Q

Previsão do tempo

8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C

Teatro da Rainha estreia “O Ciúme do Enfarinhado”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Teatro da Rainha inicia a sua programação de 2011 com o Ciúme do Enfarinhado, a primeira peça de Molière, classificada pelos académicos como marginal, representada pela primeira vez em Portugal, com encenação de Fernando Mora Ramos. A estreia será no dia 12 de Fevereiro, na Lavandaria do Centro Hospitalar Oeste Norte, nas Caldas da […]
Teatro da Rainha estreia "O Ciúme do Enfarinhado"

O Teatro da Rainha inicia a sua programação de 2011 com o Ciúme do Enfarinhado, a primeira peça de Molière, classificada pelos académicos como marginal, representada pela primeira vez em Portugal, com encenação de Fernando Mora Ramos. A estreia será no dia 12 de Fevereiro, na Lavandaria do Centro Hospitalar Oeste Norte, nas Caldas da Rainha. Na peça, o cornudo Enfarinhado imaginário, marido básico conservador, supõe que a mulher já fez o que ele imagina e ela desejando mais que a vida pobre que tem, pobre de espírito, procura o que o desejo lhe ordena. Resultado de tudo isto: grandes desavenças de rua, escândalo público no pequeno meio, tudo e todos metidos na conjugal questão. E o que há a reter é que a peça dá conta da emergência de um conflito primordial que ainda está por concretizar como um verdadeiro equilíbrio e que é o resultado do fim da sociedade patriarcal e a liberdade que as meninas, e as mulheres, conquistaram de orientar os afectos para onde eles se dirijam, coisa simples e que nada tem a ver, como se sabe, com a instituição casamento – se os afectos fossem casamentos esta indústria quintuplicaria os seus lucros. Estamos perante o que poderemos chamar de um pequeno pilar de novas liberdades que, justamente o tempo que vamos vivendo com a nova emergência de uma espécie de relevância e simultânea depreciação da instituição casamento parece espelhar de modo absolutamente desnorteado. O encenador Fernando Mora Ramos diz ainda que “o ciúme do enfarinhado propicia também verdadeiros momentos performativos no meio da narrativa, dado que o esquema da peça, a sua arquitectura “lacustre” convida a jogos específicos de representação espontâneos e portanto, por assim dizer, presentificados, ou seja performativos. Eis, portanto, um Molière mais que performativo verdadeiramente acanónico e mais que moderno pós moderno. E mais que canónico acanónico”. O espectáculo, com interpretação de Isabel Lopes, Carlos Borges, Paulo Calatré e Victor Santos, depois da estreia será apresentado para o público escolar, de 16 de Fevereiro a 4 de Março, às 15h00. A ficha artística é constituída da seguinte forma: Tradução e versão | Isabel Lopes; Encenação | Fernando Mora Ramos; Cenografia e figurinos | José Carlos Faria; Interpretação | Isabel Lopes, Carlos Borges, Victor Santos e Paulo Calatré; Duração [50 m / sem intervalo]; Classificação Etária [m/12 anos]. (fotos Margarida Araújo)

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP combate criminalidade em bares e ruas no centro das Caldas

Uma operação desenvolvida pela PSP das Caldas da Rainha na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado, tendo como alvo bares no centro da cidade e ruas nas proximidades, com o objetivo de “prevenir a criminalidade violenta e grave ou organizada e aumentar o sentimento de segurança na população”, originou a detenção de quatro homens, com idades entre 21 e 28 anos, pelos crimes de tráfico de droga, posse de arma proibida e condução em estado de embriaguez.

psp1

Lions formaliza entrega de verba de espetáculo solidário

O Lions Clube das Caldas da Rainha fez no passado dia 30 uma entrega formal ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) da verba apurada no concerto solidário com o maestro e pianista António Victorino d’Almeida e trio de Pedro Caldeira Cabral....

lions

Desfile equestre apresentou reis do carnaval das Caldas

Luís Ventura, de 47 anos, e Mariana Mortágua, de 22 anos, foram escolhidos para serem os reis do carnaval das Caldas da Rainha, encarnando as personagens Zé Povinho e Maria da Paciência, respetivamente, criações de Rafael Bordalo Pinheiro como caricaturas do povo português.

reis00