituição, por lesão traumática na placagem do jovem 3/4 ponta Daniel Gomes.

Os primeiros 15 minutos, ainda que com predominância dos alentejanos foram, de certa forma, equilibrados. Alguns erros de manuseamento prejudicaram as boas fases de ataque tentadas pelo Caldas e, na sequência de uma iniciativa pelo jovem centro Diogo Vasconcelos, o Évora beneficiou de uma penalidade jogada à touche. Um forte maul resultou no primeiro ensaio da equipa da casa.

Este golpe não perturbou os caldenses, que tentaram reagir e beneficiaram aos 21 minutos de uma penalidade, tentada aos postes pelo capitão Jonathan Nolan, contudo, não concretizada. Na resposta, o Évora teve um rápido contra-ataque desde os seus 22 metros, que terminou no 2º ensaio transformado.

Nesta fase, a jovem equipa pelicana desconcentrou-se e perdeu o sentido de jogo, vindo a sofrer um terceiro ensaio, também transformado, aos 26 minutos.

Sem nada a perder o Caldas procurou reagir e após algumas boas fases dos seus avançados conseguiu, aos 36 minutos, um excelente ensaio pelo seu capitão e médio de abertura Jonathan Nolan, que o mesmo jogador transformou, colocando o resultado em 19-7. Até ao final um erro pelicano, no ruck que se seguiu a uma melée bem ganha, proporcionou, aos 40 minutos, o 4º ensaio do Évora, com a respetiva transformação colocou o resultado ao intervalo em 26-7.

A segunda parte foi de total e avassalador domínio eborense. Sem reação, bem evidente na incapacidade revelada nas placagens, os Pelicanos entregaram completamente o jogo. Pelo contrário, o CRE, respeitando o espírito do jogo, intensificou a sua pressão e, como corolário obteve 6 ensaios, dos quais 4 foram transformados colocando o resultado final em 66-7.

A segunda parte deve ser refletida pela equipa caldense. A atitude competitiva que se exige no rugby tem que ser respeitada, mesmo quando a disputa se faz contra equipas de maior capacidade e o jogo não corre como se espera.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Falta de médicos encerra vários dias a Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos

Vão continuar esta semana os constrangimentos na Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos no Hospital das Caldas da Rainha, que não estarão a funcionar entre as 09h00 desta quarta-feira, 24 de julho e as 09h00 de 27 de julho, informação divulgada pela Unidade Local de Saúde do Oeste (ULSO) que na terça-feira ainda não constava do mapa interativo publicado pelo Serviço Nacional de Saúde (https://www.sns.gov.pt/servicos-de-urgencia-sns), onde apenas eram referidos dois dias encerrados.

medicos