Q

Previsão do tempo

23° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 28° C
23° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 30° C
23° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 34° C

Ex-secretário de Estado da Agricultura convidado do MVC nas comemorações do 25 de abril

Inês Lopes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No dia 21, a Associação Movimento Viver o Concelho (MVC) promoveu mais um dos seus encontros mensais "21 às 21", na sede da União das Freguesias de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório. O evento "abril, Caminhos da Liberdade" integrou-se nas comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.
David Geraldes e Teresa Serrenho

A Associação MVC escolheu para seu convidado David Geraldes, ex-secretário de Estado da Agricultura, fuzileiro da Marinha Portuguesa à data do 25 de Abril de 1974.

Durante cerca de duas horas, as cerca de 40 pessoas presentes no evento, puderam ouvir o testemunho, na primeira pessoa, de quem viveu episódios inéditos do golpe militar.

David Geraldes disse que o antigo regime sabia que ia ocorrer uma revolução, “apenas não sabia se seria a 23, 24 ou 25”. Como prova dos episódios que ia relatando, David Geraldes mostrou a todos os presentes os telex militares enviados antes da revolução.

O “Tenente Geralde”, como era conhecido, definiu o antigo regime, como “podre” e desorganizado para a época.

Prestou serviço em Moçambique e foi responsável por libertar os cerca de 80 presos políticos da prisão de Caxias. Foi com emoção que o militar de abril descreveu todo o episódio de libertação dos presos na madrugada do dia 27 de abril. “Informei a comunicação social e os familiares que esperavam à porta da prisão de Caxias”, recordou.

Passados 40 anos do 25 de abril, David Geraldes sente orgulho daquilo que fez e naquilo que foi o 25 de abril. “Daqui a alguns anos estaremos numa situação complicada no que respeita à saúde, educação e justiça. Tem de haver uma reforma do sistema político atual”, manifestou.

Teresa Serrenho, responsável do MVC, considerou que abril abriu as portas para a democracia, contudo, “a democracia tem que ser feita todos os dias” e ” todos os cidadãos descontentes têm um papel a desempenhar na sociedade, de forma mais participativa”.

?

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido com faca de mato após zaragata no Parque

Um indivíduo de 26 anos foi detido pela PSP das Caldas da Rainha no Parque D. Carlos I quando tinha abandonado uma faca de mato, com uma lâmina com comprimento superior ao legalmente permitido, após ter estado envolvido numa zaragata com outro homem.

Líder do PCP diz que a construção do novo hospital do Oeste é uma opção do Governo 

O secretário-geral do PCP, Paulo Raimundo, esteve na Festa de Verão do PCP, junto ao Penedo Furado, na Foz do Arelho, no passado dia 14, e disse que a construção do novo hospital do Oeste nesta legislatura é “uma questão de opção do Governo”. “Não me venham dizer que não há dinheiro, é mentira. São precisas opções”, afirmou.

PCP 1

Novo presidente do Rotary quer ajudar os bombeiros com a compra de aparelhos respiratórios

O empresário Luiz Gomes assumiu, no passado dia 8, a liderança do Rotary Club das Caldas da Rainha, sucedendo na função a Hélia Silva na cerimónia de transmissão de tarefas que decorreu no restaurante “A Lareira”, com o lema “A Magia do Rotary”, numa alusão à capacidade que cada rotário tem em melhorar a comunidade onde se enquadra.

presidente 1