Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 21° C
14° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 21° C
15° C
  • Sunday 20° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 23° C

Edifício da Escola Rafael Bordalo Pinheiro foi construído há 50 anos

Inês Lopes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Iniciaram-se no dia 7 as comemorações do 50º aniversário da construção do edifício da Escola Industrial e Comercial/Rafael Bordalo Pinheiro. Foi a 7 de outubro de 1964 que começaram as aulas no atual edifício da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, tendo sido transferido dos antigos Paços de Concelho, junto ao Chafariz das 5 bicas, onde anteriormente eram as instalações da Escola Industrial e Comercial das Caldas da Rainha. O grupo de alunas de apoio à infância apresentou uma coreografia aos alunos da escola para dar início às comemorações. A comissão que está a organizar as comemorações do 50º aniversário do edifício é constituída por Élia Parreira, Manuel Nunes, Carlos Marques e a diretora do agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, Maria do Céu Santos. Como forma de comemorar o dia 26 de outubro, data oficial da inauguração do edifício pelo então Presidente da República, Américo Tomás, no dia 27, pelas 20.30h no auditório da escola, realizar-se-á uma sessão solene para homenagear os antigos e atuais alunos, professores e funcionários. "No momento em que estamos em remodelações dessas instalações, apesar da obra ainda não ter sido dada como concluída, a data não poderia passar ao acaso" disse a diretora da escola, acrescentando que "foi a primeira grande escola da região e um marco para a educação local".
Comissão que está a organizar as comemorações do 50º aniversário do edifício

No dia 27, os convidados poderão apreciar a exposição de algumas peças feitas na escola, como cerâmica, bordados e objetos das oficinas de eletricidade e mecânica.

Ainda relacionado com as comemorações está a ser elaborado um livro intitulado “Eu faço parte desta história”, com testemunhos e fotografias de atuais e antigos alunos, professores e funcionários.

Com o objetivo de envolver os alunos atuais nas comemorações foi lançado um concurso de ideias a todos os alunos do agrupamento para a construção de um protótipo de uma placa em cerâmica alusiva ao cinquentenário.

A ideia surgiu por existir uma placa também em cerâmica da inauguração do edifício.

O protótipo da placa vencedora será conhecido em abril de próximo ano. A diretora do Agrupamento define como “o momento final de encontro entre gerações”, onde serão exibidos alguns vídeos realizados por alunos com imagens antigas bem como exposições de fotografia. O objetivo é mostrar o talento dos alunos da escola, a nível musical e artístico

Existem muitos ex-alunos, professores e funcionários espalhados pela cidade que veem esta escola com muita ternura e com muito saudosismo. Todos os anos são organizados almoços com ex-alunos espalhados por todo o mundo e que vêm de propósito para o almoço. “Queremos que os atuais alunos sintam orgulho de andar nesta escola, como acontecia com as gerações antigas”, explicou Maria do Céu Santos.

Ensino profissional é a matriz da escola

Há 130 anos, Aula de Desenho Rainha D. Leonor era o nome da escola antes de passar a Escola Rafael Bordalo Pinheiro.

Com 64 alunos, a Aula de Desenho Rainha D. Leonor assumia um papel importante na educação local, onde apenas as famílias com mais dinheiro é que poderiam frequentar a escola.

Atualmente a Escola Rafael Bordalo Pinheiro Pinheiro tem 900 alunos, onde 50% são de ensino profissional e os restantes 50% do ensino regular.

“O ensino profissional está com grande potencial e com grande futuro e é a matriz da escola Bordalo Pinheiro”, refere a diretora.

É a primeira escola de ensino profissional do país com a ligação a uma empresa, as Faianças Artísticas Bordallo Pinheiro.

Considerado um visionário para a época, Rafael Bordalo Pinehiro foi professor de vidro cinco anos depois da Aula de Desenho Rainha D. Leonor ter aberto.

Inês Lopes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Fados no Valado de Santa Quitéria

No passado sábado, o snack bar da Associação Recreativa Desportiva Quiterense, no Valado de Santa Quitéria, sob a gerência de Rogério Camacho, levou a efeito uma noite de fados com João Plácido, Natália Neves, Sandra Caetano, José Neves e Manuel Neves.

valado

“A Revolução do 25 de Abril” no Café Central

O livro “A Revolução do 25 de Abril”, ensaio histórico de Medeiros Ferreira, é apresentado no próximo sábado, às 15h00, no Café Central, nas Caldas da Rainha, por Luís Nuno Rodrigues (ISCTE-IUL), Manuel Martins (NOVA FCSH) e o editor João Pedro Ruivo.