Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 27° C
20° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 28° C
21° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 32° C

Subsolo de Vicente de Aljubarrota com gás

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Mohave Oil and Gas Corporation encontrou gás em Aljubarrota nas sondagens de pesquisa por petróleo, que decorrem na freguesia de S. Vicente de Aljubarrota. A empresa regressou à freguesia onde iniciou a sua campanha pelo concelho de Alcobaça e onde tenciona continuar a investir. Arlindo Alves, director-geral da Mohave Oil and Gas Corporation, informou […]
Subsolo de Vicente de Aljubarrota com gás

A Mohave Oil and Gas Corporation encontrou gás em Aljubarrota nas sondagens de pesquisa por petróleo, que decorrem na freguesia de S. Vicente de Aljubarrota. A empresa regressou à freguesia onde iniciou a sua campanha pelo concelho de Alcobaça e onde tenciona continuar a investir. Arlindo Alves, director-geral da Mohave Oil and Gas Corporation, informou que a empresa já tinha “feito uma primeira sondagem e entretanto entendemos fazer uma intervenção mais aprofundada para verificar se existem hidrocarbonetos (petróleo e gás) em quantidade suficiente para justificar a exploração” comerciante. A informação já terá sido transmitida ao presidente do PSD e chefe de Governo, Pedro Passos Coelho, durante a sua presença, em Leiria, no Congresso do PSD, pelo presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio. Segundo fonte próxima do autarca, Paulo Inácio entregou a Passos Coelho uma fotografia onde se vê o gás a arder no cimo da plataforma. A confirmar-se a existência de hidrocarbonetos no local, a empresa canadiana vai investir 60 milhões de euros no concelho de Alcobaça. Pescadores da Nazaré à espera de indemnização Caiu no impasse o pagamento da indemnização da Mohave Oil and Gas Corporation aos pescadores da Nazaré lesados pela operação de pesquisa de petróleo no mar, no verão, e que os impediu de pescarem numa vasta área durante cerca de um mês. Segundo João Delgado, pescador e dirigente da Mútua dos Pescadores, uma das primeiras entidades a alertar para os elevados prejuízos da classe por causa destes trabalhos de pesquisa por petróleo, “os 150 mil euros disponibilizados pela empresa de petróleo são manifestamente insuficientes, e não vão cobrir, nem de perto, as necessidades”. “Durante um mês, pescadores e armadores viram-se privados dos seus rendimentos, perdendo, além disso, quase todas as suas artes de pesca, que se encontravam fundeadas, por isso, esta verba é, manifestamente insuficiente”, disse. Em causa estão trabalhos de pesquisa de petróleo que a Mmohave Oil and Gas Corporation efectuou, entre São Martinho do Porto e Pedrógão, sobretudo na linha de costa, entre as 2 e as 8 milhas, e que afectaram, segundo a comunidade piscatória local, o desenvolvimento da sua actividade profissional dentro da normalidade, desde meados de Julho. São cerca de 70 pescadores que, só na Nazaré, aguardam que se ultrapasse este impasse para puderem ser compensados pelos prejuízos sofridos, estimados entre 350 a 400 mil euros. Depois do alerta dado pela comunidade piscatória, a Câmara da Nazaré solicitou à ministra do Mar, Assunção Cristas, “medidas com vista à atribuição de compensações aos empresários lesados pela perda de artes de pesca durante as operações de prospecção de petróleo no mar”. Paulo Alexandre

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Concerto nas Caldas leva Rio Maior a mudar artista

Devido a “questões contratuais”, a Câmara Municipal de Rio Maior viu-se “forçada a denunciar o acordo que tinha com a agente do artista David Carreira”, previsto para atuar no dia 31 de agosto na Frimor 2024 (Feira da Cebola), isto porque a autarquia diz ter sido confrontada “com o anúncio da presença do referido artista na Frutos 2024 em Caldas da Rainha, uma semana antes de estar na Frimor”.

david

Novo Gabinete de Atendimento ao Munícipe

Na passada segunda-feira entrou em funcionamento, no rés-do-chão do edifício da Câmara Municipal de Caldas da Rainha, o Gabinete de Atendimento ao Munícipe (GAM), com o objetivo de prestar serviço de atendimento de primeira linha, apoio e informações aos munícipes de forma centralizada.