Q

Previsão do tempo

14° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 16° C
14° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 17° C
14° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 17° C

Câmara das Caldas ainda não hasteou bandeira de ouro da Quercus

Carlos Barroso

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A praia do mar da Foz do Arelho tem atribuído o galardão de ouro da Quercus, mas ao que parece não existem 30 euros disponíveis na autarquia para mandar fazer a bandeira e içar a distinção.
Há quem se disponibilize para pagar o galardão, se a Câmara não o fizer/foto Carlos Barroso

No total a associação ambientalista atribuiu 294 galardões a praias com qualidade de ouro, um salto positivo de mais oito em relação ao ano anterior, com a praia do mar na Foz do Arelho a receber essa distinção. No início de todas as épocas balneares, a Quercus atribui a classificação de praias com qualidade de ouro às zonas balneares do país cuja água apresenta os melhores resultados em termos de qualidade.

Para receber a classificação de praia com qualidade de ouro, uma zona balnear tem de respeitar os critérios de qualidade da água boa nas três épocas balneares entre os anos de 2007 e 2009, qualidade da água excelente nas duas últimas épocas balneares de 2010 e 2011, com todas as análises realizadas na última época balnear de 2011 de excelentes. A praia do mar da Foz do Arelho obteve esses resultados e recebeu a distinção de “forma direta” pela Quercus, confirmou Francisco Ferreira da associação ambientalista. “Esta avaliação efetuada pela Quercus é mais limitada em comparação com a atribuição da Bandeira Azul, ao basear-se apenas na qualidade da água das praias, apesar de ser mais exigente neste aspeto em específico”, reforçou o ambientalista. A atribuição desta distinção visa “realçar as praias que ao longo de vários anos (cinco, neste caso), apresentam sistematicamente boa qualidade ou qualidade excelente e que, nesse sentido, oferecem uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da água”. Segundo Francisco Ferreira da Quercus e responsável pela atribuição da qualidade de ouro às praias, a informação deste prémio é dada às autarquias que depois só hasteiam as bandeiras se quiserem. “Nós enviamos o design e a câmara é que trata do resto. Se não hasteiam é porque não querem, fica ao critério da autarquia. Nós publicamos a listagem em junho”, explicou. Da parte da autarquia, Hugo Oliveira confirmou a receção do galardão de ouro da Quercus e mostrou-se empenhado em criar condições para que seja içada esse galardão. “Estamos a tratar do procedimento para adquirir a bandeira, para que ela possa hasteada. Assim que chegar, poderemos marcar uma cerimónia para a hastear”, disse. Contudo, a associação Quercus já fez saber que não comparece nas cerimónias de hastear da bandeira, exatamente porque deixa ao critério das autarquias a exibição ou não deste tipo de distinção, que ao que parece para a câmara das Caldas a contenção e rigor orçamental levam a que não sejam dispensados 30 euros para imprimir a bandeira. Perante este fato já algumas pessoas se mostraram “disponíveis”, de forma a “envergonhar a autarquia em pagar, se for preciso, a impressão da bandeira”, porque consideram “importante a atribuição, pela primeira vez, desta distinção”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Pensado um grande parque que crie nas Caldas uma centralidade urbana de cultura, saúde e bem-estar

O Masterplan do Termalismo, apresentado pelo arquiteto urbanista Bruno Soares, na sessão da Assembleia Municipal que decorreu a 16 de abril, defende criar nas Caldas da Rainha um grande Parque das Termas, que totaliza cerca de 40 hectares no seu conjunto. O objetivo principal é fazer a ligação entre o Parque D. Carlos I, a Mata D. Leonor, a Quinta da Boneca, Centro de Artes, o Museu de Cerâmica e o Centro Histórico das Termas, com a instalação de um percurso pedonal estruturante transversal.

masterplan 1

“É preciso criar uma maior consciencialização ambiental na população”

Emídio Sousa fez o seu primeiro ato público como secretário de Estado do Ambiente nas Caldas da Rainha, no âmbito da sessão de abertura da 30ª edição das Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental, que decorreram no Centro Cultural e de Congressos (CCC) entre os dias 19 e 21 de abril.

jornadas

Dino D’ Santiago no concerto de 14 de maio

Este ano o tradicional concerto de 14 de maio com o palco colocado na Praça 25 de Abril, junto ao edifício da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, será protagonizado pelo músico e compositor Dino D' Santiago, atualmente um dos artistas mais aclamados pelo público em Portugal.

dino santiago