Q

Previsão do tempo

23° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 28° C
23° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 30° C
23° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 34° C

Doentes do CHO já podem realizar TAC na unidade das Caldas

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As obras de requalificação do Serviço de Imagiologia da Unidade de Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) estão concluídas e a partir desta semana os doentes poderão finalmente realizar exames sem terem de ser transferidos para entidades privadas ou para Lisboa. A instalação de um equipamento de Tomografia Axial Computorizada (TAC), dois ecógrafos e um mamógrafo permitirá dar resposta a uma necessidade há muito sentida na unidade das Caldas, possibilitando a obtenção de ganhos em saúde para os doentes que diariamente ocorrem ao CHO, consubstanciada numa maior rapidez na realização dos exames solicitados e na redução do tempo de espera pata a obtenção do diagnóstico.
Carlos Paixão (coordenador do Serviço de Imagiologia), Isabel Carvalho (diretora clínica), Anabela Sequeira (diretora do serviço de Imagiologia) e Carlos Sá (presidente da administração do CHO)

O equipamento mais esperado há anos era um TAC para evitar que os doentes que entrassem nas urgências com necessidade de realizar este exame tivessem que se deslocar a outra unidade. Até agora, durante o dia o Hospital das Caldas recorria aos serviços da Cedima, empresa privada que atualmente funciona no Montepio e ao fim da tarde e noite os doentes eram transferidos para Lisboa (regra geral Hospital Santa Maria).

Com esta aquisição feita pela administração de Carlos Sá, “deixará de ser necessário na generalidade dos casos, a sua transferência para outras entidades”. O presidente do CHO prevê diminuir os encargos nesta área em cerca de 500 mil euros por ano, tendo em conta que em 2012 subcontratou ao exterior para a realização de TAC e ecografia serviço na ordem de 740 mil euros, acrescido de 200 mil com o transporte desses utentes.

O investimento de 1 milhão e 200 mil euros foi realizado pelo CHO e apoiado em 85% pelo Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN). Grande parte da verba foi aplicada na aquisição dos equipamentos. As obras de requalificação do serviço de imagiologia que agora facilita os acessos dos doentes da urgência tiveram o custo de 160 mil euros.

Segundo o presidente da administração do CHO, os novos equipamentos vão começar a funcionar de uma forma gradual. “Vamos primeiro começar por dar resposta às necessidades internas do CHO e depois vamos aumentar a nossas capacidade de resposta”, explicou Carlos Sá, revelando que o objetivo é “iniciar no próximo mês em pleno funcionamento a resposta aos pedidos de TACS mamográficas e ecografias”. Este responsável frisou ainda que há TACS muito específicos em que os utentes vão continuar a ser transferidos para outras entidades “dos quais este equipamento não tem capacidade de resposta e porque são tão pontuais que não justificava o investimento adicional que era necessário fazer no equipamento”. No serviço de imagiologia da unidade das Caldas estão a colaborar 13 técnicos.

O presidente do CHO revelou ainda que no futuro está a ser ponderada a possibilidade dos doentes oriundos dos centros de saúde terem acesso a exames nestes novos equipamentos e para isso está a “negociar com a ARS e o Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Norte”.

A tecnologia de ponta destes equipamentos permitirá que os exames digitais estejam integrados num sistema de arquivo de imagens (PACS) disponível em todas as unidades do CHO. Por exemplo, “a mamografia é digital direta, sendo a mais recente tecnologia que existe. Tem uma grande resolução e os exames são logo vistos no sistema de trabalhar a imagem e é de imediato disponível em todos o sistema informático do CHO”, explicou, Carlos Paixão, o coordenador de imagiologia.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido com faca de mato após zaragata no Parque

Um indivíduo de 26 anos foi detido pela PSP das Caldas da Rainha no Parque D. Carlos I quando tinha abandonado uma faca de mato, com uma lâmina com comprimento superior ao legalmente permitido, após ter estado envolvido numa zaragata com outro homem.

“Barcos com História” em exposição em Alfeizerão

“Barcos com História” é como se designa a exposição de modelismo estático de Aníbal Figueiredo que está patente até 31 de julho no espaço Baú das Memórias, em Alfeizerão.Trata-se de uma mostra de 17 miniaturas em madeira que representam barcos que de uma forma ou outra marcaram a história.

Barcos 1

Líder do PCP diz que a construção do novo hospital do Oeste é uma opção do Governo 

O secretário-geral do PCP, Paulo Raimundo, esteve na Festa de Verão do PCP, junto ao Penedo Furado, na Foz do Arelho, no passado dia 14, e disse que a construção do novo hospital do Oeste nesta legislatura é “uma questão de opção do Governo”. “Não me venham dizer que não há dinheiro, é mentira. São precisas opções”, afirmou.

PCP 1