Q

Previsão do tempo

20° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 21° C
20° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 22° C
20° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 23° C

Politécnico de Leiria pode passar a ter designação de Universidade

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Tudo farei para que o meu exercício corresponda à confiança e às expectativas de todos vós, da comunidade académica do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria), da nossa região e do País”, garantiu Nuno Mangas no seu discurso de tomada de posse do segundo mandato como presidente daquele organismo, que se realizou no passado dia 6.
O reeleito presidente do IPLeiria, com Bonifácio Serra e Paulo Fernandes, pró-presidentes

A cerimónia foi presidida por Pedro Lourtie, presidente do Conselho Geral do IPLeiria, e foi Ricardo Vieira, professor decano do Instituto, quem empossou o presidente do IPLeiria.

“Os últimos quatro anos corresponderam a um período em que o nosso instituto continuou a afirmar-se e a consolidar-se enquanto instituição de ensino superior de referência”, considerou Nuno Mangas. “Gostaria de destacar a aposta do instituto e dos seus docentes na sua qualificação com o grau de doutor. Hoje, o Politécnico de Leiria tem metade dos seus professores com este grau académico, sendo um dos institutos com o corpo docente mais qualificado. Quero ainda referir o alargamento da nossa atividade formativa, salientando os mestrados”, declarou.

Nuno Mangas frisou os quatro desafios estratégicos que fazem parte do seu programa de ação para os próximos quatro anos de mandato: a necessidade de incrementar a atratividade e notoriedade do IPLeiria para aumentar o número de estudantes; reforçar a diferenciação da oferta formativa e afirmar-se como referência em alguns domínios específicos ao nível do ensino e investigação; impulsionar a dimensão internacional e multicultural do Instituto e da região onde está inserido; e constituir-se como o parceiro natural da Região de Leiria e Oeste e da sua comunidade.

O presidente do IPLeiria salientou ainda a questão da reorganização da rede do ensino superior, um processo ainda pouco conhecido, bem como reiterou a sua posição quanto à mudança de designação de instituto politécnico para universidade. «Para além dos graus académicos e das limitações ao nível das formações com maior procura, a designação “instituto politécnico” constitui uma menos-valia e, ao contrário do que se poderia pensar há alguns anos, a representação negativa existente na nossa sociedade não se esbateu, constituindo adicionalmente uma desvantagem competitiva em termos internacionais».

Nesta cerimónia tomaram ainda posse como vice-presidentes João Paulo Marques (professor adjunto da Escola Superior de Saúde de Leiria), Rita Cadima (professora adjunta da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais) e Rui Pedrosa (professor adjunto da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar); e como pró-presidentes Paulo Fernandes (professor coordenador da Escola Superior de Tecnologia e Gestão) e Bonifácio Serra (professor coordenador da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha).

Nuno Mangas é licenciado em Engenharia Eletrotécnica (1991), mestre em Sistemas e Automação (1996) pela Universidade de Coimbra, e doutorado em Ciências da Educação pela Universidad de Extremadura (2009). É ainda pós-graduado em “Gestión de la Calidad en los Servicios” (2000) e em “Dirección Estratégica de Universidades” (2008), pela Universidade Politécnica da Catalunha.

Iniciou a sua atividade como docente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do IPLeiria em 1994, na área da Engenharia Eletrotécnica e Engenharia Informática. É professor coordenador da ESTG, foi vice-presidente do IPLeiria entre 2004 e 2009 e é presidente do Instituto desde outubro de 2009.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Papagaios gigantes coloriram o céu na Foz do Arelho

O passado fim-de-semana foi de grande animação na Foz do Arelho, com diversos eventos a terem lugar, no âmbito do 2º Festival da Lagoa. No domingo, os papagaios tomaram conta do céu.

primeira

Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos continuam fechados ao fim de semana

A Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos no hospital das Caldas da Rainha, na Unidade Local de Saúde (ULS) do Oeste, vão continuar a não receber utentes entre as manhãs de sexta-feira e de segunda-feira e quem necessitar de assistência médica deverá dirigir-se ao Hospital de Santarém, pertencente à ULS da Lezíria.

urgencia

“Mural dos afetos” dá as boas-vindas a quem chega à cidade

A imagem de uma mãe abraçada à filha embeleza a fachada de um edifício na Rua General Amílcar Mota, na entrada sul da cidade. Trata-se de um mural de arte urbana, da autoria de Daniel Eime, que identifica Caldas da Rainha como uma cidade que há uma dezena de anos faz parte do Movimento Cidade dos Afetos.

afetos