Q

Previsão do tempo

11° C
  • Tuesday 14° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 10° C
10° C
  • Tuesday 14° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 10° C
9° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 9° C

Duas toneladas de sardinhas oferecidas em Peniche

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A comunidade piscatória de Peniche ofereceu aos milhares de visitantes que no passado sábado afluíram à ribeira velha cerca de duas toneladas de sardinha, repetindo a antiga tradição de “agradecer o consumo” desta espécie ao longo do ano.
Rosania Figueiredo, do Brasil, adorou a festa

A iniciativa, no âmbito da festa de Nossa Senhora da Boa Viagem, em que os pescadores pedem “boas pescarias e idas ao mar sem percalços”, levou os armadores das catorze embarcações de Peniche que se dedicam à apanha da sardinha a disponibilizarem cem cabazes, que em três horas se esgotaram, dada a grande procura dos visitantes, que só precisavam de levar vontade de comer, e quanto muito, pratos e talheres, revelou Humberto Estrelinha, da comissão de festas.

“A sardinha é de Peniche e de excelente qualidade e é gratuita”, indicou, fazendo notar “o esforço dos pescadores em reunir esta quantidade, apesar da escassez e das quotas de pesca”.

“Há 35 anos que venho a esta sardinhada, pelo ambiente, convívio e sardinha saborosa”, contou Pedro Marques, de Sintra. “É a primeira vez e estou a gostar muito da sardinha, que com uma pinguinha caseira a acompanhar fica ainda melhor”, comentou Joaquina Fernandes, de Alcobaça. “Venho todos os anos à festa e a minha presença é sinal de que gosto de cá estar”, disse Vítor Figueiredo, da Marinha Grande.

“É fantástico, nunca vi coisa igual. As minhas férias aqui foram maravilhosas”, afirmou Rosania Figueiredo, do Brasil.

Procissões

Assistiu-se no sábado a uma renascida procissão, em louvor a Nossa Senhora da Boa Viagem, padroeira dos Pescadores, recuperando-se uma velha tradição perdida há 60 anos, que foi retomada pela comissão das festas, dando uma maior participação das gentes e dos pescadores da região. Maria, Senhora de Monserrate, padroeira dos pescadores de Ribamar, forte comunidade piscatória na Lourinhã, foi transportada num barco de pesca, desde Casal de Porto Dinheiro até Peniche, acompanhada por várias embarcações de pesca.

Na noite de sábado, duas dezenas de barcos engalanados e iluminados participaram na única procissão marítima noturna em Portugal, outro dos momentos altos da festa.

No domingo houve missa mareal, celebrada junto à marina, onde estiveram presentes as autoridades civis e militares. No final da eucaristia houve lugar, como habitualmente, à bênção dos barcos de pesca. À tarde, teve lugar pelas ruas de Peniche a tradicional procissão de São Pedro Gonçalves Telmo, padroeiro dos homens do mar.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Voleibol feminino de Óbidos em jogo treino

As equipas femininas de voleibol da Associação Desportiva de Óbidos levaram a cabo um jogo treino, na passada quarta-feira, em Óbidos, no Pavilhão Municipal, contra o Sport Operário Marinhense, da Marinha Grande.

voleibol

Simulacro de fuga de gás

No âmbito das celebrações do Dia Internacional da Proteção Civil, foi realizado a 1 de março um simulacro no Centro Escolar do Bombarral, que tinha como cenário uma fuga de gás, da qual resultaram duas vítimas.

bombeiros