Q

Previsão do tempo

8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C

VI encontro nacional da empresa caldense Sentidos Dinâmicos

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Tem que haver segurança, saúde e felicidade no local de trabalho” O VI encontro nacional da empresa caldense Sentidos Dinâmicos, que decorreu no passado sábado, na Expoeste, nas Caldas da Rainha, abriu com a apresentação das obras criadas pelo escultor caldense Carlos Oliveira. A exposição das três peças de escultura criadas para este encontro foi apresentada numa sessão de dança contemporânea com as caldenses Rita Monteiro, Joana Carlos e Marta Batista, coreografada por Miguel Ângelo, da Mdance Academy.
O encontro abriu com a apresentação das obras de Carlos Oliveira

Para além das obras terem expressão figurativa, escala e luz, o artista quis que elas representassem os temas abordados e acima de tudo que transmitissem a dinâmica e vida que vê na empresa Sentido Dinâmicos.

O artista criou ainda a peça com três R’s oferecida aos oradores e alusiva aos temas em debate na conferência: Responsabilidade Social, Riscos Psicossociais e Riscos Profissionais.

“As pessoas são para nós uma prioridade e a sua segurança nas organizações é fundamental para o seu desenvolvimento”, disse Sobreiro Duarte, responsável pela Sentidos Dinâmicos que pertence ao grupo “Sobreiro Duarte, Lda.”, empresa criada em 1995 e que desenvolve a sua atividade fundamentalmente ao nível da formação de condutores e da segurança rodoviária.

Sobreiro Duarte pretende que o VI Encontro Nacional SD seja um momento de” reflexão e estudo”, sublinhando que “colaboradores, saudáveis produzem mais e melhor com efeitos positivos no desempenho individual e das próprias equipas”. “A administração da organização tem que entender que o bem-estar físico e psíquico do seu colaborador afeta o clima organizacional e familiar. O grande objetivo é que exista segurança, saúde e felicidade no local de trabalho”, adiantou o responsável.

O presidente da Câmara das Caldas, Tinta Ferreira, que também falou no início do encontro, revelou que é importante para as Caldas da Rainha ter um grupo com estas características a desenvolver a sua atividade no concelho. Destacou a empresa Sentidos Dinâmicos pelo seu dinamismo e por procurar nas suas iniciativas estar na linha da frente no que melhor se faz para promover na segurança das pessoas.

O painel “Responsabilidade social” contou com a apresentação de Carlos Pinheiro, do departamento de recursos humanos da Cobert Telhas, e de Cristina Lages, coordenadora do Centro de Pós Graduação Comendador Rui Nabeiro (Delta Cafés), que deram exemplos de como as empresas que representam praticam atos de responsabilidade social, nomeadamente ações que promovam o bem-estar das pessoas internamente e externamente.

Jorge Barosa, diretor da Associação Industrial da Região Oeste (AIRO), também foi um dos oradores que falou em alguns dos projetos que a AIRO tem área na responsabilidade social, como o Concurso Regional de empreendedorismo, empreendedorismo nas escolas, seminários sobre sustentabilidade, gestão, responsabilidade e ética nas empresas, 7 excelências empresariais, entre outros. Ainda no campo desta área, Jorge Barbosa apresentou a iniciativa em 2013 da AIRO que visou a requalificação e reabilitação das infraestruturas habitacionais de uma família numerosa e carenciada residente na freguesia dos Vidais.

Para Sobreiro Duarte, a responsabilidade social nas organizações começa internamente na ajuda aos colaboradores nos momentos difíceis. “Por vezes as empresas fazem a responsabilidade externa, para a visualização e internamente esquecem-se”, sublinhou o responsável do Grupo SD, que tem doze pessoas a trabalhar na sua empresa e 60 formadores externos. “Aquilo que se faz no dia a dia com as pessoas que trabalham nas organizações é extraordinário e as empresas têm muito para aprender nessa área”, adiantou o empresário.

Segundo este responsável os riscos psicossociais e o stresse relacionado com o trabalho são das questões que maiores desafios apresentam em matéria de segurança e saúde no trabalho.

O terceiro tema abordado foi os “Riscos Profissionais”, que é para Sobreiro Duarte uma grande preocupação porque continua a haver muitos acidentes de trabalho. “

O VI Encontro Nacional contou com a presença de uma mostra de 20 entidades e empresas com o objetivo de divulgarem os seus produtos ou atividades.

É objetivo de Sobreiro Duarte organizar anualmente na Expoeste um certame sobre a “Segurança das Pessoas nas Empresas”.

Também nesta iniciativa foi lançada a edição n.º 4 da revista do Grupo SD, “Pensar Fora da Caixa”, que traz vários temas da segurança e uma reportagem sobre Carlos Oliveira. A revista, que é trimestral, é distribuída a 1500 empresas.

Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP combate criminalidade em bares e ruas no centro das Caldas

Uma operação desenvolvida pela PSP das Caldas da Rainha na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado, tendo como alvo bares no centro da cidade e ruas nas proximidades, com o objetivo de “prevenir a criminalidade violenta e grave ou organizada e aumentar o sentimento de segurança na população”, originou a detenção de quatro homens, com idades entre 21 e 28 anos, pelos crimes de tráfico de droga, posse de arma proibida e condução em estado de embriaguez.

psp1

Massagem de flores da mata Rainha D. Leonor

Termas abrem época com novidades A época termal na vertente terapêutica da ala sul do Hospital Termal das Caldas da Rainha vai reabrir a 1 de fevereiro com muitas novidades a nível do bem-estar. O lançamento de banhos de rituais de cacau e menta, a massagem de...

termas 1

Lions formaliza entrega de verba de espetáculo solidário

O Lions Clube das Caldas da Rainha fez no passado dia 30 uma entrega formal ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) da verba apurada no concerto solidário com o maestro e pianista António Victorino d’Almeida e trio de Pedro Caldeira Cabral....

lions