Q

Previsão do tempo

22° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 23° C
22° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 23° C
23° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C

2ª Eliminatória da taça de Portugal de futebol 11 feminino

Carlos Barroso

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Pontinha: 3 A-dos-Francos: 4
Vitória muito sofrida/foto DR

A equipa de A-dos-Francos deslocou-se a Lisboa para defrontar a equipa do CAC da Pontinha, no dia 1 de novembro, na segunda eliminatória da Taça de Portugal. O resultado é de facto um bom reflexo da emoção vivida no palco do jogo. Num terreno difícil, pelo facto do piso ter muita borracha, que fazia com que a bola saltasse muito, criando mais dificuldades de controlo a quem estava menos habituado a isso, no caso a equipa forasteira, foi, contudo, essa mesma equipa que entrou dominadora em campo, jogando a equipa da casa fechada no seu meio-campo. Assim, a bola estava sempre mais perto da área do Pontinha, mas na primeira vez que as jovens da casa desceram até à área de A-dos-Francos, num contra-ataque, inauguraram o marcador, à passagem do minuto 7. O golo não alterou o desenrolar do jogo, continuando A-dos-Francos a dominar, chegando à igualdade aos 14 minutos, num remate à entrada da área, de Cristiana Garcia. No entanto, aos 17 minutos, na marcação de um livre ainda distante da baliza, o Pontinha adiantou-se novamente no marcador, numa bola que a guarda-redes forasteira socou para a frente, permitindo a recarga para o fundo das redes. Dai até ao intervalo, A-dos-Francos porfiou na busca do golo, falhando algumas oportunidades e desperdiçando ainda uma grande penalidade. Chegou-se ao intervalo com a vantagem para a equipa da casa, num resultado que penalizava muito a equipa de A-dos-Francos, que apresentara até aí muito bom futebol. Na segunda parte A-dos-Francos continuou a lutar para inverter o resultado, mas mais uma vez num lance em que a defesa-central tem a bola dominada, escorrega e deixa-a à mercê da atacante adversária, que isolada fez o 3 a 1. Resultado deveras penalizador para as forasteiras. No entanto, A-dos-Francos não baixou os braços e no espaço de 3 minutos espantou o azar que as perseguiu e marcou aos 19 minutos por Catarina Sousa e aos 20 por Iara Ferreira. Estava reposta a igualdade, mais do que justa. Dai até ao final só se jogou praticamente no meio-campo defensivo do Pontinha, com A-dos-Francos a pressionar muito na busca do golo que permitisse a passagem à eliminatória seguinte. Após algumas ocasiões desperdiçadas, o justo prémio chegou aos 89 minutos, num cruzamento de Cristiana Garcia para Catarina Sousa fazer o 4 a 3 final. Estava selada a vitória no encontro. Vitória muito sofrida perante uma equipa muito aguerrida e organizada, que demonstrou muita qualidade nesta partida. Foi um excelente espetáculo de duas boas equipas, sendo que a vitória assenta bem à equipa de A-dos-Francos, pelo domínio e volume de jogo ofensivo que teve. O Pontinha, pelo que fez, mostrou também que merecia estar na fase seguinte e que é uma equipa com qualidade para disputar a vitória com qualquer adversário. A-dos-Francos: Mariana Ferreira, Marina Isidoro, Maria Vala, Catarina Lopes, Denise Ferreira (Carolina Ferreira), Sofia Silva, Luciana Garcia, Cristiana Garcia (Cap.), Matilde Figueiras, Iara Ferreira (Ian Moirinho) e Catarina Sousa. Suplentes: Joana Silva, Ian Moirinho, Joana Batista, Rute Marques, Tânia Félix e Carolina Ferreira. Treinador: Paulo Sousa. Delegados: Carlos maio e André Jesus. Massagista: Cristina Várzea.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Óbidos Criativa no Nacional de Masters com 14 pódios

O Clube de Natação Óbidos Criativa (OC) participou no Campeonato Nacional de Masters de Verão, realizado de 4 a 7 de julho no complexo de piscinas de São João da Madeira. Os nadadores de Óbidos alcançaram 14 pódios, com cada atleta a conquistar pelo menos um lugar no pódio.

Masters

Ministro assinala 100 dias de Governo no Cadaval

Para assinalar os primeiros 100 dias de governação, o PSD organizou, em todo o país, reuniões abertas aos militantes e simpatizantes, com a participação de um ministro. Foi neste contexto que, no passado dia 10, o ministro-adjunto da Coesão Territorial, Manuel Castro Almeida, esteve no Cadaval.

ministro