Q

Previsão do tempo

25° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 22° C
25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 22° C
27° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 24° C

Escolas caldenses não são problemáticas para a PSP

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As escolas caldenses não apresentam problemas de segurança especiais, garantiram os agentes da PSP presentes numa sessão de esclarecimento na Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro (ESRBP), onde também sossegaram os encarregados de educação presentes que este estabelecimento de ensino é tão ou mais seguro do que as outras escolas da cidade.
Agentes da Escola Segura – Dário Magno, Elisabete Rosa e Henrique Ferreira - na Escola Bordalo Pinheiro

Respondendo à interrogação de um docente – Pereira da Silva, professor naquela escola há 37 anos – que confrontou os agentes com a “ideia generalizada”, errada no seu entender, de que “a ESRBP apresentava mais riscos do que outras, levando até alguns pais a não querer os seus filhos aqui a estudar”, Dário Magno, adjunto do comandante da esquadra da PSP e responsável pela área da Escola Segura, assegurou: “Taxativamente não apresenta mais riscos. Se não fosse assim, a polícia era vista na escola dia e noite”.

Segundo o responsável da Escola Segura, a ESRBP “não tem problemas de maior a apontar e apresenta os mesmos problemas que outras escolas do secundário da cidade”, reforçando que “não se verificam aqui casos de delinquência juvenil”. E com as obras, que deixaram a escola com outras condições, menores riscos apresentará, considerou.

Na sessão aberta aos encarregados de educação, realizada na manhã do passado sábado no auditório da ESRBP, apenas compareceu pouco mais de uma dezena de pais, que ouviram os agentes da Escola Segura – Dário Magno, Henrique Ferreira e Elisabete Rosa – falarem sobre a sua missão.

Tendo em conta as residuais ocorrências ao nível de pequenos furtos, agressões ou bullying, uma boa parte da conversa centrou-se naquela que é a principal preocupação – a prevenção do uso de drogas.

Recorrendo a uma apresentação multimédia, o chefe Dário Magno abordou várias substâncias, como o GHB – a droga da violação. “É uma droga líquida utilizada nos bares e discotecas sem que a vítima se aperceba e fica meio adormecida e sem capacidade de reação”, descreveu. “Nas Caldas não temos conhecimento de casos”, sossegou.

O LSD é “usado na altura dos exames”, pela reação semelhante aos “speeds”, enquanto que o Ice, que parece gel, provoca euforia e aumento de energia. Também não há relatos de casos de Ice nas Caldas. “O que mais vai aparecendo, em varandas ou plantações, são cannabis, liamba e haxixe”, relatou o responsável da Escola Segura.

“Estamos atentos aos grupos ao pé das escolas e noutros locais”, referiu o chefe policial, alertando para a existência de dois estabelecimentos próximo do centro da cidade onde se vendem drogas legais a adultos, as chamadas smart-shops.

Os agentes deram alguns conselhos aos pais, como “conhecer o grupo de amigos dos filhos e os locais que frequenta, saber como gasta o dinheiro, verificar se existem objetos de valor a desaparecerem de casa, e, por mais que custe aos pais, verificar a roupa depois de uma noitada”.

Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Líder do PCP diz que a construção do novo hospital do Oeste é uma opção do Governo 

O secretário-geral do PCP, Paulo Raimundo, esteve na Festa de Verão do PCP, junto ao Penedo Furado, na Foz do Arelho, no passado dia 14, e disse que a construção do novo hospital do Oeste nesta legislatura é “uma questão de opção do Governo”. “Não me venham dizer que não há dinheiro, é mentira. São precisas opções”, afirmou.

PCP 1

Novo presidente do Rotary quer ajudar os bombeiros com a compra de aparelhos respiratórios

O empresário Luiz Gomes assumiu, no passado dia 8, a liderança do Rotary Club das Caldas da Rainha, sucedendo na função a Hélia Silva na cerimónia de transmissão de tarefas que decorreu no restaurante “A Lareira”, com o lema “A Magia do Rotary”, numa alusão à capacidade que cada rotário tem em melhorar a comunidade onde se enquadra.

presidente 1

Escultura de homenagem à PSP deixa polícias emocionados pela ligação à comunidade

Foi inaugurada na passada sexta-feira uma escultura de homenagem à PSP na sede da Divisão Policial das Caldas da Rainha, a propósito dos 150 anos do Comando Distrital. Peça da autoria de Carlos Oliveira em parceria com a empresa MVC Portuguese Limestones, representa “um gesto de apreço pela entrega abnegada dos nossos polícias no que fazem na defesa dos que mais precisam”, considerou o superintendente, Luís Carrilho, diretor nacional da PSP, presente na cerimónia.

escultura1 1