Q

Previsão do tempo

19° C
  • Wednesday 27° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 25° C
19° C
  • Wednesday 27° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
20° C
  • Wednesday 29° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 28° C

SL Benfica 8 – Groundlink Caldas Rugby 13

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Groundlink Caldas Rugby venceu o Sport Lisboa e Benfica por 8-13 no passado sábado, numa partida disputada no campo da Pista Municipal da Sobreda da Caparica.
Equipa oestina foi superior (foto António Simões do Santos)

O jogo contou para a 11ª jornada do Campeonato Nacional da Primeira Divisão. Na primeira volta a equipa da Região Oeste tinha superado o adversário por 22-9 em sua casa.

Numa tarde de sol, mas com muito vento na Sobreda da Caparica, encontraram-se num duelo importante o 2º e 4º classificado da Primeira Divisão para medir forças.

O Groundlink Caldas Rugby assumiu as despesas do jogo desde o princípio e apresentou-se com uma sólida organização defensiva e ofensiva, com os seus jogadores a cumprirem com um plano de jogo e com grande entreajuda. Auxiliados pelo vento, os pelicanos procuraram ter a bola em sua posse, mas com um jogo pouco vertical, foram sendo parados pela boa defesa do Benfica, que mantinha a sua organização, acabando por fazer apenas 6 pontos através de duas penalidades frontais convertidas pelo pé quente de João Vieira.

Na segunda parte, houve uma ligeira reação do Benfica, liderada por Filipe Grenho e por Hugo Melo, “velhas referências”. Com uma bola confusa na área de ensaio do Groundlink Caldas, oformação Salvador Cambournac desliza sobre a bola mas o árbitro não entende o toque de meta.

O Groundlink Caldas teve uma forte reação, com a sua avançada a fazer diversas penetrações em força e com muita pressão sofre o Benfica, que numa jogada à mão, a procurar sair a jogar, faz um passe de morte para as mãos de Jonathan Nola, que interceta a bola e virou herói por momentos, num sprint de cerca de 40 metros a galgar terreno, imparável para o ensaio e o respetivo 6-11 na transformação.

Até ao final, o Benfica não conseguiu sair a jogar perante as diversas placagens e pressão imposta pelo Groundlink Caldas, que sobe para 1º lugar (à condição), deixando agora os encarnados de garantir já a meia-final.

Os jogadores mantiveram o fair-play, não tendo havido árbitro oficial, com o juíz da partida a ser um diretor técnico do SL Benfica que se disponibilizou face à greve de arbitragem que continua sem ser resolvida pela Federação Portuguesa de Rugby.

Alinharam pelo Groundlink Caldas Rugby: 1-Luis Silva 2-Nuno Taful 3-Bruno Silva 4- António Jardim 5-Frederico Vasconcelos 6-Ricardo Marques 7-Frederico Melim 8-Nika Charkviani 9- Salvador Cambournac 10-Raul “Maxi” Jordan 11- Cristovão Monteiro 12-Jonathan Nolan 13-João Vieira 14- Luis Barreto 15-Claúdio França (capitão)

Suplentes: 16-Luis Gaspar 17- Rui Santos 18-Cristiano Manuel 19-Rúben Roque 20-Gonçalo Sampaio 21- Gustavo Moura 22-Miguel Freitas

Marcadores: Jonathan Nolan(5);João Vieira (3+3+2)

Groundlink Caldas Rugby recebe o RC Loulé

À 11ª jornada, o Groundlink Caldas é líder da Primeira Divisão com 48 pontos, mas com mais um jogo disputado que o RC Lousã.

O Groundlink Caldas recebe na 12ª jornada o RC Loulé. O encontro disputa-se no Complexo Municipal Caldas da Rainha às 15h00 de 8 de fevereiro.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Despiste de mota mortal

Um homem de 44 anos morreu na tarde do passado domingo no Cadaval, na sequência do despiste da mota que conduzia.

Brass Dass animou ruas da cidade

No âmbito do programa de Animação de Verão 2022, promovido pela Câmara Municipal de Caldas da Rainha, em parceria com o Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha, decorreu no passado sábado mais uma arruada pela cidade.

anima