Q

Previsão do tempo

14° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 16° C
14° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 17° C
15° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 17° C

Tinta Ferreira apresenta medidas na ação social, juventude, educação, cultura e desporto

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Tinta Ferreira, candidato do PSD à Câmara das Caldas, realizou na passada sexta-feira um jantar debate sobre a ação social, juventude, educação, cultura e desporto, que reuniu mais de 500 apoiantes no salão Milénio. Começou por agradecer à comissão organizadora do jantar, composta por Luís Ribeiro, Maria da Conceição, João Reis, José Cardoso, Pedro Marques, João Frade e Rui Rodrigues, para de seguida apresentar as principais medidas que pretende desenvolver.
Tinta Ferreira apresentou medidas do seu programa eleitoral

“A ação social será um dos eixos mais valorizados e reforçados na atividade municipal, de modo a minorar os efeitos da crise e do envelhecimento da população do nosso concelho”, anunciou Tinta Ferreira, que pretende aumentar os apoios concedidos aos mais carenciados, através da Rede Social envolvendo as IPSS’s.

Nesta área, defende a continuação da construção de creches, centros de dia e lares de idosos, nomeadamente em Alvorninha, São Gregório e outros.

O reforço do acompanhamento dos mais idosos, em especial os que vivem sozinhos, e incentivar o voluntariado, são outras medidas.

No capítulo da educação, um dos pelouros que o atual presidente da Câmara detinha enquanto era vereador, Tinta Ferreira puxou dos galões: “A continuação de uma cultura de excelência e qualidade concretizada pelo 1º lugar nos rankings nacionais do ensino secundário deverá ser mantida e servir de referência para outras atividades municipais. Se podemos ser os melhores do país na Educação porque não podemos sê-lo noutros eixos?”

“O município deverá contribuir com um conjunto de investimentos que aumentarão a qualidade dos serviços prestados. Deste modo propomo-nos a requalificar o parque escolar mais antigo quer na cidade, quer no resto do concelho, incrementar novas tecnologias de ensino em rede, melhorar a qualidade das bibliotecas escolares, promover o ensino de pós-graduações e mestrados no concelho, incrementar o nível pós-secundário profissional CET’s), rever a carta educativa e promover um projeto educativo municipal que se constitua como um chapéu para os projetos educativos das escolas, e estabelecer parcerias de investigação com estabelecimentos de ensino superior.

No campo da cultura, as propostas de Tinta Ferreira passam pela dinamização dos equipamentos culturais existentes (Museus/CCC/Biblioteca e outros) quer pela promoção de iniciativas culturais ao ar livre, ampliação do Museu de Cerâmica, aprovação de um Plano Cultural Integrado concelhio, conclusão do Museu Leopoldo de Almeida, construção da casa dos ceramistas “Ferreira da Silva” e realização da Bienal de Cerâmica.

Duas apostas fortes passam por “uma rede de Biblioteca Tecnológica em todo o concelho com a implementação de E-books pelas Juntas de Freguesia” e criar um “corredor criativo com forte ligação à ESAD.CR, à rede museológica e ao circuito cerâmico”.

“Caldas, um município para todos os desportos” é o lema que Tinta Ferreira quer reforçar, com grande envolvência do movimento associativo.

Por outro lado, sublinhou, “o turismo desportivo tem sido uma das áreas que tem dado um bom contributo aos setores da hotelaria e da restauração”.

Para dar continuidade a esta aposta “serão necessários ainda alguns investimentos, tais como conclusão do complexo desportivo, requalificação do campo e pavilhão da Mata, melhorias no Pavilhão Rainha D. Leonor e Parque Desportivo Domingos Del-Rio, melhorias na pista de atletismo e piscinas municipais, aumentando aqui a eficiência energética com painéis fotovoltaicos, construção de mais dois campos sintéticos no Campo e no FCC, promoção do desporto informal e de natureza, construção de um campo para as modalidades de tiro, criação de mais espaços desportivos de ar livre e de parques desportivos para seniores, contribuir para uma maior rentabilidade do C.A.R. de Badminton e dinamizar um Cluster de Desportos Náuticos na Foz do Arelho com a construção de um C.A.R. de desportos náuticos.

