Q

Previsão do tempo

15° C
  • Monday 18° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 22° C
15° C
  • Monday 18° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 23° C
15° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 25° C

Futebol feminino

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
GDPeso: 2 Bombarralense: 3 GD Peso: Sandra Ferreira, Sofia Silva, Rita Rebelo, Inês Carpinteiro, Carolina Ferreira, Juliana, Barbara Santos, Daniela Antunes, Diana, Mariana, Patrícia, Joana e Ana Catarina Treinador: Mikael Godinho Directoras: Maria da Luz e Carla Carpinteiro Realizou-se no passado domingo o 1º jogo da 2ª volta do torneio de abertura de futebol feminino, […]

GDPeso: 2 Bombarralense: 3 GD Peso: Sandra Ferreira, Sofia Silva, Rita Rebelo, Inês Carpinteiro, Carolina Ferreira, Juliana, Barbara Santos, Daniela Antunes, Diana, Mariana, Patrícia, Joana e Ana Catarina Treinador: Mikael Godinho Directoras: Maria da Luz e Carla Carpinteiro Realizou-se no passado domingo o 1º jogo da 2ª volta do torneio de abertura de futebol feminino, onde se voltaram a defrontar o GD Peso e o Bombarral, sendo desta vez no campo do GDP, onde mais uma vez o Bombarral conseguiu levar os 3 pontos, tendo sido um jogo bastante difícil. Mais uma vez um árbitro não oficial deu início à partida, e rapidamente foi possível verificar que a equipa do GDP se encontrava um pouco adormecida, deixando vários espaços em aberto, que estavam a ser bem aproveitados pelas rápidas jogadoras do Bombarral, pois esta equipa apostava em bons passes feitos em profundidade. E foi através dum destes passes em profundidade que nasceu o 1º golo, passe esse que deixou isolada a avançada do Bombarral, que aproveitou muito bem a falta de comunicação entre a guarda-redes e as centrais do GDP, limitando-se apenas a encostar a bola ao fundo das redes. O GDP acusou logo o golo, o que se agravou com a lesão muito prematura da sua central Juliana, tendo sido substituída por Daniela. O GDP continuava completamente desconectado, não conseguindo criar situações de perigo ao Bombarral, era facilmente visível a irritação do seu treinador, que dava indicações para as suas jogadoras. Como era possível adivinhar o Bombarral chegaria ao 2º golo mais uma vez através de um passe colocado no meio da defesa do GDP, e pouco tempo depois o 3º golo esteve à vista se não fosse uma ajudinha da trave da baliza do GDP, e foi mais do mesmo até ao fim da 1ª parte. No início da 2ª parte o GDP apresentava-se completamente remodelado, e que remodelações, pois entrou muito mais confiante, e fazendo circulação de bola criando boas situações de golo pelas alas, e foi numa dessas incursões pelas alas que o GDP vai beneficiar de um penalty, devido a um corte com a mão, mas a capitã do GDP, Sofia Silva não conseguiu bater a guarda-redes do Bombarral. Nem com esse percalço o GDP baixou os braços, e continuou a desenvolver o seu futebol, e num bom lance de combinações entre o sector médio e a avançada, conseguiu ganhar uma falta à entrada da área, onde novamente e com uma confiança que parecia inabalável a capitã assumiu a sua marcação, e fez o 1º golo, subindo com isso os índices de confiança da equipa, que passou a jogar ainda mais ao ataque, e através de boas dobras e permutas entre jogadoras, novamente Sofia através de um grande remate estabeleceu o empate. Os níveis físicos da equipa do Bombarral vieram ao de cima e com o avançar do tempo, aproveitando o balanço ofensivo da equipa do GDP, e por consequente a menor capacidade de recuperar posicionalmente, o Bombarral fez o 3º golo, deitando por terra as aspirações do GDP de pontuar em casa. Pouco antes do apito do árbitro o Bombarral também beneficiou de uma grande penalidade, mas não converteu.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Estudantes visitam Paul de Tornada

A Associação PATO recebeu duas turmas da Escola Secundária Raul Proença, que realizaram um conjunto de atividades de voluntariado, explorando a Reserva Natural do Paul de Tornada numa visita guiada, contribuíram para o nascimento de um jardim sensorial e efetuaram ainda uma monitorização ambiental na Lagoa de Óbidos com o Projeto Coastwatch, recolhendo muito lixo marinho.

pato

Jovens portugueses e finlandeses em intercâmbio

Entre os dias 1 e 8 de abril, a Associação Juvenil de Peniche foi palco de um intercâmbio sob a temática da arte e sustentabilidade. O evento recebeu a participação de doze jovens, de Portugal e Finlândia, com idades entre os 15 e os 25 anos.

intercambio

Curso Avançado de Produção de Microalgas e Cultivos Auxiliares

O MARE - Politécnico de Leiria e a Escola Superior de Turismo e Tecnologias do Mar, em Peniche, vão promover uma nova edição do Curso Avançado de Produção de Microalgas e Cultivos Auxiliares, que pretende dar a conhecer as espécies de microalgas cultivadas em laboratório, métodos de cultivo, potencialidades como recursos marinhos, sistemas de produção, e os cultivos auxiliares que beneficiam e cujo valor nutricional pode ser modelado através da alimentação com microalgas. As inscrições estão abertas até dia 27 de maio.