Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 20° C
14° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 20° C
15° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 21° C

Município do Bombarral pretende privatizar água e saneamento

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O município do Bombarral vai entregar a gestão da rede de distribuição de água e saneamento a privados no próximo ano. Com esta medida a autarquia prevê arrecadar uma verba de 3,2 milhões de euros. A oposição socialista não concorda com a privatização e acusa o edil de estar a tentar resolver problemas de tesouraria, […]

O município do Bombarral vai entregar a gestão da rede de distribuição de água e saneamento a privados no próximo ano. Com esta medida a autarquia prevê arrecadar uma verba de 3,2 milhões de euros. A oposição socialista não concorda com a privatização e acusa o edil de estar a tentar resolver problemas de tesouraria, tapando “um buraco de 3,5 milhões de euros de dívida, que de outro modo não consegue pagar”. O presidente da Câmara, José Manuel Vieira, justifica a necessidade de privatização dizendo que os custos de manutenção das duas redes são superiores à capacidade financeira da Câmara, o que significa que esta “teria de se endividar nas próximas décadas”. O município do Bombarral deve 1,9 milhões de euros à Águas do Oeste, a empresa multimunicipal responsável pelo fornecimento de água e tratamento do saneamento.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Fados no Valado de Santa Quitéria

No passado sábado, o snack bar da Associação Recreativa Desportiva Quiterense, no Valado de Santa Quitéria, sob a gerência de Rogério Camacho, levou a efeito uma noite de fados com João Plácido, Natália Neves, Sandra Caetano, José Neves e Manuel Neves.

valado

“A Revolução do 25 de Abril” no Café Central

O livro “A Revolução do 25 de Abril”, ensaio histórico de Medeiros Ferreira, é apresentado no próximo sábado, às 15h00, no Café Central, nas Caldas da Rainha, por Luís Nuno Rodrigues (ISCTE-IUL), Manuel Martins (NOVA FCSH) e o editor João Pedro Ruivo.