Q

Previsão do tempo

15° C
  • Monday 18° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 22° C
15° C
  • Monday 18° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 23° C
15° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 25° C

Equipas jovens do Caldas apresentadas aos sócios

Carlos Barroso

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As equipas de juvenis B, iniciados B e C, futebol feminino, juniores de futsal e futebol sete do Caldas foram apresentadas aos sócios no Museu da Cerâmica, numa parceria do projeto Amar Caldas, que junta desporto e cultura. Este ano o Caldas bate mais um recorde, com cerca de quatro centenas de atletas inscritos, apesar de as inscrições ainda não terem encerrado. Outra grande motivação dos dirigentes é o facto de ter sido criada mais uma equipa de iniciados, o que traduz um bom trabalho na formação. Alexandre Pinto, diretor do departamento de futebol juvenil do Caldas Sport Clube, disse que a grande novidade é mesmo a equipa de iniciados C.
A equipa feminina

“A equipa de iniciados A que joga no nacional tem um plantel de 25 elementos e apareceram cerca de 50 jovens para construirmos a equipa B. Nós achámos que seria demasiado violento

estarmos a dispensar ou impedir que joguem futebol cerca de 25 elementos que teríamos de dispensar e como tínhamos quantidade suficiente o clube fez um esforço, garantindo equipa técnica e espaços de treino para que todos ficassem. Pela primeira vez no clube criou-se a equipa C no escalão de iniciados”, disse.

“Há muitas crianças a praticar desporto, mas queríamos que fossem mais. A população portuguesa ainda é muito sedentária. O Caldas está a crescer. Temos mais atletas e mais equipas do que no ano passado. As inscrições ainda estão abertas, mas já temos cerca de 400 atletas inscritos”, acrescentou Alexandre Pinto.

Apesar de todas estas novidades e garantias de crescimento o clube debate-se com um problema que são as infra estruturas de apoio à prática desportiva, uma vez que escasseiam.

“As instalações que dispomos e que a câmara nos cede, não chegam. Este crescimento terá de parar em algum momento a não ser que sejam criadas infra estruturas. Ainda podemos crescer em equipas de futebol cinco e futebol sete, mas não podemos crescer em equipas de futebol onze, porque faltam locais para treinar e jogar. Não faz sentido criarmos as equipas e depois não termos condições para colocá-las a treinar”, explicou.

Carlos Barroso

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Estudantes visitam Paul de Tornada

A Associação PATO recebeu duas turmas da Escola Secundária Raul Proença, que realizaram um conjunto de atividades de voluntariado, explorando a Reserva Natural do Paul de Tornada numa visita guiada, contribuíram para o nascimento de um jardim sensorial e efetuaram ainda uma monitorização ambiental na Lagoa de Óbidos com o Projeto Coastwatch, recolhendo muito lixo marinho.

pato

Jovens portugueses e finlandeses em intercâmbio

Entre os dias 1 e 8 de abril, a Associação Juvenil de Peniche foi palco de um intercâmbio sob a temática da arte e sustentabilidade. O evento recebeu a participação de doze jovens, de Portugal e Finlândia, com idades entre os 15 e os 25 anos.

intercambio

Curso Avançado de Produção de Microalgas e Cultivos Auxiliares

O MARE - Politécnico de Leiria e a Escola Superior de Turismo e Tecnologias do Mar, em Peniche, vão promover uma nova edição do Curso Avançado de Produção de Microalgas e Cultivos Auxiliares, que pretende dar a conhecer as espécies de microalgas cultivadas em laboratório, métodos de cultivo, potencialidades como recursos marinhos, sistemas de produção, e os cultivos auxiliares que beneficiam e cujo valor nutricional pode ser modelado através da alimentação com microalgas. As inscrições estão abertas até dia 27 de maio.