Q

Previsão do tempo

12° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 18° C
12° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 18° C
13° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 18° C

Câmara de Óbidos contrata empresa para controlar pragas de moscas

Francisco Gomes
12 de Junho, 2014
Nas últimas semanas uma praga de moscas apareceu na zona do Furadouro, em Óbidos, levando a Câmara a anunciar que contratou os serviços de uma empresa de controlo de pragas, pelo período de junho a agosto, que vai assegurar o controlo, assim como fará todo o acompanhamento técnico. Ia também ser submetida a aprovação a contratação de uma empresa de controlo de pragas, pelo período de setembro de 2014 a dezembro de 2015.

“Em dezembro de 2013 ocorreu um aumento muito considerável de moscas na zona do Furadouro, onde existem diversas explorações agrícolas e uma prática intensiva em algumas propriedades, não sendo, por isso, a primeira vez que tal aconteceu, tendo em conta que são fenómenos recorrentes nas áreas rurais. Apesar das várias diligências feitas pelos serviços técnicos, não foi possível apurar, até à data, a origem exata do aumento do número de moscas. Contudo, a autarquia continua a tentar procurar possíveis focos, aproveitando esta oportunidade para apelar a todos para que cumpram as normas sanitárias recomendadas, para que se evitem novos fenómenos”, divulga a Câmara.

Foi ainda realizada uma alteração ao Código de Posturas do Município com novas regras para melhorar a gestão dos espalhamentos e depósitos de matérias orgânicas em terrenos agrícolas ou pecuários. Com esta alteração, o Município de Óbidos pretende “sensibilizar os agricultores para a melhoria das suas práticas e punir aqueles que não as cumprem”.

A Câmara considera que “não se pode imputar as responsabilidades a uma determinada entidade. Enquanto não estiverem determinadas as causas em concreto, consideramos leviano a pronúncia sobre um eventual vazio sanitário, ou a proibição do espalhamento de estrumes em terrenos agrícolas junto ao Complexo Escolar”.

A autarquia responde assim a um comunicado da Comissão Concelhia de Óbidos do PCP, estranhando que os comunistas “não se tenham dirigido à Câmara Municipal de Óbidos para obter esclarecimentos sobre este assunto, optando por vir publicamente criar alarmismo e até suspeitas sobre todas as explorações, não acautelando eventuais riscos de natureza económica e social”.

O comunicado do PCP de Óbidos aponta que “uma praga de moscas voltou a invadir o Complexo Escolar do Furadouro, depois de, já em dezembro passado, isto ter acontecido, sem que a Câmara Municipal tomasse sérias providências para resolver o problema, aproveitando o inverno e as férias escolares para fazer uma desinfestação. Nada foi feito, a primavera surgiu e nova praga aí está, com mais intensidade que a anterior”.

“Os vidros ficam com milhares de moscas, que depois circulam no interior do edifício: salas de aula (onde os alunos não se conseguem manter atentos por terem de estar permanentemente a enxotá-las, chegando alguns a fazerem concursos de “Apanhar Moscas”); no refeitório, onde as sopas e o 2º prato acabam por “ficar enriquecidos” com os insetos e consequentemente têm de ser devolvidos à cozinha, onde também aí são aos milhares…nas bancadas de inox, nos armários, no pavimento, etc…”, descreve o PCP, que responsabiliza a maioria PSD na Câmara “por ter construído a escola perto de um aviário, que provavelmente será a fonte dos insetos, e depois que não tome as providências necessárias para que se evite o aparecimento destas pragas”.

“Porque não tomou a Câmara o mesmo tipo de medidas que adotou para pôr cobro à praga de moscas na vila, determinando um vazio sanitário de junho a setembro passado? Será porque a vila está ali à vista de todos, visitantes nacionais e estrangeiros e aí era preciso atuar com eficácia, não fora a “imagem de marca” ir por água abaixo?”, questionam os comunistas.

Francisco Gomes

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Pizza Hut abre na entrada sul da cidade

Abriu nesta terça-feira o 99º Pizza Hut em Portugal e o primeiro nas Caldas da Rainha, criando 25 postos de trabalho neste restaurante especializado em pizzas e massas cujo estabelecimento original surgiu nos Estados Unidos da América.

pizza hut1

Caldas venceu dérbi do Oeste

À sexta jornada, o Caldas Sport Clube impôs a primeira derrota ao Torreense, líder da Série B da Liga 3, com 13 pontos, vencendo no passado domingo, por 2-0. Somou o seu terceiro triunfo na competição, registando agora 10 pontos.

caldas1 1