Q

Previsão do tempo

24° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
25° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
25° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C

“Regiões de Portugal” foram o mote para o XXIV Festival Internacional de Ginástica das Caldas

Marlene Sousa
4 de Junho, 2014
O Festival Internacional de Ginástica das Caldas da Rainha, organização do Acrotramp Clube das Caldas, atingiu a vigésima quarta edição e a comemoração na passada sexta-feira à noite fez-se com uma casa cheia para assistir a uma noite emocionante e cheia de talentos e campeões. Mais de duas mil pessoas cerca de 200 praticantes do clube caldense e cento e vinte ginastas profissionais convidados encheram o Pavilhão Rainha D. Leonor. Os atletas da Acrotramp realizaram coreografias relacionadas com as diferentes regiões de Portugal. As apresentações começaram com as classes do Acrotramp, desde os mais pequeninos às classes de competição. Ao som da música popular de cada região, todos os alunos fizeram, as coreografias e exercícios de cama elástica, tumbling e duplo-mini trampolim, num espetáculo com muito ritmo.
O Festival Internacional de Ginástica das Caldas da Rainha

Stélio Lage, presidente e treinador do clube, foi aplaudido não só “pela qualidade do sarau apreciado pela população”, mas também porque era o dia do seu aniversário.

O presidente da Câmara das Caldas, que falou no início do festival destacou o evento pelo seu “grande nível” e elogiou o Acrotramp Clube que “tem contribuído para a formação desportiva de largas centenas de crianças e jovens caldenses”.

Stélio Lage fez o balanço muito positivo do sarau nomeadamente “por ninguém se ter magoado”. “O tema das regiões de Portugal resultou muito bem porque não houve só ginástica, conseguiu-se trazer ao evento, uma vertente cultural”, apontou, o responsável.

Stélio Lage destacou ainda o festival pelo fato de conseguir reunir em termos técnicos o “melhor da ginástica profissional”. “São os campeões das várias áreas que eu consigo juntar na mesma festa”, sublinhou.

O Acrotramp Clube das Caldas nasceu em 1991 e tem crescido em termos do número de praticantes e em termos de ginastas profissionais. Continua a ter como objetivo principal, proporcionar ao maior número possível de jovens caldenses a prática orientada da ginástica”, apontou, o presidente.

Centraliza a sua atividade na ginástica de iniciação e formação (cerca de 150 alunos), mas também desenvolve a área competitiva com excelentes resultados neste ano (8 campeões nacionais individuais e por equipas), nas disciplinas de tumbling e trampolim.

Segundo, Stélio Lage, o Acrotramp Clube das Caldas passa por três áreas, que é a formação onde as crianças e jovens têm a prática gímnica como uma forma de desporto e bem-estar. Depois há a vertente competitiva e a divulgação do clube que passa pelo sarau. “Temos organizado todos os anos Festivais Internacionais com grande qualidade técnica pois acredito que estes eventos são um bom veículo na divulgação e promoção da modalidade”, apontou, o responsável.

O Festival Internacional de Ginástica das Caldas é um evento gímnico que para além das classes do clube, em que participam todos os ginastas do clube, conta também com a participação de clubes nacionais e internacionais de elevado nível técnico.

Além do Acrotramp Clube das Caldas, participaram, neste festival o Lisboa Ginásio Clube, A.P.A. Ginástica Loulé, Clube Futebol Estevense, Clube de Trampolins Salvaterra, Ginásio Clube Vilacondense, Ateneu Desportivo de Leiria, Sociedade Filarmónica Estrela Moitense, Escola Secundário Raúl Proença (desporto escolar), Agrupamento de Escolas de Castro Verde e Associação Cultural e Desportiva e Recreativa Monte Olivetti e grupo de dança dos Bombeiros de Amadora. A nível internacional participaram, o Clube de Ximnasia Pontevedra (Espanha) e ginastas da seleção nacional da Inglaterra.

A Direção do Acrotramp Clube das Caldas agradece publicamente a ajuda da Câmara Municipal de Caldas da Rainha, da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Caldas da Rainha, da Escola Secundária Raul Proença, dos Professores Nuno Pedrosa e Isidro Silva, do Sr. Arnaldo Ribeiro, do Miguel Agapito e de todos os pais e ginastas que tornaram possível a realização deste Festival.”

Marlene Sousa

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Atribuição de 75 bolsas de estudo nas Caldas

Decorre até 12 de novembro o prazo para apresentação das candidaturas para atribuição de 75 bolsas de estudo, no valor unitário de 800 euros, relativas ao ano letivo 2021/2022, destinadas a alunos oriundos de agregados familiares carenciados que pretendam prosseguir estudos em estabelecimentos de ensino superior sediados fora do concelho das Caldas da Rainha.

pexels stanley morales 3186386

Clube de Leitura presencial

A Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha acolhe a realização do Clube de Leitura em formato presencial, organizado pelas leitoras Marta Ambrósio e Elisa Santos, no dia 30 de outubro, pelas 15h00.

Concerto “Música e Monumentos”

O Largo da Igreja, no Bombarral, foi palco, na noite do passado sábado, do concerto “Música e Monumentos”, pela Banda de Música do Círculo de Cultura Musical Bombarralense.

banda