Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 24° C
14° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 25° C
15° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 26° C

Aula de cidadania na Universidade Sénior

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“A evolução da Cidadania nos últimos 50 anos”, foi o tema da conferência que decorreu no passado dia 4 na Universidade Sénior Rainha D. Leonor (USRDL). Quais as diferenças entre cidadania antes e depois do 25 de Abril de 1974 foi um dos assuntos discutidos na iniciativa, que contou com o auditório repleto de alunos da Universidade Sénior e da Escola Técnica Empresarial do Oeste. Foi uma verdadeira aula de cidadania dada pelos oradores: Jorge Santos, professor de cidadania e informática na USRDL, Jaime Costa, jornalista e diretor do JORNAL DAS CALDAS, e Lalanda Ribeiro, provedor da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha.
Oradores da conferência

A intervenção destes elementos suscitou um produtivo debate em torno da cidadania ativa, que está em “permanente construção”. Longe de estarem adormecidas para este assunto, as pessoas presentes mostraram-se interessadas em discutir o tema.

Jorge Santos falou da “História da cidadania e seus impactos”. A sua intervenção baseou-se na interligação da cidadania com os direitos humanos, primeira, segunda e terceira geração. “Quis dar a perceber a evolução do conceito de cidadania sobretudo no que diz respeito à luta pelos direitos e deveres de cada cidadão e alargando os horizontes daquilo que é a cidadania de hoje muito mais de que um conjunto de ética”, disse o professor.

Lalanda Ribeiro partilhou a sua experiência na área politica partidária, ligando-a à cidadania numa evolução do antes e o depois do 25 de Abril. Para este responsável que além de autarca já foi professor, não há “cidadania sem democracia”. Revelou que na sua atividade política presenciou vários modelos de cidadania como por exemplo “alguns elementos de Vidais que ajudaram em obras públicas para melhorar a freguesia” ou “os habitantes de algumas localidades que trabalham em prol da sua coletividade”. Lalanda Ribeiro referiu ainda que a Comissão de Utentes “Juntos pelo Nosso Hospital” e o movimento Que se Lixe a Troika são grupos de cidadania ativa que lutam “de uma forma pacifica” por uma causa a “favor da sociedade”.

Jaime Costa abordou o tema “A Comunicação Social na esfera da cidadania”. O jornalista, que começou a trabalhar na área da comunicação social quando tinha 18 anos, disse que a comunicação social tem sido muito importante na descoberta de casos de “corrupção” e “pedofilia”. No entanto revelou que “ainda continua haver muitas pressões por parte de grandes grupos económicos não só a nível nacional mas também a nível regional”. “Liberdade absoluta não existe”, sublinhou Jaime Costa.

Vítor Duarte e Solange Morgado, alunos da USRDL fizeram uma intervenção onde apresentaram os temas dos oradores convidados.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Papagaios gigantes coloriram o céu na Foz do Arelho

O passado fim-de-semana foi de grande animação na Foz do Arelho, com diversos eventos a terem lugar, no âmbito do 2º Festival da Lagoa. No domingo, os papagaios tomaram conta do céu.

primeira

Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos continuam fechados ao fim de semana

A Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos no hospital das Caldas da Rainha, na Unidade Local de Saúde (ULS) do Oeste, vão continuar a não receber utentes entre as manhãs de sexta-feira e de segunda-feira e quem necessitar de assistência médica deverá dirigir-se ao Hospital de Santarém, pertencente à ULS da Lezíria.

urgencia

“Mural dos afetos” dá as boas-vindas a quem chega à cidade

A imagem de uma mãe abraçada à filha embeleza a fachada de um edifício na Rua General Amílcar Mota, na entrada sul da cidade. Trata-se de um mural de arte urbana, da autoria de Daniel Eime, que identifica Caldas da Rainha como uma cidade que há uma dezena de anos faz parte do Movimento Cidade dos Afetos.

afetos