Q

Previsão do tempo

20° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 20° C
20° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 21° C
21° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 22° C
Concerto de Tony Carreira

Fernando Costa questiona despesas da Câmara das Caldas

Francisco Gomes
18 de Agosto, 2015
Depois dos vereadores do Partido Socialista da Câmara Municipal das Caldas da Rainha se terem manifestado contra o pagamento de 27500 euros mais IVA para garantir a realização do espetáculo de Tony Carreira no passado dia 2, agora também o ex-presidente da autarquia, Fernando Costa, se insurge com a despesa.
Fernando Costa coloca em causa os gastos do atual executivo camarário

O atual vereador na Câmara de Loures comentou que o espetáculo “foi contratado por uma empresa privada e apenas na sua promoção, num domingo à noite, com quase “tudo” fechado no concelho”, interrogando “quanto custou, no total, esta “dádiva” ao Continente, sem uma palavra de agradecimento ao Município”.

Fernando Costa vai mais longe: “Aproveito para manifestar a minha total e gratuita disponibilidade para ajudar a Câmara fazer aquisições por melhores valores, evitar despesas, poupando muitos milhares de euros. Tanto mais que é preocupante a redução substancial do depósito a prazo de cinco milhões de euros, que deixei “destinados” ao Hospital Termal e Museu de Cerâmica e os prejuízos que se estão a acumular, que vão obrigar a subir as tarifas da água e outras e os impostos municipais, em breve, depois do aumento do IRS”.

Também Paulo Morais, que vai ser candidato às eleições presidenciais de 2016, se manifestou contra a despesa da autarquia caldense com o espetáculo de Tony Carreira.

“A autarquia gastou nesta iniciativa, de âmbito privado, 27500 euros, patrocinando a promoção a uma marca comercial de uma grande superfície. Não se entende que se use dinheiro de impostos do povo para “apoiar” o Continente”, declarou Paulo Morais.

Recorde-se que o evento foi integrado numa ação de campanha publicitária do Continente. “Nos dias que correm, temos muitos outros sítios onde investir esse dinheiro. Não fomos acompanhados pela maioria PSD e pelo CDS, que votaram a favor desta operação. Consideramos aberto o precedente: a partir desta deliberação, qualquer empresário deve pedir comparticipação à Câmara para desenvolver uma iniciativa publicitária sua. E não deve ver recusado o seu pedido”, afirmaram Rui Correia e Jorge Sobral, vereadores do PS que votaram contra.

Segundo o Continente, cerca de 27 mil pessoas participaram no evento. “Não temos como documentar o benefício e o retorno que a realização deste evento trouxe para as Caldas da Rainha, especialmente se o concerto decorreu a uma hora em que nem sequer a maior parte dos estabelecimentos comerciais está aberta. Mas mesmo que se verificasse um extraordinário retorno turístico e publicitário das Caldas da Rainha, consideramos indispensável que fosse esse retorno quantificável, ou no mínimo, estimável, para que se considerasse a atribuição deste apoio financeiro. Nenhum destes dados foi sujeito a consideração”, referiram os socialistas.

Francisco Gomes

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Carlota Canas Franca campeã em Alcobaça

Decorreu no Clube de Ténis de Alcobaça mais uma edição do torneio "Os Caloiros", prova oficial da Federação Portuguesa de Ténis destinada aos escalões de Sub12 e Sub16.

tenis 1

Caldas Rugby Clube mantém invencibilidade

Em jogo da 3ª jornada do campeonato nacional - Fase Apuramento Zona Sul, o Caldas Rugby Clube deslocou-se ao sintético do GD Direito, em Monsanto, para defrontar o ER Galiza, com bastante público afeto às duas equipas.

rugby 1

Caldense Rodrigo Mateus vence “Mostra o que vales 2” no La Vie

O caldense Rodrigo Mateus, de 16 anos, estudante na Escola Secundária Raul Proença, foi o vencedor do Concurso “Mostra o que Vales 2”, que decorreu no Centro Comercial La Vie Caldas da Rainha e que tem como objetivo encontrar um jovem talento na área musical.

la vie 2