Q

Previsão do tempo

19° C
  • Sunday 20° C
  • Monday 25° C
  • Tuesday 25° C
19° C
  • Sunday 20° C
  • Monday 25° C
  • Tuesday 25° C
19° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 27° C
  • Tuesday 27° C

CDU “preocupadíssima” com situação do Hospital Termal

Marlene Sousa
18 de Agosto, 2015
Ana Rita Carvalhais, cabeça de lista pelo círculo de Leiria da CDU às eleições legislativas de 2015, acompanhada por Vítor Fernandes e José Carlos Faria, da comissão concelhia local, reuniram-se na passada segunda-feira, nas Caldas da Rainha, com o vogal executivo do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO), Miguel  Carpinteiro, tendo saído do encontro “mais preocupados com a situação do Hospital Termal”.
Elementos da CDU reuniram-se com o vogal executivo do Conselho de Administração do CHO, Miguel  Carpinteiro

Os comunistas, que estão contra a concessão do Hospital Termal à Câmara das Caldas, põem em causa a transferência do património se houver uma mudança de Governo nas eleições legislativas que se irão realizar a 4 de outubro. “O dr. Miguel Carpinteiro disse que a transferência está em fase de ultimação, mas o primeiro-ministro há quinze dias disse que não sabia quando é que a concessão iria ser efetuada e duvido que seja feita antes das eleições”, disse José Carlos Faria. “A posição do PS relativamente ao Hospital Termal é muito contraditória, os primeiros passos no caminho da privatização foram dados pelo dr. Correia Campos no Ministério da Saúde e isto vai ao arrepio de outras medidas que dentro do PS existiam, como nos tempos da dr. Maria de Belém, que defendia uma fundação pública”, apontou o elemento da CDU.

José Carlos Faria revelou ainda que Miguel Carpinteiro disse que o orçamento do Hospital Termal “não representaria uma parte significativa do orçamento do CHO e que o encerramento e não investimento no mesmo é uma questão política”.

Vítor Fernandes saiu indignado da reunião, sublinhando que “embora a gestão ainda seja do CHO, estão à espera da concessão para a Câmara Municipal e divorciaram-se por completo daquilo que se vai passando no Hospital Termal”. Acusou ainda o CHO de ir ao Hospital Termal tirar equipamento que necessita para colocar no hospital das Caldas, degradando ainda mais o edifício.

O deputado da CDU na Assembleia Municipal das Caldas diz que continua a defender que o Hospital Termal seja integrado no Serviço Nacional de Saúde, “mesmo admitindo a hipótese da Câmara ter uma colaboração, deveria ser uma parceria com o Ministério da Saúde”. “Nas mãos da autarquia com que meios vão gerir o Hospital Termal?”, questionou Vítor Fernandes. “A Câmara não tem vocação, não tem pessoal especializado e tem que recorrer a um parceiro e é evidente que nenhum privado com a situação que isto está vai pegar nisto porque é preciso investir milhões”, disse o comunista. “O objetivo é a que autarquia recorra aos fundos comunitários, faça a obra e depois apareçam os privados”, adiantou.

A candidata Ana Rita Carvalhais disse que a visita às Caldas teve como objetivo saber em que ponto de situação está o Hospital Termal, revelando que Miguel Carpinteiro a deixou muito preocupada porque tudo indica que “o caminho será a privatização”. Se for eleita garante que vai levar a questão à Assembleia da República porque “nada é irreversível”.

Miguel Carpinteiro substituiu o presidente do Conselho de Administração, Carlos Sá, que está de férias. No final da reunião fizeram uma visita ao interior do Hospital Termal na qual a comunicação social não foi autorizada a acompanhar pelo vogalexecutivo doconselho de administração do CHO.

Marlene Sousa

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Presidente da Câmara dá pelouros ao PS para garantir governação

Decorreu na passada sexta-feira a cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos municipais em Peniche. Um acordo entre o presidente da Câmara e o PS foi a forma encontrada para garantir uma governação estável, por existirem quatro forças diferentes eleitas para a autarquia.

peni

Hospital retoma curso de preparação para futuras mamãs

O Serviço de Obstetrícia do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) retomou na semana passada as sessões presenciais do curso de preparação para o parto e parentalidade, suspensas desde abril de 2020 no âmbito das medidas de combate à pandemia de Covid-19.

parto1

Eleitos do Município do Cadaval tomaram posse

Realizou-se no passado dia 11 a cerimónia de instalação dos órgãos municipais do Cadaval para o mandato 2021-2025. Para além da tomada de posse, teve lugar a eleição da mesa da Assembleia.

cada