Q

Previsão do tempo

12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 14° C
12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 8° C
  • Thursday 14° C

Autarcas do PS criticam declarações de Fernando Costa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Os vereadores do Partido Socialista na Câmara das Caldas manifestam o seu “repúdio pelas recentes declarações do senhor presidente da Câmara, segundo o qual a “Associação “De volta a casa” contribuiu para um aumento da criminalidade nas Caldas da Rainha”. “Estas afirmações revelam uma inqualificável falta de sensibilidade para a obra louvável desta associação”, consideram […]

Os vereadores do Partido Socialista na Câmara das Caldas manifestam o seu “repúdio pelas recentes declarações do senhor presidente da Câmara, segundo o qual a “Associação “De volta a casa” contribuiu para um aumento da criminalidade nas Caldas da Rainha”. “Estas afirmações revelam uma inqualificável falta de sensibilidade para a obra louvável desta associação”, consideram Delfim Azevedo e Rui Correia. “Considerar que uma associação que tem por objectivo primeiro fazer o bem sem olhar a quem, deva ser acusada dessa mesma virtude para ser envilecida de forma tão injusta, representa uma falácia enganadora de um autarca que se revela mal-agradecido por uma obra apenas digna de aplauso e de socorro. Estas declarações ofendem o próprio presidente que, aparentemente, anda a distribuir medalhas de mérito municipal a quem contribui para a criminalidade nas Caldas da Rainha. Não se trata apenas de mais uma nova excentricidade do senhor presidente que alguns caldenses já se resignaram a ignorar; trata-se de uma afronta que não podemos aceitar”, declaram os autarcas. Os vereadores indicam que por sua iniciativa “a Associação “De volta a casa” foi ouvida em reunião de Câmara, da qual resultou um plano concreto para a salvação da associação que, sem eleger os seus órgãos sociais, violava a lei e, por isso mesmo não poderia continuar a beneficiar do comodato de espaços camarários”. Contudo, reconhecem que a associação “não acompanhou os esforços realizados pela vereação socialista. Foi disponibilizada toda a ajuda para repor a regularidade estatutária da associação para que o protocolo com a Câmara pudesse ser preservado e assim garantir a continuidade da associação naquele espaço”. “Foram excepcionalmente aumentados todos os prazos acordados com o sr. Joaquim Sá para que fosse restabelecida aquela indispensável imposição legal. Não obstante os contactos estabelecidos com o Sr. Joaquim Sá, nunca este apresentou os documentos que aceitara apresentar para ultrapassar a situação”, fazem notar. Nestas condições, “a associação fragilizou a sua própria defesa e tornou-a juridicamente insustentável. A associação determinou o seu próprio destino ao não corresponder a nenhuma das soluções apresentadas para que continuasse o seu trabalho”. Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

1.ª Convenção Europeia dos Territórios Vinhateiros

Decorreu entre 1 e 4 de fevereiro a 1.ª Convenção Europeia dos Territórios Vinhateiros, no Centro de Alto Rendimento do Pocinho, em Vila Nova de Foz Côa, levada a cabo pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), em parceria com a Rede Europeia das...

vinho

Associação Desportiva de Óbidos perde no campeonato de voleibol

A equipa de voleibol do escalão de veteranos masculinos da Associação Desportiva de Óbidos recebeu no passado dia o Sport Operário Marinhense, no Pavilhão Municipal de Óbidos, respeitante à 6ª. jornada do 7º. campeonato de voleibol de veteranos masculinos-distrito...

veteranos

Clube de Ténis das Caldas da Rainho campeão regional de Interclubes

Terminou no passado fim de semana o campeonato regional de interclubes nos escalões de sub16 femininos, seniores femininos e veteranos +55 masculinos. A equipa sub16 feminina do Clube de Ténis das Caldas da Rainha, composta pelas atletas Bárbara Brito, Carlota...

tenis