Q

Previsão do tempo

25° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 22° C
25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 22° C
27° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 24° C

Desabafos de uma jovem avó

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Sou uma jovem avó que procura estar o mais presente possível sem, logicamente, tirar o lugar aos Pais. Há uns tempos, num sábado de manhã, estava na sala com as minhas netas, das quais a mais velha tem cinco anos. Na televisão passava uma série chamada “ O mundo de Patty”, sobre a vida dos […]

Sou uma jovem avó que procura estar o mais presente possível sem, logicamente, tirar o lugar aos Pais. Há uns tempos, num sábado de manhã, estava na sala com as minhas netas, das quais a mais velha tem cinco anos. Na televisão passava uma série chamada “ O mundo de Patty”, sobre a vida dos e das adolescentes com idades entre os treze e os catorze anos. O diálogo era dobrado em português com uma horrível e pobre linguagem que em muito envergonha a nossa milenária língua, para já não falar do tom das vozes que de normal tinham muito pouco ou nada. Quer dizer: qualidade zero… Como se tudo o atrás descrito não chegasse, o tema da série que retratava a vida do dia-a-dia desses ditos adolescentes era – o teu namorado, a minha namorada, trocados e não trocados por outros, enfim, uma pobreza de diálogo, de ideias, de ideais e de referências tão necessárias àquelas idades. Claro está que a minha neta mais velha, as outras ainda são demasiado pequeninas, estava”vidrada”naquela porcaria possidónia e nada a fazia distrair por mais que eu tivesse tentado (infelizmente o vídeo estava estragado) Ora numa altura em que tanto se tem falado de pedofilia e pornografia, estas séries podem-se considerar um pouco disso, na medida em que despertam prematuramente a sexualidade dos miúdos fora do contexto normal da família e não tem que ser a televisão a fazê-lo de forma tão miseravelmente pobre, desbocada e perversa. Recordemos que ao sábado de manhã, a maioria das famílias estão a trabalhar, dentro ou fora de casa, as crianças estão sozinhas e disponíveis para absorver tudo o que lhes “impinjam” sem qualidade ou critério e sem terem com quem trocar opiniões sobre o tema, balizarem-se ou esclarecerem-se. Este é o desabafo de uma avó que sempre lutou pelos valores e por uma família sã, composta por gente normal e boa em todos os sentidos. Deixem as crianças ser crianças e não tenham pressa de os fazer adultos sem que para isso estejam preparados. Isabel Cabral

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Pimpões com três títulos nos Nacionais de Verão

Entre os dias 12 e 14 de julho, o Complexo de Piscinas do Jamor acolheu o Campeonato Nacional de Piscina Longa para os escalões de Juvenis, Juniores, Seniores e Open de Portugal, contando com a presença de 809 atletas, representando 110 equipas. Os Pimpões levaram uma comitiva de 10 nadadores.

nacional

António Moura no Triatlo Starman Portugal

O caldense António Moura, em representação do clube Vitória de Janes, participou na terceira edição do Triatlo Starman Portugal, na distância de half-ironman, ficando em 11º lugar da geral e em 1º lugar no escalão 60-64 anos.

moura

“O Mar no Museu José Malhoa” é tema de visita com Dóris Santos

As férias no Museu José Malhoa e no Museu da Cerâmica continuam esta semana. Desta vez, as atividades chegam ao público adulto, com a visita temática “Depois, Malhoa”. A iniciativa busca, afirma Nicole Costa, diretora dos Museus José Malhoa, da Cerâmica e Dr. Joaquim Manso, na Nazaré, “proporcionar momentos de conhecimento sobre os nossos acervos, através do olhar de especialistas convidados – porém, por meio de um percurso pelas obras em exposição, de modo a tornar os saberes sobre arte mais acessíveis e próximos das pessoas”.

mar