Q

Previsão do tempo

23° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 23° C
23° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 23° C
24° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C

Portaria retira valências ao CHO

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Portaria n.º 82/2014, de 10 de abril, vem colocar o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) no Grupo I, com valências médicas e cirúrgicas de medicina interna, neurologia, pediatria médica, psiquiatria, cirurgia geral, ginecologia, ortopedia, anestesiologia, radiologia, patologia clínica, imunohemoterapia e medicina física e de reabilitação; Outras valências, nomeadamente, oftalmologia, otorrinolaringologia, pneumologia, cardiologia gastrenterologia, hematologia clínica, oncologia médica, radioterapia, infeciologia, nefrologia, reumatologia e medicina nuclear são incluídas no Grupo I, de acordo com um mínimo de população servida e em função de mapas nacionais de referenciação e distribuição de especialidades médicas e cirúrgicas
CHO perde algumas valências

Não exerce as valências de genética médica, farmacologia clínica, imuno-alergologia, cardiologia pediátrica, cirurgia vascular, neurocirurgia, cirurgia plástica, reconstrutiva e estética, cirurgia cardiotorácica, cirurgia maxilo-facial, cirurgia pediátrica, e neurorradiologia.

Os comentários a esta portaria não se fizeram esperar no grupo Juntos pelo Nosso Hospital, no Facebook, onde são publicadas as novidades sobre os hospitais caldenses.

Vasco Trancoso, antigo administrador hospitalar, escreve que a portaria tem aparentemente como consequências eventuais para o CHO (afetando as Caldas da Rainha) as seguintes: “O Hospital das Caldas era H2 mas com uma diferenciação perto de H3. Agora desce o CHO para o nível mais básico – o Grupo I; Retira das Caldas e do CHO a Dermato-venereologia, a Urologia e a Anatomia Patológica – todas contempladas no Quadro desde 1996; Praticamente sobrepõe os Grupos I e II que podem diferir apenas na Cirurgia Vascular, Neurocirurgia e Neuroradiologia que integram obrigatoriamente o Grupo II e não estão contempladas nas valências “eventuais” (ponto iii da alínea a) do Artº 2º) do Grupo I; Pode colocar o CHO a par de outros Hospitais antigos H1 apenas com um pequeno número de valências (citadas no ponto ii da alínea a) do Art.º 2ª); Não inclui o H. Termal no Grupo IV referente aos Hospitais Especializados; Há que gerar consensos sobre quais as valências que se devem manter até serem propostas pela ACSS (prazo até 30 de setembro); Sobre a eventual perda de Obstetrícia (só no Grupo II e o CHO passou a Grupo I) o Ministro já veio dizer que não fecha Maternidades”.

O médico António Curado adianta: “É importante enfatizar que o CHO perde valências com esta portaria, como o caso da Dermatologia, Urologia e Anatomia Patológica. Estas perde de forma certa e outras, muitas outras, não estão certas – só saberemos depois de 30 de setembro. E também perde, na lei, Obstetrícia. O que fica na lei é que hospitais do grupo I têm Ginecologia e os do Grupo II é que têm Ginecologia/Obstetrícia. E a outra coisa importante: Grupo IV, que define Hospitais especializados. Deixou de constar o Hospital Termal. Portanto, de facto, desde 10 de abril o Hospital Termal das Caldas deixou de ser Hospital”.

Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Colecionador quer expor arte erótica nas Caldas

Uma exposição de arte erótica do colecionador Paulo Moura, um dos fundadores da Confraria do Príapo, associação criada nas Caldas da Rainha, que esteve patente, de 6 a 21 de julho, em Caria, pode vir a estar exposta nas Caldas, caso a autarquia assim o queira.

exposicaoerotica2

Caldenses fizeram viagem de ida e volta ao Reino Unido de mota

Um casal de caldenses, ambos com 48 anos, percorreu, em junho, 4.500 quilómetros de mota para conhecer o Reino Unido, com paragens na República da Irlanda, antes de seguir para a Irlanda do Norte, Escócia e Inglaterra.

viagemdublin1