Q

Previsão do tempo

14° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
14° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 13° C
14° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 13° C
EDITORIAL

O último 5 de outubro

Clara Bernardino

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
«A Implantação da República Portuguesa foi o resultado de um golpe de estado organizado pelo Partido Republicano Português que, no dia 5 de outubro de 1910, destituiu a Monarquia Constitucional e implantou um regime republicano em Portugal. A subjugação do país aos interesses coloniais britânicos, os gastos da família real, a instabilidade política e social, o sistema de alternância de dois partidos no poder (os progressistas e os regeneradores), tudo contribuiu para que a República substituísse a Monarquia.»

Se reconhece este enredo transportado para os nossos dias, com facebook, portáteis, tablets e telemóveis à mistura, então concordará que, de facto, a História se repete. Para quê festejar o 5 de outubro, se afinal, a situação atual não é assim tão diferente da do dia 4 de outubro de 1910? Já não temos reis. É um facto, pelo menos coroados…

Mas, olhemos bem à nossa volta: do presidente da República, ao primeiro-ministro, quem se dá ao trabalho de nos explicar, a nós, plebe, o que se passa no nosso país?

Não continuamos a ter dois partidos que, alternadamente, dividem o poder?

Não assistimos já aos jogos de interesses dos pequenos reis das nossas autarquias que querem escolher os sucessores, pensando que vão continuar a mandar eternamente?

Eles andam por aí e utilizam em vão a palavra democracia. Julgam que, por força da má utilização, ela vai ganhar o sentido que eles lhe quiserem dar.

Todos os impérios do passado se desfizeram. Os reis perderam a coroa. E aqueles que julgam que mandam também hão de perder a arrogância com que ditam as regras com que temos de viver.

Dizem que este é o último 5 de outubro que podemos festejar. Talvez muitos já nem saibam por que motivo se comemora. Quem sabe, a seguir, nos tirem também o 25 de abril.

Mas, há algo que ninguém pode controlar: a inevitabilidade do fim dos impérios. É a própria História da humanidade que o prova…

Todos os ditadores, que o mundo conheceu, tiveram um fim que condizia com o mal que fizeram. Os reizinhos que se passeiam por aí, sem coroa, porque já não se usa, só têm de esperar por um próximo dia 5 de outubro, ou mesmo por outra data qualquer, que acabe por ter o mesmo significado… Afinal, todos caem, e, não houve um que caiu da cadeira?

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Festival das Sopas ajuda jovens

O I Festival das Sopas vai realizar-se no Centro Paroquial de Salir de Matos, nas Caldas da Rainha, no dia 18 de dezembro,pelas 13h. O evento contará com sopa da pedra, sopa de peixe, sopa de legumes e canja. Também haverá petiscos, filhós, café da avó...

Idosos com festa de natal no Nadadouro

Os utentes do cartão municipal do idoso nas Caldas da Rainha têm uma festa de natal no dia 15 de dezembro, pelas 12h, naAssociação Cultural e Recreativa do Nadadouro. As inscrições são obrigatórias até dia 12, na junta de freguesia da área de residência ou ao...

Natal Solidário do Sport Clube do Bairro

No dia 4 de dezembro realizou-se o Natal Solidário do Sport Clube do Bairro, coletividade do Bairro Senhora da Luz, emÓbidos, que conseguiu atingir os principais objetivos, que era juntar as crianças da comunidade e proporcionar uma série deatividades em que elas...

ramalho