Q

Previsão do tempo

15° C
  • Monday 16° C
  • Tuesday 14° C
  • Wednesday 17° C
15° C
  • Monday 16° C
  • Tuesday 14° C
  • Wednesday 17° C
15° C
  • Monday 16° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 17° C

“A Guardiã” apresentado no Cadaval

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Biblioteca Municipal do Cadaval recebeu, a 26 de setembro, a apresentação do romance "A Guardiã – O livro de Jade do Céu", primeira edição de Ana Cristina Pinto, autora natural das Barreiras (Cadaval). O recém-lançado livro, que já teve apresentação nas Caldas da Rainha com o apoio do JORNAL DAS CALDAS, constitui uma trama ficcional que une história, religião e ciência, sem descurar o lado emocional dos relacionamentos. Na abertura da sessão de apresentação, Fátima Paz, vice-presidente da câmara do Cadaval, considerou de extrema importância reconhecer e valorizar o trabalho dos novos criadores, motivando-os para prosseguirem a sua atividade artística e potenciando, ao mesmo tempo, o desenvolvimento cultural concelhio.
Fátima Paz, Ana Cristina Pinto e Isabel Alberto

A também vereadora da Cultura adiantou que, com esta iniciativa, a regularidade das atividades culturais estava de volta à biblioteca cadavalense, após o interregno de verão.

Ana Cristina Pinto fez-se acompanhar, na mesa, da sua primeira professora primária, Isabel Alberto, de quem diz ter recebido o gosto pela escrita. Segundo a autora, o convite teve o intuito de “enfatizar uma coisa que está cada vez mais esquecida, que é a importância que os professores têm na vida dos alunos”.

“Eu conheci a Ana Cristina muito pequena, numa escola sem condições nenhumas, mas notava-se que já havia nela apetência pela língua portuguesa», referiu, por seu turno, a antiga docente.

Isabel Alberto mostrou-se lisonjeada pelo facto de antigos alunos seus se lembrarem de si para testemunhar ocasiões como esta. A ex-professora explicou que já em abril ali tinha estado, no âmbito da apresentação do livro de Gonçalo Leal, outro seu antigo aluno concelhio. Salientando o seu gosto pessoal pela língua portuguesa, manifestou-se feliz por poder ter transmitido “esse bichinho” aos estudantes que com ela se cruzaram, na sua vida profissional.

Para Ana Cristina Pinto, este seu trabalho é resultado de dois anos e meio de pesquisas. “Não quero voltar a estar tanto tempo para publicar mas, como era o primeiro, eu queria que fosse um bom livro”, explicou. “Este livro não é sobre religião nem sobre esoterismo ou espiritualidade. É um livro de ficção, um romance com uma miscelânea de ingredientes, tais como espiritualidade, ciência e história. Depois, tem tudo o que gera interesse num romance, como o amor, não só entre um homem e uma mulher, mas entre as pessoas”, descreveu.

Um dos capítulos mais importante do livro passa-se na região Oeste, nomeadamente em Caldas da Rainha (Igreja de N. Sª. do Pópulo), onde é desvendado boa parte do mistério da estória, havendo, segundo a autora, referências também a Óbidos.

Sobre o facto de ter o nome de Luís Miguel Rocha associado à sua obra, assinando o prefácio pouco tempo antes de falecer, a autora afirmou que “entrevistei-o em 2011, aquando do lançamento do seu último livro, e a partir daí começámos a trocar impressões. Era uma pessoa extremamente humilde e acessível”.

A apresentação do livro no Cadaval contou com um pequeno recital de guitarra clássica, por Nuno Pereira.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Aluno da EHTO no MasterChef

Guilherme Romão, aluno da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste, das Caldas da Rainha, no Curso de Padaria Avançada 2021 (sexta edição), está a participar na nova temporada do Programa "MasterChef Portugal".

guilherme

Peniche com campeão de muay thai

O Município de Peniche soma mais um campeão nacional, desta feita, o atleta Cláudio Figueiras, da classe de cadete do MSA-Sitnarong Muay Thai Camp Peniche/Portugal.

claudio

Limpeza subaquática

O Município de Peniche promoveu no passado sábado uma ação de limpeza subaquática no porto da cidade, procurando, no âmbito da sensibilização para a salvaguarda do ecossistema marinho, contribuir para aliviar a pressão exercida pelos apetrechos e outros materiais involuntariamente perdidos.

limpeza