Q

Previsão do tempo

19° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 27° C
19° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 28° C
19° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 32° C
EDITORIAL

BARALHAR E DIVIDIR DE NOVO

Clara Bernardino

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Depois de andarmos ocupados durante duas semanas com a história de o governo cair ou não, surge o presidente da República a dar-nos mais qualquer coisinha para nos entretermos e não pensarmos que o tempo está bom e merecíamos “aquelas” férias, mas como o dinheiro não abunda, o melhor é irmos dar uns “passeiozinhos” na praia mais próxima ou fazer uns piqueniques, que são saudáveis e saem mais baratinhos.

Seja como for, com férias ou sem elas, o dever de um chefe de estado é pensar no seu povo e, valha-nos isso, os nossos governantes pensam sempre em nós. Por isso combatem os vícios humanos que poderíamos ter se tivéssemos mais dinheiro. Ultimamente, andam tão preocupados com o problema da obesidade a nível mundial, que quase não nos deixam comida no prato com medo que daí advenham problemas sérios que ponham em risco a nossa saúde. Levando à risca a velha máxima “deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer”, andam a fazer esforços enormes para nos tirar o sono e garantir, assim, que o nosso rendimento “per capita” aumenta e a Troika fica mais contente connosco. Com pouca comida e muitas insónias, ainda ficamos como o burro que, quando estava a dar lucro ao dono, morreu. Bem, os nossos governantes não querem isso: se morrêssemos todos, em quem iriam eles mandar? Sim, porque governante que é governante precisa de um povo em que mandar.

Nunca perdendo o nosso bem estar de vista, o nosso presidente da República deu-nos um “rebuçadinho” para alimentarmos as nossas cabecinhas e as nossas preocupações: há ou não eleições antecipadas? Há ou não acordo de salvação nacional entre os partidos de maior expressão eleitoral? E com isto andámos entretidos mais duas semanas… Religiosamente, os poucos que ainda tentam acompanhar as notícias, ligavam a televisão para ver os últimos desenvolvimentos do estado da Nação. No domingo, o grande chefe de estado fez uma grande comunicação à Nação: falou, falou e ficou tudo na mesma. Afinal, não se tratava do nosso futuro, nem da melhor forma de recuperarmos as finanças do nosso país – tratava-se, apenas, de um joguinho de cartas e interesses que visava simplesmente entreter o povo.

Há quem jogue cartas no café da esquina, há quem jogue cartas em casinos e até através da internet, por que não jogar para um país inteiro?

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Pimpões com três títulos nos Nacionais de Verão

Entre os dias 12 e 14 de julho, o Complexo de Piscinas do Jamor acolheu o Campeonato Nacional de Piscina Longa para os escalões de Juvenis, Juniores, Seniores e Open de Portugal, contando com a presença de 809 atletas, representando 110 equipas. Os Pimpões levaram uma comitiva de 10 nadadores.

nacional

António Moura no Triatlo Starman Portugal

O caldense António Moura, em representação do clube Vitória de Janes, participou na terceira edição do Triatlo Starman Portugal, na distância de half-ironman, ficando em 11º lugar da geral e em 1º lugar no escalão 60-64 anos.

moura

“O Mar no Museu José Malhoa” é tema de visita com Dóris Santos

As férias no Museu José Malhoa e no Museu da Cerâmica continuam esta semana. Desta vez, as atividades chegam ao público adulto, com a visita temática “Depois, Malhoa”. A iniciativa busca, afirma Nicole Costa, diretora dos Museus José Malhoa, da Cerâmica e Dr. Joaquim Manso, na Nazaré, “proporcionar momentos de conhecimento sobre os nossos acervos, através do olhar de especialistas convidados – porém, por meio de um percurso pelas obras em exposição, de modo a tornar os saberes sobre arte mais acessíveis e próximos das pessoas”.

mar