Para a juventude, o candidato social-democrata defende, entre outras medidas, habitação para jovens na cidade e nas freguesias para combater a desertificação do centro histórico da cidade e das aldeias, proporcionando acesso mais fácil a alojamento para quem inicia a sua vida profissional e familiar, e contribuindo para um aumento da natalidade

Loja Social Jovem, Olimpíada Jovem, apoio ao jovem empreendedor, promoção de iniciativas culturais e recreativas destinadas aos jovens e apoio às associações juvenis e às associações de estudantes, constam do programa eleitoral de Tinta Ferreira.

Equilíbrio na rede escolar

Vários participantes no jantar fizeram intervenções, mas as que chamaram mais a atenção foram as de professores do Colégio Rainha D. Leonor. Tânia Galeão, da direção deste estabelecimento de ensino, estava acompanhada de mais cerca de quatro dezenas de professores e aproveitou para manifestar “concordar ser necessário equilibrar o número de turmas em cada escola e sempre cumprimos até hoje todas as diretrizes emanadas pela tutela”. “Queremos pedir, no entanto, que não deixe que a liberdade de escolha no concelho das Caldas em relação à educação seja posta em causa e que os pais possam escolher a escola para os seus filhos”, declarou.

Outra professora apresentou uma reflexão: “Considero que os professores do ensino particular, à semelhança dos das escolas públicas, têm direito ao seu local de trabalho. A nossa formação é legítima e prestamos um serviço público. Pedimos que nos deixem trabalhar e não nos vejam como uma ameaça”.

Tinta Ferreira respondeu também defende “um justo equilíbrio entre as turmas por escolas”. “Há duas escolas que estão subocupadas, que são a Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro e a EBI 1-2-3 de Santo Onofre. O Colégio tem um rácio de ocupação que vai para além da sua capacidade. Isto significa que temos de fazer um ajustamento. Mas não é abrupto, como alguns defendem. Significa alguma redução de turmas no Colégio para as escolas públicas terem mais turmas. Mas tem de haver condições para o Colégio funcionar. Por isso há que fazer as coisas com equilíbrio”.

Interrogado por outro docente se as atividades de enriquecimento curricular vão continuar, Tinta Ferreira disse ser uma medida dependente do Estado.

Henrique Teresa, presidente da junta de freguesia de Tornada, questionou se está prevista a construção de um centro escolar em Tornada, tal como um polidesportivo. O candidato retorquiu que terão de se ultrapassar as rivalidades que existam nos lugares da freguesia para que haja consenso sobre a localização de um centro escolar. Contudo, a autarquia estará disposta a fazer melhoramentos nas escolas existentes, assim como nos polidesportivos.

Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Motoclube Star Riders realizou evento solidário Egg Run

O Moto Clube Star Riders Portugal dedicou a sua iniciativa solidária Egg Run 2024 a cerca de 80 crianças e jovens da Ordem do Trevo (OT) e do Centro de Educação Especial Rainha D. Leono (CEERDL).
A festa, com direito a animação e almoço, decorreu no dia 21 de abril na Expoeste. Além da entrega de bens alimentares, roupa, artigos de higiene, material escolar e brinquedos, as crianças e jovens também realizaram um “batismo motard”, com um passeio de motorizada. Para muitos, foi a primeira vez que andaram de mota.

ordem

Inauguração do Parque das Lavadeiras

O Município das Caldas da Rainha e a Junta de Freguesia do Nadadouro inauguram no dia 27 de abril, pelas 15h00,  no Parque das Lavadeiras, no cruzamento da Rua Principal com a Rua 21 de Agosto.

Praxe solidária com crianças

A Távola Elíptica Veterânica e a Comissão de Praxe da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha realizam uma iniciativa de praxe solidária no dia 25 de abril, a favor das crianças mais necessitadas de diversos países em desenvolvimento.

praxe