Q

Previsão do tempo

7° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 12° C
7° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 13° C
7° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 13° C

“Poesia da Natureza” no Museu do Bombarral

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Cinco anos depois, a pintora Maria Claudino está de regresso ao Museu Municipal do Bombarral, espaço onde em 2005 teve oportunidade de expor pela primeira vez as suas pinturas a óleo. Com a designação de “Poesia da Natureza”, a exposição é composta por duas dezenas de quadros, que retratam, com um realismo impressionante, as frutas […]
Poesia da Natureza no Museu do Bombarral

Cinco anos depois, a pintora Maria Claudino está de regresso ao Museu Municipal do Bombarral, espaço onde em 2005 teve oportunidade de expor pela primeira vez as suas pinturas a óleo. Com a designação de “Poesia da Natureza”, a exposição é composta por duas dezenas de quadros, que retratam, com um realismo impressionante, as frutas e as flores que tão bem caracterizam o nosso concelho. Patente até dia 2 de Janeiro de 2011, a mostra foi inaugurada na tarde do passado dia 8, numa sessão que contou com a presença da autora, da vice-presidente da Câmara Municipal do Bombarral, Joana Patuleia, entre outros convidados. Na sua intervenção, a autarca começou por agradecer a Maria Claudino o facto de ter aceite o convite formulado pelo Município para expor os seus trabalhos, afirmando ser motivo de grande satisfação para autarquia voltar a expor as suas magníficas obras no Museu Municipal. Depois de uma breve apresentação do curriculum da artista, Joana Patuleia congratulou-se com o facto de Maria Claudino ter escolhido o concelho do Bombarral para residir, “uma terra que, segundo diz, é muito inspiradora e lhe transmite energias positivas para pintar os seus quadros”. Depois de dirigir algumas palavras de agradecimento, Maria Claudino demonstrou o seu contentamento por voltar a expor no Museu Municipal do Bombarral, “um espaço que adorei logo na primeira exposição. È um espaço com muita dignidade, muito bonito e que se enquadra no género de pintura que eu faço”. Falando um pouco sobre o seu método de trabalho, a pintora explicou que tudo o que pinta é o resultado do que cultiva em sua casa ou que encontra na natureza. A ruralidade do concelho do Bombarral acaba por ser a sua principal fonte de inspiração. Como refere, “nesta terra há qualquer coisa, há uma energia muito positiva que se sente quando pisamos o chão”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Peão Cavalgante/Arneirense no Torneio de Xadrez Centenário

Realizou-se no Sport Operário Marinhense, na Marinha Grande, no passado dia 29, o Torneio de Xadrez Centenário, onde António Policarpo foi o único representante da Associação Peão Cavalgante/Arneirense, das Caldas da Rainha. Participaram 80 jogadores com o ritmo de...

xadrez

Festival das Sopas

O Sport Clube Escolar Bombarralense vai organizar na sua sede a sexta edição do Festival das Sopas, nos dias 11 de fevereiro, das 18h às 23h, e 12 de fevereiro, das 12h às 16h. Haverá variadas sopas para degustar. As crianças dos 5 aos 10 anos pagam quatro euros e...

Exposição sobre José Saramago no CCC

O STAL - Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins associou-se ao centenário de nascimento do Prémio Nobel da Literatura José Saramago, através de uma exposição com a chancela da Fundação José...

saramago