Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
13° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
14° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 14° C
EDITORIAL

MAU TEMPO NO CANAL

Clara Bernardino

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Não, o título não tem a ver com nenhum clássico português de literatura. O mau tempo fez-se sentir, seriamente, um pouco por toda a parte no nosso país. Quando vemos imagens de furacões, tornados, maremotos (tsunamis) ou outras manifestações da natureza, pensamos sempre que é lá longe e que nós, por cá, vivemos num cantinho protegido de ventos e más marés.

Só que como diz o povo, “há mais marés que marinheiros” e a desdita também nos bateu à porta. O longe fez-se perto e se o vento e o mar não estavam enfurecidos, não sei como havemos de classificar aquilo por que passámos nas últimas semanas: o mar a galgar pela terra dentro, arrastando consigo vitrinas, esplanadas, tentando roubar aos homens aquilo que há alguns séculos os homens lhe roubaram: território.

Esta bela faixa costeira foi conquistada ao mar há alguns séculos. O Homem desafiou a Natureza. Quem nos garante que ela não terá sede de vingança?

Perante a fúria do mar, percebemos, finalmente, como somos pequenos. A nossa existência é insignificante perante o poder daquilo que pensamos dominar.

Pobres formigas perto da força avassaladora da Natureza.

Esta “lição de moral” da Mãe-Natureza também nos transportou para o passado, no tempo em que não havia água canalizada, não havia luz, nem televisão, nem telemóvel, nem internet, nem tantos confortos a que nos habituámos e dos quais, sem nos apercebermos, nos tornámos escravos. Será que conseguiríamos viver como os nossos avós e bisavós?

Qual das gerações teve mais conforto? – A nossa sem dúvida! E qual delas teve mais qualidade de vida? A resposta, agora, é mais difícil: o tempo que gastamos atrás de umas maquinetas que nos fazem estar em contacto com o mundo também nos impedem de sentir o mundo.

Depois da tempestade vem a bonança. Esperemos que a natureza se acalme e o sol nasça para todos nós…

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Festival das Sopas ajuda jovens

O I Festival das Sopas vai realizar-se no Centro Paroquial de Salir de Matos, nas Caldas da Rainha, no dia 18 de dezembro,pelas 13h. O evento contará com sopa da pedra, sopa de peixe, sopa de legumes e canja. Também haverá petiscos, filhós, café da avó...

Idosos com festa de natal no Nadadouro

Os utentes do cartão municipal do idoso nas Caldas da Rainha têm uma festa de natal no dia 15 de dezembro, pelas 12h, naAssociação Cultural e Recreativa do Nadadouro. As inscrições são obrigatórias até dia 12, na junta de freguesia da área de residência ou ao...

Natal Solidário do Sport Clube do Bairro

No dia 4 de dezembro realizou-se o Natal Solidário do Sport Clube do Bairro, coletividade do Bairro Senhora da Luz, emÓbidos, que conseguiu atingir os principais objetivos, que era juntar as crianças da comunidade e proporcionar uma série deatividades em que elas...

ramalho